Mais uma travesti é morta no Ceará; desta vez, em Maracanaú
TRANSFOBIA

Mais uma travesti é morta no Ceará; desta vez, em Maracanaú

A jovem de 19 anos, morta com três tiros na CE-060, cuidava da mãe e era muito querida na região

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

1 de agosto de 2017 às 11:54

Há 3 meses

Segundo familiares, a travesti não tinha envolvimento com crime (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Uma travesti foi morta a tiros no município de Maracanaú, na noite desta segunda-feira (31). Segundo familiares, a jovem de 19 anos foi atingida por três disparos quando caminhava pela rodovia estadual CE-060, morrendo no local.

Até o momento, a polícia ainda não sabe a motivação do crime. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Ele cuidava da mãe e era muito próximo dela. Foi uma surpresa para a gente. Primeiro foram atrás de dar notícia na minha casa e depois foram na casa da mãe dele”, disse a vizinha e amiga Regina Silva.

A travesti Paulo Henrique Carneiro de Sousa não tinha envolvimento com drogas e era muito querida pelos vizinhos e por sua família. “Um mistério para todo mundo, porque ele não mexia com ninguém”, ressalta a amiga.

Confira mais detalhes no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, às 12h10min.

Publicidade

Dê sua opinião

TRANSFOBIA

Mais uma travesti é morta no Ceará; desta vez, em Maracanaú

A jovem de 19 anos, morta com três tiros na CE-060, cuidava da mãe e era muito querida na região

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

1 de agosto de 2017 às 11:54

Há 3 meses

Segundo familiares, a travesti não tinha envolvimento com crime (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Uma travesti foi morta a tiros no município de Maracanaú, na noite desta segunda-feira (31). Segundo familiares, a jovem de 19 anos foi atingida por três disparos quando caminhava pela rodovia estadual CE-060, morrendo no local.

Até o momento, a polícia ainda não sabe a motivação do crime. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Ele cuidava da mãe e era muito próximo dela. Foi uma surpresa para a gente. Primeiro foram atrás de dar notícia na minha casa e depois foram na casa da mãe dele”, disse a vizinha e amiga Regina Silva.

A travesti Paulo Henrique Carneiro de Sousa não tinha envolvimento com drogas e era muito querida pelos vizinhos e por sua família. “Um mistério para todo mundo, porque ele não mexia com ninguém”, ressalta a amiga.

Confira mais detalhes no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, às 12h10min.