Motorista de app e passageiro são executados durante entrega de arma comprada por Whatsapp

DUPLO HOMICÍDIO

Motorista de app e passageiro são executados durante entrega de arma comprada por Whatsapp

A polícia acredita que o motorista foi assassinado por ter sido testemunha da morte do homem que havia comprado a arma

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

19 de dezembro de 2018 às 11:48

Há 1 mês
carro

Motorista de aplicativo e passageiro são executados em frente a supermercado. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Duplo homicídio foi registrado no bairro Granja Portugal, em Fortaleza. Um motorista de aplicativo de transporte e o passageiro foram mortos por dois homens na calçada de um supermercado. O motivo do encontro seria a venda de uma arma, o que acabou em discussão e na morte das vítimas.

A ação foi toda gravada por câmeras de segurança do estabelecimento. O crime ocorreu nesta terça-feira (18). O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

O Prisma preto, que seria de serviço de transporte de passageiros, com placa PMN-1017, de Pacatuba, estacionou na calçada do supermercado, no cruzamento das ruas 1º de Maio e Rua Bragança. Pouco depois, um carro branco parou atrás.

Primeiro, o passageiro desceu do veículo preto e, em seguida, outro homem saiu do carro detrás. Segundo a polícia, Renato Douglas, de 24 anos, havia negociado uma arma por aplicativo de mensagens e receberia ali.

Ao lado do carro preto, o suposto vendedor, que havia saído do veículo branco, entregou uma sacola para Renato, que fez o pagamento de R$ 2.800 logo em seguida. No entanto, ao abrir o pacote percebeu que dentro havia uma chave de roda, ao invés do revólver, e aí a discussão teve início.

Instantes depois, Renato foi executado com vários disparos pelo negociante, caiu atrás do veículo de aplicativo e morreu. Durante a ação, um outro homem desceu do veículo de cor branca e foi em direção ao motorista de aplicativo, que aguardava no carro, e também executou ele.

No carro também estava uma moça, namorada do comprador da arma, mas ela escapou da morte por ter entrado no supermercado. Os dois assassinos entraram rapidamente no veículo, que deixou o local em disparada.

A polícia suspeita que, pouco depois da ação, populares tenham se aproximado e furtado celulares e carteiras com documentos pessoais das vítimas. Renato Augusto só foi identificado com ajuda da namorada, que foi levada para prestar esclarecimentos na delegacia. Ele respondia por tráfico de drogas. Ainda de acordo com a moça, o motorista de aplicativo não sabia do motivo da viagem e morreu por ter sido testemunha do crime.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta quarta-feira (19).

Publicidade

Dê sua opinião

DUPLO HOMICÍDIO

Motorista de app e passageiro são executados durante entrega de arma comprada por Whatsapp

A polícia acredita que o motorista foi assassinado por ter sido testemunha da morte do homem que havia comprado a arma

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

19 de dezembro de 2018 às 11:48

Há 1 mês
carro

Motorista de aplicativo e passageiro são executados em frente a supermercado. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Duplo homicídio foi registrado no bairro Granja Portugal, em Fortaleza. Um motorista de aplicativo de transporte e o passageiro foram mortos por dois homens na calçada de um supermercado. O motivo do encontro seria a venda de uma arma, o que acabou em discussão e na morte das vítimas.

A ação foi toda gravada por câmeras de segurança do estabelecimento. O crime ocorreu nesta terça-feira (18). O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

O Prisma preto, que seria de serviço de transporte de passageiros, com placa PMN-1017, de Pacatuba, estacionou na calçada do supermercado, no cruzamento das ruas 1º de Maio e Rua Bragança. Pouco depois, um carro branco parou atrás.

Primeiro, o passageiro desceu do veículo preto e, em seguida, outro homem saiu do carro detrás. Segundo a polícia, Renato Douglas, de 24 anos, havia negociado uma arma por aplicativo de mensagens e receberia ali.

Ao lado do carro preto, o suposto vendedor, que havia saído do veículo branco, entregou uma sacola para Renato, que fez o pagamento de R$ 2.800 logo em seguida. No entanto, ao abrir o pacote percebeu que dentro havia uma chave de roda, ao invés do revólver, e aí a discussão teve início.

Instantes depois, Renato foi executado com vários disparos pelo negociante, caiu atrás do veículo de aplicativo e morreu. Durante a ação, um outro homem desceu do veículo de cor branca e foi em direção ao motorista de aplicativo, que aguardava no carro, e também executou ele.

No carro também estava uma moça, namorada do comprador da arma, mas ela escapou da morte por ter entrado no supermercado. Os dois assassinos entraram rapidamente no veículo, que deixou o local em disparada.

A polícia suspeita que, pouco depois da ação, populares tenham se aproximado e furtado celulares e carteiras com documentos pessoais das vítimas. Renato Augusto só foi identificado com ajuda da namorada, que foi levada para prestar esclarecimentos na delegacia. Ele respondia por tráfico de drogas. Ainda de acordo com a moça, o motorista de aplicativo não sabia do motivo da viagem e morreu por ter sido testemunha do crime.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta quarta-feira (19).