Líderes do PCC tiveram os olhos furados com faca e os corpos queimados em execução

EMBOSCADA

Líderes do PCC tiveram os olhos furados com faca e os corpos queimados em execução

No local onde os criminosos foram mortos, em Aquiraz, é possível encontrar pedaços de roupas e marcas de helicóptero

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

20 de fevereiro de 2018 às 11:21

Há 1 ano

O local onde os criminosos foram mortos é rodeado por mata densa da reserva indígena (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

No local onde líderes da facção PCC foram mortos, ainda é possível encontrar vestígios do crime. A equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, retornou à cena do crime e encontrou pedaços de roupas queimados com marcas de sangue e recipientes.

A região em que os traficantes se encontravam era um campo aberto rodeado por uma mata densa de reserva indígena em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Rogério Geremias de Simone e Fabiano Alves de Sousa Paca foram mortos durante uma emboscada nesta quinta-feira (15).

No local onde os traficantes foram assassinados, é possível encontrar também rastros do helicóptero e uma garrafa pet. Acredita-se que o recipiente teria sido utilizado para armazenar o conteúdo inflamável para queimar os corpos.

Toda a ação aconteceu durante a noite desta quinta-feira (15), mas os corpos foram encontrados somente na sexta-feira (16) em estado de decomposição. Além das perfurações de balas, os criminosos tiveram os olhos perfurados com facas.

Um pedaço de uma roupa com marcas de sangue ainda se encontra no local (Foto: Reprodução/Barra Pesada)

Um morador da região, que optou por não se identificar, informou que a região é insegura devido à falta de policiamento e iluminação pública. “É um canto utilizado para se esconder, porque é cheio de mata e não tem iluminação pública”, ressalta o morador. Segundo ele, assaltos a casas e a pedestres próximo à reserva indígena são comuns.

Sepultamento 

Os corpos dos líderes do PCC devem ser liberados para embarcar com destino à cidade de São Paulo ainda nesta terça-feira (20), de acordo com uma fonte próximo à família que optou por não se identificar.

Segundo ele, por problemas de documentação, o traslado não pôde ser realizado nesta segunda (19). O sepultamento deve ocorrer no cemitério do Araçá, na capital paulista.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta terça-feira (20)

Acompanhe o caso

20/2 – Corpos de líderes do PCC devem embarcar para São Paulo nesta terça-feira

20/2 – “PCC é um cartel associado aos barões de cocaína da Bolívia”, afirma procurador de Justiça

19/2 – Líder do PCC morto no Ceará era acusado de chefiar o tráfico de drogas no Paraguai

19/2 – IML recebe esquema de segurança para evitar sequestro de corpos de líderes do PCC

19/2 – “Quem conquistar o Ceará conquista o Nordeste”, alerta ministro da Justiça sobre o crime organizado

18/2 – Governo Federal envia força-tarefa policial ao Ceará

18/2 – Lideranças do PCC teriam sido mortas em área indígena do Ceará

 

Publicidade

Dê sua opinião

EMBOSCADA

Líderes do PCC tiveram os olhos furados com faca e os corpos queimados em execução

No local onde os criminosos foram mortos, em Aquiraz, é possível encontrar pedaços de roupas e marcas de helicóptero

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

20 de fevereiro de 2018 às 11:21

Há 1 ano

O local onde os criminosos foram mortos é rodeado por mata densa da reserva indígena (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

No local onde líderes da facção PCC foram mortos, ainda é possível encontrar vestígios do crime. A equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, retornou à cena do crime e encontrou pedaços de roupas queimados com marcas de sangue e recipientes.

A região em que os traficantes se encontravam era um campo aberto rodeado por uma mata densa de reserva indígena em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Rogério Geremias de Simone e Fabiano Alves de Sousa Paca foram mortos durante uma emboscada nesta quinta-feira (15).

No local onde os traficantes foram assassinados, é possível encontrar também rastros do helicóptero e uma garrafa pet. Acredita-se que o recipiente teria sido utilizado para armazenar o conteúdo inflamável para queimar os corpos.

Toda a ação aconteceu durante a noite desta quinta-feira (15), mas os corpos foram encontrados somente na sexta-feira (16) em estado de decomposição. Além das perfurações de balas, os criminosos tiveram os olhos perfurados com facas.

Um pedaço de uma roupa com marcas de sangue ainda se encontra no local (Foto: Reprodução/Barra Pesada)

Um morador da região, que optou por não se identificar, informou que a região é insegura devido à falta de policiamento e iluminação pública. “É um canto utilizado para se esconder, porque é cheio de mata e não tem iluminação pública”, ressalta o morador. Segundo ele, assaltos a casas e a pedestres próximo à reserva indígena são comuns.

Sepultamento 

Os corpos dos líderes do PCC devem ser liberados para embarcar com destino à cidade de São Paulo ainda nesta terça-feira (20), de acordo com uma fonte próximo à família que optou por não se identificar.

Segundo ele, por problemas de documentação, o traslado não pôde ser realizado nesta segunda (19). O sepultamento deve ocorrer no cemitério do Araçá, na capital paulista.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta terça-feira (20)

Acompanhe o caso

20/2 – Corpos de líderes do PCC devem embarcar para São Paulo nesta terça-feira

20/2 – “PCC é um cartel associado aos barões de cocaína da Bolívia”, afirma procurador de Justiça

19/2 – Líder do PCC morto no Ceará era acusado de chefiar o tráfico de drogas no Paraguai

19/2 – IML recebe esquema de segurança para evitar sequestro de corpos de líderes do PCC

19/2 – “Quem conquistar o Ceará conquista o Nordeste”, alerta ministro da Justiça sobre o crime organizado

18/2 – Governo Federal envia força-tarefa policial ao Ceará

18/2 – Lideranças do PCC teriam sido mortas em área indígena do Ceará