Motorista é flagrado em vídeo se masturbando em frente à creche em Fortaleza

ATO OBSCENO

Motorista é flagrado em vídeo se masturbando em frente a creche em Fortaleza

O homem filmado não é o proprietário da vaga. Permissionário já foi chamado para prestar esclarecimentos na Etufor e pode ter vaga cassada

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de dezembro de 2017 às 07:00

Há 12 meses

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) apura o caso de um vídeo que mostra um homem em um táxi praticando atos obscenos. Ele se masturba em plena luz do dia, com o vidro do carro abaixado, em frente à creche e nas proximidades de uma escola de ensino fundamental, no bairro Ellery.

As imagens, cuja data de gravação é incerta, começaram a ser compartilhadas nas redes sociais a partir de sábado (23). No vídeo — gravado por uma mulher, ao lado de algumas outras — o homem sequer faz questão de esconder o rosto. Elas riem e dizem que o vídeo será enviado a um grupo no Whatsapp — o que também não parece intimidar o homem.

A Etufor afirma que já convocou o permissionário da vaga do táxi que aparece nas imagens, a fim de que ele prestasse esclarecimentos. Segundo o presidente do órgão, José do Carmo Gondim, já foi constatado que o homem filmado não é o proprietário da vaga registrado na Etufor.

Conforme José do Carmo, as punições administrativas vão de uma advertência e podem chegar até a cassação da vaga — o que raramente é feito, segundo o próprio presidente. “Na Etufor não aceitamos esse tipo de conduta”.

A Etufor ainda afirma que qualquer denúncia contra permissionários do transporte público urbano de Fortaleza pode ser feita através dos telefones (85) 3452-9292 ou pela central 156. A queixa também pode ser feita pessoalmente, na sede da empresa, na Avenida dos Expedicionários, 5677 — Vila União.

Em nota, o presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi) afirma repudiar “veementemente” o ato. “O sindicato já tomou as medidas jurídicas cabíveis com relação ao fato”.

Tribuna do Ceará entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Veja a matéria completa do Barra Pesada sobre o caso:

Publicidade

Dê sua opinião

ATO OBSCENO

Motorista é flagrado em vídeo se masturbando em frente a creche em Fortaleza

O homem filmado não é o proprietário da vaga. Permissionário já foi chamado para prestar esclarecimentos na Etufor e pode ter vaga cassada

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de dezembro de 2017 às 07:00

Há 12 meses

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) apura o caso de um vídeo que mostra um homem em um táxi praticando atos obscenos. Ele se masturba em plena luz do dia, com o vidro do carro abaixado, em frente à creche e nas proximidades de uma escola de ensino fundamental, no bairro Ellery.

As imagens, cuja data de gravação é incerta, começaram a ser compartilhadas nas redes sociais a partir de sábado (23). No vídeo — gravado por uma mulher, ao lado de algumas outras — o homem sequer faz questão de esconder o rosto. Elas riem e dizem que o vídeo será enviado a um grupo no Whatsapp — o que também não parece intimidar o homem.

A Etufor afirma que já convocou o permissionário da vaga do táxi que aparece nas imagens, a fim de que ele prestasse esclarecimentos. Segundo o presidente do órgão, José do Carmo Gondim, já foi constatado que o homem filmado não é o proprietário da vaga registrado na Etufor.

Conforme José do Carmo, as punições administrativas vão de uma advertência e podem chegar até a cassação da vaga — o que raramente é feito, segundo o próprio presidente. “Na Etufor não aceitamos esse tipo de conduta”.

A Etufor ainda afirma que qualquer denúncia contra permissionários do transporte público urbano de Fortaleza pode ser feita através dos telefones (85) 3452-9292 ou pela central 156. A queixa também pode ser feita pessoalmente, na sede da empresa, na Avenida dos Expedicionários, 5677 — Vila União.

Em nota, o presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi) afirma repudiar “veementemente” o ato. “O sindicato já tomou as medidas jurídicas cabíveis com relação ao fato”.

Tribuna do Ceará entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Veja a matéria completa do Barra Pesada sobre o caso: