"Nunca imaginei que meu filho pudesse ser baleado numa praça", conta pai sobre seu desespero

QUASE TRAGÉDIA

“Nunca imaginei que meu filho pudesse ser baleado numa praça”, conta pai sobre seu desespero

O filho de Emerson Barreto levou três tiros na perna, no domingo (10), em Fortaleza. Outros dois foram baleados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

12 de junho de 2018 às 12:28

Há 4 meses
Crianças baleadas

As vítimas têm 8, 9 e 14 anos e costumam frequentar a praça pública  (Foto: Reprodução/Barra Pesada)

De frente de casa, fica a praça onde o filho de Emerson Barreto costuma brincar nos fins de semana. Entretanto, no último domingo (10), o espaço de lazer do bairro Passaré, em Fortaleza, foi palco de um crime. Duas crianças e um adolescente foram baleados enquanto brincavam na quadra poliesportiva.

Uma das vítimas foi o filho de Emerson, atingido por três tiros na perna. “Recebi a notícia de que houve um tiroteio e o meu filho estava baleado. Foi desesperador”, conta Barreto, em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Segundo Emerson, ao chegar em casa, a criança havia sido encaminhada para a UPA do bairro José Walter e, logo em seguida, encaminhado para o hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), onde segue internado com estado estável, mas sem risco de morrer. “Nunca passou pela minha cabeça que um dia isso fosse acontecer. Todos os dias as crianças brincam na praça”, lamenta.

O crime aconteceu na noite deste domingo (10). As vítimas estavam na praça brincando quando um homem em uma moto realizou vários disparos em direção à praça. Até o momento, não se sabe quem era o alvo dos tiros. Até o momento, não há a identificação dos criminosos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as vítimas têm idade de 14, 9 e 8 anos.

“Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram acionadas até o local e realizaram diligências na região, com o objetivo de localizar o responsável pelo ato. Policiais do 13º DP, unidade plantonista responsável pela área, também realizaram os primeiros levantamentos no local do crime”, informou em nota.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta terça-feira (12).

Publicidade

Dê sua opinião

QUASE TRAGÉDIA

“Nunca imaginei que meu filho pudesse ser baleado numa praça”, conta pai sobre seu desespero

O filho de Emerson Barreto levou três tiros na perna, no domingo (10), em Fortaleza. Outros dois foram baleados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

12 de junho de 2018 às 12:28

Há 4 meses
Crianças baleadas

As vítimas têm 8, 9 e 14 anos e costumam frequentar a praça pública  (Foto: Reprodução/Barra Pesada)

De frente de casa, fica a praça onde o filho de Emerson Barreto costuma brincar nos fins de semana. Entretanto, no último domingo (10), o espaço de lazer do bairro Passaré, em Fortaleza, foi palco de um crime. Duas crianças e um adolescente foram baleados enquanto brincavam na quadra poliesportiva.

Uma das vítimas foi o filho de Emerson, atingido por três tiros na perna. “Recebi a notícia de que houve um tiroteio e o meu filho estava baleado. Foi desesperador”, conta Barreto, em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Segundo Emerson, ao chegar em casa, a criança havia sido encaminhada para a UPA do bairro José Walter e, logo em seguida, encaminhado para o hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), onde segue internado com estado estável, mas sem risco de morrer. “Nunca passou pela minha cabeça que um dia isso fosse acontecer. Todos os dias as crianças brincam na praça”, lamenta.

O crime aconteceu na noite deste domingo (10). As vítimas estavam na praça brincando quando um homem em uma moto realizou vários disparos em direção à praça. Até o momento, não se sabe quem era o alvo dos tiros. Até o momento, não há a identificação dos criminosos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as vítimas têm idade de 14, 9 e 8 anos.

“Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram acionadas até o local e realizaram diligências na região, com o objetivo de localizar o responsável pelo ato. Policiais do 13º DP, unidade plantonista responsável pela área, também realizaram os primeiros levantamentos no local do crime”, informou em nota.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta terça-feira (12).