Militar suspeito de pornografia infantil é espancado por pai de garoto após marcar encontro

SARGENTO DA PM

Militar suspeito de pornografia infantil é espancado por pai de garoto após marcar encontro

O militar foi preso suspeito de armazenar material pornográfico infantil; ao ter conhecimento das conversas, o pai fingiu ser o filho, um adolescente de 12 anos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

19 de fevereiro de 2019 às 17:38

Há 1 mês
As conversas tiveram início no domingo, por meio de uma rede social (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

As conversas tiveram início no domingo, por meio de uma rede social (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Um militar de 55 anos foi preso, em Fortaleza, nesta terça-feira (19), suspeito de pornografia infantil. Ele mantinha contato com um adolescente de 12 anos por meio de uma rede social.

Após ter conhecimento das conversas, o pai da vítima marcou encontrou com o homem, se passando pelo filho. Ao chegar à residência, no Bairro de Fátima, o militar foi espancado pelo pai do garoto.

O sargento da reserva remunerada da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi autuado em flagrante na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa). Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a ocorrência iniciou no domingo (17), quando o suspeito entrou em contato o menino, e o pai prosseguiu com a conversa.

Durante os diálogos, o pai informou que, por diversas vezes, ele insistia em marcar encontrou com o filho. Nas conversas, o sargento mandava fotos, chegou a fazer ligações por chamada de vídeo e até enviou vídeos dele tendo relações sexuais com, supostamente, outros adolescentes, além de pedir fotos íntimas do garoto.

Em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, o pai relata que percebeu conversas estranhas após, como de costume, olhar com quem o filho falava nas redes sociais. “Eu comecei a conversar com ele na segunda-feira, se passando pelo meu filho, ele ficava mandando fotos pornográficas de mulher e depois de homem”.

Depois de vários pedidos do sargento, o pai do garoto (se passando pelo menino) resolveu marcar o encontro em casa. “Eu disse: ‘venha porque minha mãe não tá aqui, então dá pra você vir’. Ele veio e se deparou comigo”, conta.

Em nota, a SSPDS ainda informou que o sargento foi preso por armazenar material pornográfico, envolvendo crianças ou adolescentes.

“O suspeito foi surpreendido por várias pessoas, que já estavam avisadas sobre a prática criminosa e houve uma tentativa de linchamento. A Polícia Militar foi acionada, e o PM foi encaminhado à Dececa, onde foi ouvido. Após uma análise do aparelho celular do suspeito, sob a permissão do mesmo, os policiais civis encontraram o material pornográfico e o flagrante foi lavrado”.

Confira detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro:

Publicidade

Dê sua opinião

SARGENTO DA PM

Militar suspeito de pornografia infantil é espancado por pai de garoto após marcar encontro

O militar foi preso suspeito de armazenar material pornográfico infantil; ao ter conhecimento das conversas, o pai fingiu ser o filho, um adolescente de 12 anos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

19 de fevereiro de 2019 às 17:38

Há 1 mês
As conversas tiveram início no domingo, por meio de uma rede social (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

As conversas tiveram início no domingo, por meio de uma rede social (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Um militar de 55 anos foi preso, em Fortaleza, nesta terça-feira (19), suspeito de pornografia infantil. Ele mantinha contato com um adolescente de 12 anos por meio de uma rede social.

Após ter conhecimento das conversas, o pai da vítima marcou encontrou com o homem, se passando pelo filho. Ao chegar à residência, no Bairro de Fátima, o militar foi espancado pelo pai do garoto.

O sargento da reserva remunerada da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi autuado em flagrante na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa). Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a ocorrência iniciou no domingo (17), quando o suspeito entrou em contato o menino, e o pai prosseguiu com a conversa.

Durante os diálogos, o pai informou que, por diversas vezes, ele insistia em marcar encontrou com o filho. Nas conversas, o sargento mandava fotos, chegou a fazer ligações por chamada de vídeo e até enviou vídeos dele tendo relações sexuais com, supostamente, outros adolescentes, além de pedir fotos íntimas do garoto.

Em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, o pai relata que percebeu conversas estranhas após, como de costume, olhar com quem o filho falava nas redes sociais. “Eu comecei a conversar com ele na segunda-feira, se passando pelo meu filho, ele ficava mandando fotos pornográficas de mulher e depois de homem”.

Depois de vários pedidos do sargento, o pai do garoto (se passando pelo menino) resolveu marcar o encontro em casa. “Eu disse: ‘venha porque minha mãe não tá aqui, então dá pra você vir’. Ele veio e se deparou comigo”, conta.

Em nota, a SSPDS ainda informou que o sargento foi preso por armazenar material pornográfico, envolvendo crianças ou adolescentes.

“O suspeito foi surpreendido por várias pessoas, que já estavam avisadas sobre a prática criminosa e houve uma tentativa de linchamento. A Polícia Militar foi acionada, e o PM foi encaminhado à Dececa, onde foi ouvido. Após uma análise do aparelho celular do suspeito, sob a permissão do mesmo, os policiais civis encontraram o material pornográfico e o flagrante foi lavrado”.

Confira detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro: