Motorista de app é feita refém por 4 adolescentes e acaba salva por "botão do pânico"

VIOLÊNCIA URBANA

Motorista de app é feita refém por 4 adolescentes e acaba salva por “botão do pânico”

Na perseguição feita pela Polícia, o carro pilotado por um dos bandidos colidiu com uma moto e um outro veículo na Avenida Osório de Paiva

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

5 de novembro de 2018 às 10:17

Há 1 semana
carro-vermelho

Motorista de aplicativo é feita refém por quatro adolescentes. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma motorista de aplicativo de transporte particular de passageiros foi feita refém por quatro bandidos na madrugada deste sábado (3), em Fortaleza. A mulher conseguiu acionar o botão do pânico e o Batalhão de Polícia (Raio) logo chegou à área.

Os criminosos queriam o carro da vítima para realizar assaltos e pagar dívida de drogas. Os quatro envolvidos são adolescentes entre 16 e 17 anos. Todos foram encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente. O bando foi indiciado por roubo com restrição de liberdade da vítima.

De Maracanaú, os bandidos solicitaram a corrida. Ao chegar ao local, dois rapazes entraram no veículo Sandero, de cor vermelha. De lá, pediram que a motorista fosse a outro lugar, onde outros dois homens também entraram no carro. Neste momento, o assalto foi anunciado.

Segundo populares, a vítima contou que os criminosos pediram que ela passasse para o banco de trás, pois eles só queriam o carro para assalto. Eles teriam dito que estavam com dívida de droga, que queriam praticar assalto para saná-la, e que iriam liberar a vítima. No entanto, a mulher conseguiu acionar o botão de pânico, que logo deu indicação da área onde o crime estava ocorrendo.

Na perseguição, o veículo dirigido por um dos bandidos colidiu com um motociclista, que logo foi socorrido para uma unidade de saúde, e com um outro carro que passava pelo local, até invadir e parar no canteiro central da Avenida Osório de Paiva. Abalada, a proprietária logo deixou o local.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que os quatro acusados têm entre 16 e 17 anos. Dois possuíam passagens pela Polícia por roubo de veículo; já um deles responde por receptação e outro por porte ilegal de arma de fogo. Com o quarteto, foi apreendido uma pistola, cartões magnéticos, documentos e vários aparelhos de telefone. A Polícia Civil investiga se o quarteto está envolvido em outras ações criminosas.

Veja a nota completa da SSPDS.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que uma equipe do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) efetuou as apreensões de quatro adolescentes suspeitos de serem os autores de um roubo com restrição de liberdade da vítima, ocorrido na noite desse sábado (03). A abordagem ao veículo, em que os suspeitos estavam, aconteceu após os policiais receberem informações da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), sobre um automóvel Sandero, de cor vermelha, cujos ocupantes vinham praticando assaltos no bairro Canindezinho e adjacências – Área Integrada de Segurança 03 (AIS 03). A localização do carro foi possível graças aos sensores do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) e também das câmeras de videomonitoramento da SSPDS.

A partir dos dados da Ciops, os policiais militares diligenciaram e encontraram o carro na Avenida Cônego de Castro. A equipe emitiu ordem de parada que não foi obedecida pelos criminosos, que tentaram fugir. Após perseguição que se estendeu até a Avenida Osório de Paiva, no Siqueira (AIS 03), o veículo onde estava o grupo colidiu contra um motociclista e outro carro, vindo a parar quando bateu contra o canteiro central da via. Com isso, o BPRaio capturou os quatro adolescentes, com idades variando de 16 a 17 anos. Dois possuíam passagens pela Polícia por roubo de veículo; já um deles responde por receptação e outro por porte ilegal de arma de fogo.

Foram apreendidos um simulacro de pistola, cartões magnéticos, documentos e vários aparelhos celulares. Dentro do veículo também estava uma mulher, que era motorista de um aplicativo de transporte de passageiros, que afirmou ter sido abordada pelo grupo, após ser acionada para uma corrida. O bando foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foi indiciado por roubo com restrição de liberdade da vítima. A Polícia Civil agora investiga o envolvimento dos suspeitos em outros crimes.

