Jovem acusado de suborno é solto e desabafa: "o guarda municipal só me deu aquela opção"

ENTREVISTA

Jovem acusado de suborno é solto e desabafa: “o guarda municipal só me deu aquela opção”

Apesar de não lembrar muito bem do momento em que foi preso, o universitário acredita que foi induzido pelos guardas

Por Gabriel Borges em Segurança Pública

31 de agosto de 2017 às 15:50

Há 3 meses

Jovem falou sobre o caso (FOTO: Reprodução Barra Pesada)

O jovem de 23 anos liberado no início da tarde desta quinta-feira (31), após passar três dias preso, falou pela primeira vez sobre o caso. Antônio Anderson foi detido acusado por agentes da Guarda Municipal de suborno.

O universitário agradeceu a cobertura do caso pela mídia e a ajuda da polícia. “Só tenho a agradecer a imprensa e a Polícia Civil”, disse.

O jovem tratou de esclarecer que não teve problemas com outros presos enquanto esteve na cadeia. “Eu estava preso com pessoas de pensão alimentícia, não eram pessoas de alta periculosidade, não era nenhum assaltante, nenhum estuprador. Eram pessoas que não pagaram a pensão”, revela. 

Apesar de não lembrar muito bem do momento em que foi preso, o motociclista acredita que foi induzido pelos guardas.“Eu admito que pedi ajuda, porque eu não queria pagar aquela conta de R$ 900. O meu veículo estava irregular por causa de uma multa que não fui eu quem tomei. Aconteceu um sinistro com essa moto, ela foi roubada. Eu não achava justo ter que pagar essa multa”, relata.

Antônio conta que foi levado a acreditar que aquela seria a sua única opção. “Eu não entendi como uma sugestão, entendi como uma saída. Era a opção que eu tinha, eu não queria pagar aquilo [a multa], e ele me deu aquela opção”.

O jovem não concorda com a maneira como foi abordado pelos guardas. “Sentimento de injustiça, mas graças a Deus passou e eu quero descansar minha cabeça. Daqui para frente quero me livrar de cadeia, pelo amor de Deus”, concluiu.

Confira o vídeo gravado pela equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Relembre o caso

O motociclista Antônio Anderson foi autuado em flagrante por agentes da Guarda Municipal na Avenida Francisco Sá, na Fortaleza, por oferecer R$ 150 para evitar o reboque de sua moto. O caso gerou polêmica devido a indícios de que os guardas municipais teriam induzido o rapaz a oferecer o dinheiro.

Os próprios guardas gravaram um vídeo da ocorrência e divulgaram em redes sociais. A Guarda Municipal de Fortaleza abriu uma sindicância e afastou os homens do cargo até que a investigação seja concluída.

Acompanhe a cobertura do caso:

31 de agosto – Polícia libera jovem acusado de tentativa de suborno a guarda municipais

Publicidade

Dê sua opinião

ENTREVISTA

Jovem acusado de suborno é solto e desabafa: “o guarda municipal só me deu aquela opção”

Apesar de não lembrar muito bem do momento em que foi preso, o universitário acredita que foi induzido pelos guardas

Por Gabriel Borges em Segurança Pública

31 de agosto de 2017 às 15:50

Há 3 meses

Jovem falou sobre o caso (FOTO: Reprodução Barra Pesada)

O jovem de 23 anos liberado no início da tarde desta quinta-feira (31), após passar três dias preso, falou pela primeira vez sobre o caso. Antônio Anderson foi detido acusado por agentes da Guarda Municipal de suborno.

O universitário agradeceu a cobertura do caso pela mídia e a ajuda da polícia. “Só tenho a agradecer a imprensa e a Polícia Civil”, disse.

O jovem tratou de esclarecer que não teve problemas com outros presos enquanto esteve na cadeia. “Eu estava preso com pessoas de pensão alimentícia, não eram pessoas de alta periculosidade, não era nenhum assaltante, nenhum estuprador. Eram pessoas que não pagaram a pensão”, revela. 

Apesar de não lembrar muito bem do momento em que foi preso, o motociclista acredita que foi induzido pelos guardas.“Eu admito que pedi ajuda, porque eu não queria pagar aquela conta de R$ 900. O meu veículo estava irregular por causa de uma multa que não fui eu quem tomei. Aconteceu um sinistro com essa moto, ela foi roubada. Eu não achava justo ter que pagar essa multa”, relata.

Antônio conta que foi levado a acreditar que aquela seria a sua única opção. “Eu não entendi como uma sugestão, entendi como uma saída. Era a opção que eu tinha, eu não queria pagar aquilo [a multa], e ele me deu aquela opção”.

O jovem não concorda com a maneira como foi abordado pelos guardas. “Sentimento de injustiça, mas graças a Deus passou e eu quero descansar minha cabeça. Daqui para frente quero me livrar de cadeia, pelo amor de Deus”, concluiu.

Confira o vídeo gravado pela equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Relembre o caso

O motociclista Antônio Anderson foi autuado em flagrante por agentes da Guarda Municipal na Avenida Francisco Sá, na Fortaleza, por oferecer R$ 150 para evitar o reboque de sua moto. O caso gerou polêmica devido a indícios de que os guardas municipais teriam induzido o rapaz a oferecer o dinheiro.

Os próprios guardas gravaram um vídeo da ocorrência e divulgaram em redes sociais. A Guarda Municipal de Fortaleza abriu uma sindicância e afastou os homens do cargo até que a investigação seja concluída.

Acompanhe a cobertura do caso:

31 de agosto – Polícia libera jovem acusado de tentativa de suborno a guarda municipais