Mãe de dançarina assassinada revela que ex-namorado usou celular fingindo ser a filha


Mãe de dançarina assassinada revela que ex-namorado usou celular fingindo ser a filha

A última vez em que falou com Ana Carolina Vieira foi no domingo, por mensagens. “Não era mais a minha filha, era ele falando”, diz a mãe

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

6 de novembro de 2015 às 17:52

Há 3 anos
Ana Carolina era dançarina e havia participado do concurso bailarina do Faustão (FOTO: Reprodução/Facebook)

Ana Carolina era dançarina e havia participado do concurso bailarina do Faustão (FOTO: Reprodução/Facebook)

A mãe da dançarina cearense assassinada em São Paulo declarou que o ex-namorado da filha teria usado o celular fingindo ser a jovem. Segundo Antônia Vieira, a última vez em que falou com Ana Carolina Vieira foi no domingo (1º).

“Depois desse dia, eu continuei falando com ela, mas não era mais a minha filha, era ele falando comigo pelo Whatsapp, digitando fingindo ser ela”, lamenta.

A vítima, de 30 anos, teria sido morta na última segunda-feira (2), segundo o próprio suspeito, o ex-namorado Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, que acabou confessando o crime. O corpo da dançarina foi encontrado na manhã de quarta-feira (4), no apartamento em que morava, na Zona Sul. “Eu falando com ele, pensando que era ela. Mas, na verdade, a minha filha já estava morta”, conta a mãe.

Antônia Vieira acredita que o crime pode ter sido premeditado. De acordo com ela, o cearense teria chegado de surpresa em São Paulo, mas fingido que estaria retornando à Fortaleza. “Ele fez todo o itinerário como se tivesse voltando para Fortaleza, me passou mensagens, postou fotos dentro do avião, dentro do aeroporto. Me passou tranquilidade, quando, na realidade, nunca tinha saído de São Paulo”.

Segundo a mãe, o rapaz teria voltado ao apartamento da filha e cometido o crime. “A gente nunca acredita que uma pessoa tenha coragem de matar a outra, quando dizia que amava demais a minha filha. Mas ele premeditou tudo sim”.

Ciúmes

Ana Carolina e Anderson se conheceram em Fortaleza e namoraram por 1 ano e 8 meses. Entretanto, o rapaz demonstrou ciúmes excessivos da então namorada, de acordo com Antônia, desde a participação da cearense no concurso da nova bailarina do programa Faustão, na TV Globo.

“Ele demonstrou o lado possessivo no mês de agosto, depois de ela participar do quadro. Vieram muitos trabalhos, muitas fotos, mas ele não aprovava que ela fosse dançarina. Ele não participou de nada do concurso, não manifestou interesse nenhum”, explica. 

Anderson teria se tornado possessivo e violento, chegando a ligar cerca de 150 vezes vezes ao dia para Ana Carolina, que mudou o número do celular para evitar as ligações do suspeito. “Quando ela disse que não queria mais, aí ele passou a mostrar o lado violento. Ana Carolina acreditava demais nas pessoas; e, como gostava dele, acabava sendo persuadida”.

Confissão do crime

Ana Carolina foi encontrada morta na manhã de quarta, no apartamento em que morava, mas teria sido morta na última segunda-feira (2). A Polícia Civil paulista prendeu o ex-namorado suspeito do crime, que acabou confessando.

Os zeladores do prédio sentiram um cheiro forte vindo do 5º andar e foram até o apartamento verificar o que estava acontecendo. Ao chegar, tocaram a campainha, mas ninguém atendeu. Eles perceberam que a porta estava destravada, entraram e encontraram o corpo na cama do quarto.

Anderson, em entrevista ao SBT, confessou que assassinou a dançarina porque ela seria garota de programa. “Eu não vou deixar ele denegrir a imagem da minha filha. Ele agora está querendo se fazer de vítima”, finalizou a mãe da jovem.

 

Relembre as matérias do caso:

6 de novembro – Corpo de dançarina assassinada pelo ex-namorado será cremado em São Paulo

6 de novembro – Dançarina cearense presta homenagem à amiga assassinada pelo ex-namorado

6 de novembro – Donos de paleteria negam sociedade com assassino confesso de bailarina

6 de novembro – Facebook de ex-namorado de dançarina cearense recebe xingamentos após assassinato

5 de novembro – Mãe de dançarina morta revela que ex-namorado ficou muito ciumento após concurso de TV

5 de novembro – Ex-namorado de dançarina morta já destruiu elevador de prédio onde ela morava

5 de novembro – Dançarina cearense gravou áudio dias antes da morte por assédio do ex-namorado

5 de novembro – Ex-namorado de bailarina disse que a matou porque ela era garota de programa

4 de novembro – Dançarina cearense é encontrada morta em seu apartamento em São Paulo

