Mãe é morta a facadas pelo ex-marido na frente dos seis filhos em Quixeramobim

FEMINICÍDIO

Mãe é morta a facadas pelo ex-marido na frente dos seis filhos em Quixeramobim

As seis crianças, filhas de Antônia Tarciana, todas menores de idade, agora estão acolhidas na casa de uma amiga da vítima

Por Jangadeiro FM em Segurança Pública

24 de outubro de 2018 às 13:26

Há 3 semanas
Abuso sexual contra crianças

Mulher foi morta na frente dos seis filhos pequenos. (Foto: Agência Brasil)

Um caso de feminicídio causou choque na cidade de Quixeramobim, no interior do Ceará, na última segunda-feira (22). Antônia Tarciana Santana Barbosa, de 30 anos, foi assassinada a facadas na frente dos seis filhos pequenos.

O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima, José Justino Dantas Morais, que está foragido. A preocupação agora é com a guarda das crianças, informou a Rede Jangadeiro FM.

As seis crianças, filhas de Antônia Tarciana, todas menores de idade, agora estão acolhidas na casa de uma amiga da vítima, até que a Justiça decida quem ficará com a guarda.

“Todos são menores ainda. A casa onde eles estão é de extrema pobreza. O piso está largando, as paredes estão rachadas, a água está cortada… Eles não têm nada, nem sequer rede para dormir eles têm. Eu estou com essas crianças porque resolvi tomar posse dessa dor. Vocês pais e mães que tiverem coração do tamanho do meu, ajudem, por favor. Eles precisam de psicólogo. Tem uma das meninas que viu tudo, até o último suspiro da mãe. Tem um que não consegue chorar”, disse uma das vizinhas.

Segundo o conselheiro tutelar de Quixeramobim, Paulo César Silva, que acompanha o caso, as crianças estão em estado de choque, mas recebendo apoio psicológico.

“Essa família está sendo assistida por toda a rede de proteção da Secretaria de Ação Social… Cras, Crea, Conselho Tutelar, desde quando soubemos. Foi uma tragédia e as crianças, infelizmente, viram toda a situação. É uma dor que vai para a vida toda”, disse Paulo César.

Conforme testemunhas, o casal havia se separado oito dias antes do assassinato. Conforme o anuário brasileiro da segurança pública, o Ceará é o terceiro estado brasileiro com o maior número de feminicídios, atrás apenas de Rio Grande do Norte e Acre.

Confira a reportagem completa de Gabrielly Frutuoso para a Rede Jangadeiro FM.

Publicidade

Dê sua opinião

FEMINICÍDIO

Mãe é morta a facadas pelo ex-marido na frente dos seis filhos em Quixeramobim

As seis crianças, filhas de Antônia Tarciana, todas menores de idade, agora estão acolhidas na casa de uma amiga da vítima

Por Jangadeiro FM em Segurança Pública

24 de outubro de 2018 às 13:26

Há 3 semanas
Abuso sexual contra crianças

Mulher foi morta na frente dos seis filhos pequenos. (Foto: Agência Brasil)

Um caso de feminicídio causou choque na cidade de Quixeramobim, no interior do Ceará, na última segunda-feira (22). Antônia Tarciana Santana Barbosa, de 30 anos, foi assassinada a facadas na frente dos seis filhos pequenos.

O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima, José Justino Dantas Morais, que está foragido. A preocupação agora é com a guarda das crianças, informou a Rede Jangadeiro FM.

As seis crianças, filhas de Antônia Tarciana, todas menores de idade, agora estão acolhidas na casa de uma amiga da vítima, até que a Justiça decida quem ficará com a guarda.

“Todos são menores ainda. A casa onde eles estão é de extrema pobreza. O piso está largando, as paredes estão rachadas, a água está cortada… Eles não têm nada, nem sequer rede para dormir eles têm. Eu estou com essas crianças porque resolvi tomar posse dessa dor. Vocês pais e mães que tiverem coração do tamanho do meu, ajudem, por favor. Eles precisam de psicólogo. Tem uma das meninas que viu tudo, até o último suspiro da mãe. Tem um que não consegue chorar”, disse uma das vizinhas.

Segundo o conselheiro tutelar de Quixeramobim, Paulo César Silva, que acompanha o caso, as crianças estão em estado de choque, mas recebendo apoio psicológico.

“Essa família está sendo assistida por toda a rede de proteção da Secretaria de Ação Social… Cras, Crea, Conselho Tutelar, desde quando soubemos. Foi uma tragédia e as crianças, infelizmente, viram toda a situação. É uma dor que vai para a vida toda”, disse Paulo César.

Conforme testemunhas, o casal havia se separado oito dias antes do assassinato. Conforme o anuário brasileiro da segurança pública, o Ceará é o terceiro estado brasileiro com o maior número de feminicídios, atrás apenas de Rio Grande do Norte e Acre.

Confira a reportagem completa de Gabrielly Frutuoso para a Rede Jangadeiro FM.