Motociclista atropela e mata idosa de 68 anos e foge sem prestar socorro

CONJUNTO CEARÁ

Motociclista atropela e mata idosa de 68 anos e foge sem prestar socorro

A família lutam por justiça e já registrou Boletim de Ocorrência no 12º Distrito Policial; O motociclista fugiu do local e deixou a moto

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

11 de outubro de 2017 às 10:07

Há 2 meses
A moto ficou totalmente danificada no impacto (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A moto ficou totalmente danificada no impacto (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma idosa de 68 anos morreu na última terça-feira (10), após ser atropelada por um motociclista na Avenida F, 1ª etapa do Conjunto Ceará. Maria Núbia da Silva Mendonça foi vítima de um atropelamento, no último domingo (8), enquanto deixava o lixo em frente a sua residência.

De acordo com um dos filhos que testemunhou o acidente, a moto não tinha nenhum tipo de sinalização. “Não tinha farol, não tinha nada. Quando ela viu, já estava em cima dela. Ele nem tentou frear. É só ver a situação como ficou a moto”, afirma.

Um dos outros filhos que vivia um dia especial, pois era o aniversário dele e a comemoração da formatura, lamenta a perda da mãe e também pelo responsável pelo acidente ter fugido. “Ficamos preocupados com a nossa mãe e em socorrê-lá, que não o motociclista fugiu sem falar nada, sem prestar nenhum tipo de socorro”, disse.

Agora, eles lutam por justiça e já registraram Boletim de Ocorrência no 12º Distrito Policial. A moto foi deixada no local, pois ficou totalmente danificada após o acidente.  Em um ato de solidariedade, eles doaram os órgãos da vítima que foi velada na noite da terça-feira (10), no Bairro Conjunto Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

CONJUNTO CEARÁ

Motociclista atropela e mata idosa de 68 anos e foge sem prestar socorro

A família lutam por justiça e já registrou Boletim de Ocorrência no 12º Distrito Policial; O motociclista fugiu do local e deixou a moto

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

11 de outubro de 2017 às 10:07

Há 2 meses
A moto ficou totalmente danificada no impacto (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A moto ficou totalmente danificada no impacto (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma idosa de 68 anos morreu na última terça-feira (10), após ser atropelada por um motociclista na Avenida F, 1ª etapa do Conjunto Ceará. Maria Núbia da Silva Mendonça foi vítima de um atropelamento, no último domingo (8), enquanto deixava o lixo em frente a sua residência.

De acordo com um dos filhos que testemunhou o acidente, a moto não tinha nenhum tipo de sinalização. “Não tinha farol, não tinha nada. Quando ela viu, já estava em cima dela. Ele nem tentou frear. É só ver a situação como ficou a moto”, afirma.

Um dos outros filhos que vivia um dia especial, pois era o aniversário dele e a comemoração da formatura, lamenta a perda da mãe e também pelo responsável pelo acidente ter fugido. “Ficamos preocupados com a nossa mãe e em socorrê-lá, que não o motociclista fugiu sem falar nada, sem prestar nenhum tipo de socorro”, disse.

Agora, eles lutam por justiça e já registraram Boletim de Ocorrência no 12º Distrito Policial. A moto foi deixada no local, pois ficou totalmente danificada após o acidente.  Em um ato de solidariedade, eles doaram os órgãos da vítima que foi velada na noite da terça-feira (10), no Bairro Conjunto Ceará.