Polícia encontra apartamento que seria usado como "Tribunal da Morte" por facção
CRUELDADE MÁXIMA

Polícia encontra apartamento que seria usado como “Tribunal da Morte” por facção

Dias depois de dois corpos terem sido mutilados, a Polícia encontrou num apartamento, na comunidade da Babilônia, um pulmão, dois dedos e uma orelha

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

27 de setembro de 2017 às 09:09

Há 3 semanas

O apartamento está localizado na comunidade da Babilônia, em Fortaleza (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Um apartamento foi encontrado com marcas de sangue e um depósito com restos mortais na comunidade da Babilônia, em Fortaleza, na tarde desta terça-feira (26), pela Polícia Militar. Acredita-se que o local funcionava como um “Tribunal da Morte”, onde as pessoas de facções contrárias eram “julgadas” e mortas. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Os policiais encontraram a propriedade quando estavam passando pela região devido a um homicídio próximo à residência. Os policiais viram o apartamento aberto e decidiram entrar.

“Vimos muito sangue na parede, cordas no chão e um depósito com um pulmão, dois dedos e uma orelha, de acordo com os peritos”, diz policial militar que não quis se identificar.

Na região, a polícia tem registrado vários casos em que as vítimas são mortas e mutiladas. “Há uma disputa entre gangues. Na semana passada, encontramos um corpo sem as pernas, braços e a cabeça. Ontem, outro corpo decepado também foi encontrado”, relatou o oficial.

Mais informações você confere no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, às 12h10min

Publicidade

Dê sua opinião

CRUELDADE MÁXIMA

Polícia encontra apartamento que seria usado como “Tribunal da Morte” por facção

Dias depois de dois corpos terem sido mutilados, a Polícia encontrou num apartamento, na comunidade da Babilônia, um pulmão, dois dedos e uma orelha

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

27 de setembro de 2017 às 09:09

Há 3 semanas

O apartamento está localizado na comunidade da Babilônia, em Fortaleza (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Um apartamento foi encontrado com marcas de sangue e um depósito com restos mortais na comunidade da Babilônia, em Fortaleza, na tarde desta terça-feira (26), pela Polícia Militar. Acredita-se que o local funcionava como um “Tribunal da Morte”, onde as pessoas de facções contrárias eram “julgadas” e mortas. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Os policiais encontraram a propriedade quando estavam passando pela região devido a um homicídio próximo à residência. Os policiais viram o apartamento aberto e decidiram entrar.

“Vimos muito sangue na parede, cordas no chão e um depósito com um pulmão, dois dedos e uma orelha, de acordo com os peritos”, diz policial militar que não quis se identificar.

Na região, a polícia tem registrado vários casos em que as vítimas são mortas e mutiladas. “Há uma disputa entre gangues. Na semana passada, encontramos um corpo sem as pernas, braços e a cabeça. Ontem, outro corpo decepado também foi encontrado”, relatou o oficial.

Mais informações você confere no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, às 12h10min