Ônibus é incendiado na comunidade Babilônia, em Fortaleza

FOGO

Ônibus é incendiado na comunidade Babilônia, em Fortaleza

A reportagem do programa Barra Pesada foi ao local, mas acabou sendo expulsa após receber ameaças. Problemas de insegurança estão cada vez mais frequentes na comunidade

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de Fevereiro de 2018 às 14:07

Há 9 meses

Ônibus foi incendiado nesta terça-feira (FOTO: Reprodução Barra Pesada)

Um ônibus foi incendiado na manhã desta terça-feira (6), na comunidade Babilônia, no bairro Barroso, em Fortaleza. Uma grande nuvem de fumaça se formou. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) investiga o caso.

A reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, foi ao local, mas foi alertada por uma moradora sobre a necessidade de se retirar por precaução. Problemas de insegurança estão cada vez mais frequentes nas redondezas da comunidade. Ainda não se sabe o que motivou o ataque.

Outros casos

Em 2017, um apartamento foi encontrado com marcas de sangue e um depósito com restos mortais. O local ficou conhecido “Tribunal da Morte”, onde as pessoas de facções contrárias eram “julgadas” e mortas.

No ano passado, a capital viveu dias de terror quando 23 coletivos foram incendiados no mês de abril. Além dos ônibus, três delegacias e duas agências bancárias sofreram ataques.

Confira mais detalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

FOGO

Ônibus é incendiado na comunidade Babilônia, em Fortaleza

A reportagem do programa Barra Pesada foi ao local, mas acabou sendo expulsa após receber ameaças. Problemas de insegurança estão cada vez mais frequentes na comunidade

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de Fevereiro de 2018 às 14:07

Há 9 meses

Ônibus foi incendiado nesta terça-feira (FOTO: Reprodução Barra Pesada)

Um ônibus foi incendiado na manhã desta terça-feira (6), na comunidade Babilônia, no bairro Barroso, em Fortaleza. Uma grande nuvem de fumaça se formou. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) investiga o caso.

A reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, foi ao local, mas foi alertada por uma moradora sobre a necessidade de se retirar por precaução. Problemas de insegurança estão cada vez mais frequentes nas redondezas da comunidade. Ainda não se sabe o que motivou o ataque.

Outros casos

Em 2017, um apartamento foi encontrado com marcas de sangue e um depósito com restos mortais. O local ficou conhecido “Tribunal da Morte”, onde as pessoas de facções contrárias eram “julgadas” e mortas.

No ano passado, a capital viveu dias de terror quando 23 coletivos foram incendiados no mês de abril. Além dos ônibus, três delegacias e duas agências bancárias sofreram ataques.

Confira mais detalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: