Jovem que assassinou juiz aposentado no Cocó foge pela terceira vez

DE NOOOVO!

Jovem que assassinou juiz aposentado no Cocó foge pela terceira vez

O adolescente carrega um vasto histórico criminal, com 22 crimes desde os 10 anos de idade, um deles a morte de um juiz numa praça em Fortaleza

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

31 de agosto de 2017 às 09:47

Há 4 meses
O jovem estava no Centro Socioeducativo (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O jovem estava no Centro Socioeducativo (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O jovem que assassinou o juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques, de 77 anos, em março de 2016, na praça do Bairro Cocó, fugiu pela terceira vez. Ele estava no Centro Socioeducativo Cardeal Aluísio Lorscheider, no Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza.

Ele foi levado na última terça-feira (29) para uma audiência no Fórum Clóvis Beviláqua e conseguiu fugir quando retornava ao Centro Socieoducativo, quando o acusado pulou com o carro em movimento após conseguir retirar as algemas.

Agora, o acusado já tem 18 anos, tem um vasto histórico criminal com cerca de 22 procedimentos quando ainda era adolescente. Segundo informações da Polícia, ele comete delitos desde os 10 anos de idade e responde por porte ilegal de armas, tráfico de drogas, homicídio e latrocínio.

Em 6 de dezembro de 2016, tinha fugido novamente em menos de 24 horas depois de ser recapturado pela polícia. Antes disso, ele abrindo as algemas,  fugiu do complexo. O adolescente e outro interno do sistema socioeducativo teriam tentado assassinar um colega e foram levados para fazer exames na Perícia Forense. Durante o retorno, os dois conseguiram abrir as algemas e fugiram quando o carro parou.

Relembre o caso

Um juiz aposentado foi vítima de latrocínio na Praça Engenheiro Pedro Felipe Borges, na Rua Bento Albuquerque, no Bairro Cocó. A vítima se chamava Edvalson Florêncio Marques, de 77 anos.

Ele foi abordado por três adolescentes que exigiram o celular da vítima enquanto caminhava ao lado da esposa. Segundo a Polícia Militar, um deles efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a perna e a artéria da coxa. O magistrado aposentado recebeu o atendimento pelo Samu, contudo não resistiu ao ferimento e morreu ainda no local.

Na época, o delegado do 15º Distrito Policial, Hélio Marques, o primeiro adolescente apreendido confessou o crime e já confirmou a identificação dos outros dois que tiveram participação.

“Nós já identificamos os outros dois menores que participaram do crime, e esse adolescente que apreendemos já confessou e confirmou a identidade dos outros. Todos são menores de idade”, conta o delegado.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), informou na época que o adolescente suspeito de ter cometido o crime foi apreendido. O suspeito, que não teve o nome revelado, tem passagem pelo centro socioeducativo por roubo de veículo. Ainda conforme a secretaria, um dos adolescentes foragidos possui mais de 10 crimes cometidos.

Matérias relacionadas:

8 de março – Juiz é morto após ser roubado em praça no Cocó

9 de março – Adolescente que confessou morte de juiz em Fortaleza cometia crimes desde os 10 anos

10 de março – Familiares de jovens que mataram juiz sobrevivem do fruto de roubos, revela a Polícia

17 de março – Segundo adolescente suspeito de participar no latrocínio de juiz se apresenta à polícia

21 de março – 3º adolescente apreendido por morte de juiz diz que é preciso roubar e matar para sobreviver

1 de dezembro – Adolescente suspeito de matar juiz no Cocó foge de novo, agora após abrir algemas

6 de dezembro – Jovem suspeito de matar juiz no Cocó foge de novo, menos de 24h após ser recapturado

6 de dezembro – Jovem suspeito de matar juiz no Cocó é recapturado após assalto com escopeta de brinquedo

Publicidade

Dê sua opinião

DE NOOOVO!

Jovem que assassinou juiz aposentado no Cocó foge pela terceira vez

O adolescente carrega um vasto histórico criminal, com 22 crimes desde os 10 anos de idade, um deles a morte de um juiz numa praça em Fortaleza

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

31 de agosto de 2017 às 09:47

Há 4 meses
O jovem estava no Centro Socioeducativo (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O jovem estava no Centro Socioeducativo (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O jovem que assassinou o juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques, de 77 anos, em março de 2016, na praça do Bairro Cocó, fugiu pela terceira vez. Ele estava no Centro Socioeducativo Cardeal Aluísio Lorscheider, no Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza.

Ele foi levado na última terça-feira (29) para uma audiência no Fórum Clóvis Beviláqua e conseguiu fugir quando retornava ao Centro Socieoducativo, quando o acusado pulou com o carro em movimento após conseguir retirar as algemas.

Agora, o acusado já tem 18 anos, tem um vasto histórico criminal com cerca de 22 procedimentos quando ainda era adolescente. Segundo informações da Polícia, ele comete delitos desde os 10 anos de idade e responde por porte ilegal de armas, tráfico de drogas, homicídio e latrocínio.

Em 6 de dezembro de 2016, tinha fugido novamente em menos de 24 horas depois de ser recapturado pela polícia. Antes disso, ele abrindo as algemas,  fugiu do complexo. O adolescente e outro interno do sistema socioeducativo teriam tentado assassinar um colega e foram levados para fazer exames na Perícia Forense. Durante o retorno, os dois conseguiram abrir as algemas e fugiram quando o carro parou.

Relembre o caso

Um juiz aposentado foi vítima de latrocínio na Praça Engenheiro Pedro Felipe Borges, na Rua Bento Albuquerque, no Bairro Cocó. A vítima se chamava Edvalson Florêncio Marques, de 77 anos.

Ele foi abordado por três adolescentes que exigiram o celular da vítima enquanto caminhava ao lado da esposa. Segundo a Polícia Militar, um deles efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a perna e a artéria da coxa. O magistrado aposentado recebeu o atendimento pelo Samu, contudo não resistiu ao ferimento e morreu ainda no local.

Na época, o delegado do 15º Distrito Policial, Hélio Marques, o primeiro adolescente apreendido confessou o crime e já confirmou a identificação dos outros dois que tiveram participação.

“Nós já identificamos os outros dois menores que participaram do crime, e esse adolescente que apreendemos já confessou e confirmou a identidade dos outros. Todos são menores de idade”, conta o delegado.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), informou na época que o adolescente suspeito de ter cometido o crime foi apreendido. O suspeito, que não teve o nome revelado, tem passagem pelo centro socioeducativo por roubo de veículo. Ainda conforme a secretaria, um dos adolescentes foragidos possui mais de 10 crimes cometidos.

Matérias relacionadas:

8 de março – Juiz é morto após ser roubado em praça no Cocó

9 de março – Adolescente que confessou morte de juiz em Fortaleza cometia crimes desde os 10 anos

10 de março – Familiares de jovens que mataram juiz sobrevivem do fruto de roubos, revela a Polícia

17 de março – Segundo adolescente suspeito de participar no latrocínio de juiz se apresenta à polícia

21 de março – 3º adolescente apreendido por morte de juiz diz que é preciso roubar e matar para sobreviver

1 de dezembro – Adolescente suspeito de matar juiz no Cocó foge de novo, agora após abrir algemas

6 de dezembro – Jovem suspeito de matar juiz no Cocó foge de novo, menos de 24h após ser recapturado

6 de dezembro – Jovem suspeito de matar juiz no Cocó é recapturado após assalto com escopeta de brinquedo