Mulher morre após ser baleada por PMs por não obedecer a ordem de parada

ABORDAGEM POLICIAL

Mulher morre após ser baleada por PMs por não obedecer a ordem de parada

Segundo a PM, Giselle Távora, de 42 anos, estava conduzindo um HB20 com as mesmas características de um veículo roubado

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

12 de junho de 2018 às 09:53

Há 4 meses
Foto de Giselle em praia

Giselle não obedeceu a ordem de parada dos PMs e seguiu conduzindo o veículo (FOTO: Reprodução/Facebook)

Um mulher morreu na manhã desta terça-feira (12) após ter sido baleada durante abordagem policial na Avenida Oliveira Paiva. O caso aconteceu no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza, na noite desta segunda-feira (11).

Gisele Távora de Araújo, de 42 anos, estava conduzindo um veículo de modelo HB20 de cor branca quando equipes da Polícia Militar a abordaram. Assustada, a motorista seguiu viagem e não obedeceu a ordem policial.

Segundo o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, os PMs estavam em busca de um automóvel de mesmo modelo que havia sido assaltado. Durante a abordagem, Gisele ficou assustada e não obedeceu a ordem de parada.

De acordo com PM, a motorista seguiu conduzindo o veículo e avançou o sinal vermelho. A equipe continuou a perseguição e, com o intuito de parar o veículo, efetuou disparos que a atingiram. A mulher foi socorrida pelos próprios policiais e, logo em seguida, encaminhada para o Hospital Dr. José Frota (IJF). Entretanto, Gisele não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 6h20 desta manhã, segundo o IJF.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que uma composição da Polícia Militar se apresentou no 13º Distrito Policial, onde foi registrado Boletim de Ocorrência da perseguição policial que resultou em morte.

“Na ocasião, a mulher transitava pela via em um veículo, modelo HB20 de cor branca e placas ORY-4195, quando recebeu voz de parada, vinda de uma composição da PMCE, que estava em diligências na região, em busca de um automóvel do mesmo modelo, que havia sido tomado de assalto.

A determinação não foi obedecida e o veículo continuou sua trajetória pela Avenida. Deu-se início a uma perseguição. Durante a investida, um policial efetuou um disparo para atingir o pneu do automóvel, mas o tiro acabou atingindo a condutora do carro.

O veículo foi interceptado, momento em que uma adolescente de 17 anos, filha da motorista, desembarcou e se identificou. Os policiais constataram que a condutora do automóvel estava ferida, momento em que uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) passava pelo local e prestou os primeiros socorros. Gisele Távora foi encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito”

O caso foi transferido para a Controladoria Geral de Disciplina (CGD). A arma utilizada pelo PM e o carregador da mesma foram apreendidos para realização de perícia.

Publicidade

Dê sua opinião

ABORDAGEM POLICIAL

Mulher morre após ser baleada por PMs por não obedecer a ordem de parada

Segundo a PM, Giselle Távora, de 42 anos, estava conduzindo um HB20 com as mesmas características de um veículo roubado

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

12 de junho de 2018 às 09:53

Há 4 meses
Foto de Giselle em praia

Giselle não obedeceu a ordem de parada dos PMs e seguiu conduzindo o veículo (FOTO: Reprodução/Facebook)

Um mulher morreu na manhã desta terça-feira (12) após ter sido baleada durante abordagem policial na Avenida Oliveira Paiva. O caso aconteceu no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza, na noite desta segunda-feira (11).

Gisele Távora de Araújo, de 42 anos, estava conduzindo um veículo de modelo HB20 de cor branca quando equipes da Polícia Militar a abordaram. Assustada, a motorista seguiu viagem e não obedeceu a ordem policial.

Segundo o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, os PMs estavam em busca de um automóvel de mesmo modelo que havia sido assaltado. Durante a abordagem, Gisele ficou assustada e não obedeceu a ordem de parada.

De acordo com PM, a motorista seguiu conduzindo o veículo e avançou o sinal vermelho. A equipe continuou a perseguição e, com o intuito de parar o veículo, efetuou disparos que a atingiram. A mulher foi socorrida pelos próprios policiais e, logo em seguida, encaminhada para o Hospital Dr. José Frota (IJF). Entretanto, Gisele não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 6h20 desta manhã, segundo o IJF.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que uma composição da Polícia Militar se apresentou no 13º Distrito Policial, onde foi registrado Boletim de Ocorrência da perseguição policial que resultou em morte.

“Na ocasião, a mulher transitava pela via em um veículo, modelo HB20 de cor branca e placas ORY-4195, quando recebeu voz de parada, vinda de uma composição da PMCE, que estava em diligências na região, em busca de um automóvel do mesmo modelo, que havia sido tomado de assalto.

A determinação não foi obedecida e o veículo continuou sua trajetória pela Avenida. Deu-se início a uma perseguição. Durante a investida, um policial efetuou um disparo para atingir o pneu do automóvel, mas o tiro acabou atingindo a condutora do carro.

O veículo foi interceptado, momento em que uma adolescente de 17 anos, filha da motorista, desembarcou e se identificou. Os policiais constataram que a condutora do automóvel estava ferida, momento em que uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) passava pelo local e prestou os primeiros socorros. Gisele Távora foi encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito”

O caso foi transferido para a Controladoria Geral de Disciplina (CGD). A arma utilizada pelo PM e o carregador da mesma foram apreendidos para realização de perícia.