Publicidade

Dê sua opinião

VIOLÊNCIA URBANA

Motorista de app é feita refém por 4 adolescentes e acaba salva por “botão do pânico”

Na perseguição feita pela Polícia, o carro pilotado por um dos bandidos colidiu com uma moto e um outro veículo na Avenida Osório de Paiva

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

5 de novembro de 2018 às 10:17

Há 1 semana
carro-vermelho

Motorista de aplicativo é feita refém por quatro adolescentes. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma motorista de aplicativo de transporte particular de passageiros foi feita refém por quatro bandidos na madrugada deste sábado (3), em Fortaleza. A mulher conseguiu acionar o botão do pânico e o Batalhão de Polícia (Raio) logo chegou à área.

Os criminosos queriam o carro da vítima para realizar assaltos e pagar dívida de drogas. Os quatro envolvidos são adolescentes entre 16 e 17 anos. Todos foram encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente. O bando foi indiciado por roubo com restrição de liberdade da vítima.

De Maracanaú, os bandidos solicitaram a corrida. Ao chegar ao local, dois rapazes entraram no veículo Sandero, de cor vermelha. De lá, pediram que a motorista fosse a outro lugar, onde outros dois homens também entraram no carro. Neste momento, o assalto foi anunciado.

Segundo populares, a vítima contou que os criminosos pediram que ela passasse para o banco de trás, pois eles só queriam o carro para assalto. Eles teriam dito que estavam com dívida de droga, que queriam praticar assalto para saná-la, e que iriam liberar a vítima. No entanto, a mulher conseguiu acionar o botão de pânico, que logo deu indicação da área onde o crime estava ocorrendo.

Na perseguição, o veículo dirigido por um dos bandidos colidiu com um motociclista, que logo foi socorrido para uma unidade de saúde, e com um outro carro que passava pelo local, até invadir e parar no canteiro central da Avenida Osório de Paiva. Abalada, a proprietária logo deixou o local.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que os quatro acusados têm entre 16 e 17 anos. Dois possuíam passagens pela Polícia por roubo de veículo; já um deles responde por receptação e outro por porte ilegal de arma de fogo. Com o quarteto, foi apreendido uma pistola, cartões magnéticos, documentos e vários aparelhos de telefone. A Polícia Civil investiga se o quarteto está envolvido em outras ações criminosas.

Veja a nota completa da SSPDS.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que uma equipe do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) efetuou as apreensões de quatro adolescentes suspeitos de serem os autores de um roubo com restrição de liberdade da vítima, ocorrido na noite desse sábado (03). A abordagem ao veículo, em que os suspeitos estavam, aconteceu após os policiais receberem informações da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), sobre um automóvel Sandero, de cor vermelha, cujos ocupantes vinham praticando assaltos no bairro Canindezinho e adjacências – Área Integrada de Segurança 03 (AIS 03). A localização do carro foi possível graças aos sensores do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) e também das câmeras de videomonitoramento da SSPDS.

A partir dos dados da Ciops, os policiais militares diligenciaram e encontraram o carro na Avenida Cônego de Castro. A equipe emitiu ordem de parada que não foi obedecida pelos criminosos, que tentaram fugir. Após perseguição que se estendeu até a Avenida Osório de Paiva, no Siqueira (AIS 03), o veículo onde estava o grupo colidiu contra um motociclista e outro carro, vindo a parar quando bateu contra o canteiro central da via. Com isso, o BPRaio capturou os quatro adolescentes, com idades variando de 16 a 17 anos. Dois possuíam passagens pela Polícia por roubo de veículo; já um deles responde por receptação e outro por porte ilegal de arma de fogo.

Foram apreendidos um simulacro de pistola, cartões magnéticos, documentos e vários aparelhos celulares. Dentro do veículo também estava uma mulher, que era motorista de um aplicativo de transporte de passageiros, que afirmou ter sido abordada pelo grupo, após ser acionada para uma corrida. O bando foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foi indiciado por roubo com restrição de liberdade da vítima. A Polícia Civil agora investiga o envolvimento dos suspeitos em outros crimes.