Publicidade

Dê sua opinião

Mãe de dançarina assassinada revela que ex-namorado usou celular fingindo ser a filha

A última vez em que falou com Ana Carolina Vieira foi no domingo, por mensagens. “Não era mais a minha filha, era ele falando”, diz a mãe

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

6 de novembro de 2015 às 17:52

Há 3 anos
Ana Carolina era dançarina e havia participado do concurso bailarina do Faustão (FOTO: Reprodução/Facebook)

Ana Carolina era dançarina e havia participado do concurso bailarina do Faustão (FOTO: Reprodução/Facebook)

A mãe da dançarina cearense assassinada em São Paulo declarou que o ex-namorado da filha teria usado o celular fingindo ser a jovem. Segundo Antônia Vieira, a última vez em que falou com Ana Carolina Vieira foi no domingo (1º).

“Depois desse dia, eu continuei falando com ela, mas não era mais a minha filha, era ele falando comigo pelo Whatsapp, digitando fingindo ser ela”, lamenta.

A vítima, de 30 anos, teria sido morta na última segunda-feira (2), segundo o próprio suspeito, o ex-namorado Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, que acabou confessando o crime. O corpo da dançarina foi encontrado na manhã de quarta-feira (4), no apartamento em que morava, na Zona Sul. “Eu falando com ele, pensando que era ela. Mas, na verdade, a minha filha já estava morta”, conta a mãe.

Antônia Vieira acredita que o crime pode ter sido premeditado. De acordo com ela, o cearense teria chegado de surpresa em São Paulo, mas fingido que estaria retornando à Fortaleza. “Ele fez todo o itinerário como se tivesse voltando para Fortaleza, me passou mensagens, postou fotos dentro do avião, dentro do aeroporto. Me passou tranquilidade, quando, na realidade, nunca tinha saído de São Paulo”.

Segundo a mãe, o rapaz teria voltado ao apartamento da filha e cometido o crime. “A gente nunca acredita que uma pessoa tenha coragem de matar a outra, quando dizia que amava demais a minha filha. Mas ele premeditou tudo sim”.

Ciúmes

Ana Carolina e Anderson se conheceram em Fortaleza e namoraram por 1 ano e 8 meses. Entretanto, o rapaz demonstrou ciúmes excessivos da então namorada, de acordo com Antônia, desde a participação da cearense no concurso da nova bailarina do programa Faustão, na TV Globo.

“Ele demonstrou o lado possessivo no mês de agosto, depois de ela participar do quadro. Vieram muitos trabalhos, muitas fotos, mas ele não aprovava que ela fosse dançarina. Ele não participou de nada do concurso, não manifestou interesse nenhum”, explica. 

Anderson teria se tornado possessivo e violento, chegando a ligar cerca de 150 vezes vezes ao dia para Ana Carolina, que mudou o número do celular para evitar as ligações do suspeito. “Quando ela disse que não queria mais, aí ele passou a mostrar o lado violento. Ana Carolina acreditava demais nas pessoas; e, como gostava dele, acabava sendo persuadida”.

Confissão do crime

Ana Carolina foi encontrada morta na manhã de quarta, no apartamento em que morava, mas teria sido morta na última segunda-feira (2). A Polícia Civil paulista prendeu o ex-namorado suspeito do crime, que acabou confessando.

Os zeladores do prédio sentiram um cheiro forte vindo do 5º andar e foram até o apartamento verificar o que estava acontecendo. Ao chegar, tocaram a campainha, mas ninguém atendeu. Eles perceberam que a porta estava destravada, entraram e encontraram o corpo na cama do quarto.

Anderson, em entrevista ao SBT, confessou que assassinou a dançarina porque ela seria garota de programa. “Eu não vou deixar ele denegrir a imagem da minha filha. Ele agora está querendo se fazer de vítima”, finalizou a mãe da jovem.

 

Relembre as matérias do caso:

6 de novembro – Corpo de dançarina assassinada pelo ex-namorado será cremado em São Paulo

6 de novembro – Dançarina cearense presta homenagem à amiga assassinada pelo ex-namorado

6 de novembro – Donos de paleteria negam sociedade com assassino confesso de bailarina

6 de novembro – Facebook de ex-namorado de dançarina cearense recebe xingamentos após assassinato

5 de novembro – Mãe de dançarina morta revela que ex-namorado ficou muito ciumento após concurso de TV

5 de novembro – Ex-namorado de dançarina morta já destruiu elevador de prédio onde ela morava

5 de novembro – Dançarina cearense gravou áudio dias antes da morte por assédio do ex-namorado

5 de novembro – Ex-namorado de bailarina disse que a matou porque ela era garota de programa

4 de novembro – Dançarina cearense é encontrada morta em seu apartamento em São Paulo