Igreja nega agressão a homem e diz que ele entrou nu e que foi contido sem violência

ESCLARECIMENTO

Igreja nega agressão a homem e diz que ele entrou nu e que foi contido sem violência

A Igreja Universal do Reino de Deus encaminhou vídeo para esclarecer que a versão da família do homem é fantasiosa

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

26 de Abril de 2018 às 15:45

Há 8 meses
igreja, nu

Vídeo mostra homem entrando nu no prédio. (FOTO: Reprodução/Vídeo Igreja Universal)

A Igreja Universal do Reino de Deus se manifestou, por meio da assessoria de imprensa, sobre o caso em que familiares acusam pastores e seguranças do local de agressão, em Fortaleza. A nota oficial nega que o homem tenha sido agredido, e acusa ele de ter entrado nu e transtornado no prédio e de ter causado desordem.

O caso foi noticiado pelo programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, nesta quarta-feira (26), e republicado pelo Tribuna do Ceará. A família disse que o homem estaria pedindo ajuda para “tirar um espírito do corpo”, e que teria sido agredido sem motivo.

A igreja nega a versão de agressão, e apresenta um vídeo de 2min50 para endossar seu esclarecimento. Na gravação, que tem início do lado de fora da igreja, localizada no bairro João XXIII, o homem sai do carro pela janela e sobe no teto do veículo. Ele pula e parece gritar com alguém, enquanto o amigo e a companheira tentam acalmá-lo.

Depois, os dois homens entram na igreja. Alterado, o rapaz aparece como se estivesse gritando e depois tira a roupa. Ele dá um tapa em um dos dois seguranças que aparecem nas imagens. 

Os seguranças não reagiram, e tentam acalmar o rapaz. Ainda descontrolado, ele tira a roupa e fica nu. As pessoas pedem que ele se vista, mas o homem continua gritando. O amigo tenta impedi-lo de agredir outra pessoa, que deixa o local falando ao celular. Depois, o homem tenta agredir o próprio amigo e começa a chutar as cadeiras.

Foi aí que dois dos funcionários da igreja seguraram o rapaz e o imobilizaram no chão. O vídeo termina com essa ação.

Palavra da família

A família do homem reclama que o rapaz teve os pés e as mãos amarradas. Na ocasião, ele foi algemado e encaminhado para exame de corpo de delito, ainda como criminoso, e autuado por dano ao patrimônio. Exame constatou que o homem sofreu agressões, então ele acabou liberado pelo 10º Distrito Policial.

Veja a nota da Igreja Universal do Reino de Deus:

Com referência à reportagem exibida nesta quarta-feira (25) pelo “Programa Barra Pesada”, sobre uma ocorrência em um templo da Igreja Universal do Reino de Deus em Fortaleza, deploramos, com veemência, o tratamento dispensado pelo Jornalismo da TV Jangadeiro à Universal.

Vamos aos fatos:

1 – Exatamente às 14h43 do dia 24/4, um homem visivelmente transtornado saiu pela janela de um veículo estacionado em frente ao templo da Universal. Ele subiu no teto do carro, de onde gritou e gesticulou.
2 – Descontrolado, o homem entrou no templo da Universal e se despiu completamente.
3 – Pessoas presentes no local tentaram acalmá-lo.
4 – Quando o homem começou a se debater sobre as poltronas do templo, colocando em risco a própria integridade física, ele foi contido sem violência.
5 – A  Universal chamou as autoridades para que o homem fosse retirado do local em segurança.

O relato acima está baseado nas imagens de câmeras de segurança que seguem anexo. Não houve agressões. A história contada pela reportagem é completamente fantasiosa e um atentado ao Jornalismo, e não deveria ter sido exibida pela TV Jangadeiro. Solicitamos que estes esclarecimentos sejam exibidos com igual destaque e no mesmo horário da matéria veiculada. Também é necessário que se corrija o texto publicado no Tribuna do Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

ESCLARECIMENTO

Igreja nega agressão a homem e diz que ele entrou nu e que foi contido sem violência

A Igreja Universal do Reino de Deus encaminhou vídeo para esclarecer que a versão da família do homem é fantasiosa

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

26 de Abril de 2018 às 15:45

Há 8 meses
igreja, nu

Vídeo mostra homem entrando nu no prédio. (FOTO: Reprodução/Vídeo Igreja Universal)

A Igreja Universal do Reino de Deus se manifestou, por meio da assessoria de imprensa, sobre o caso em que familiares acusam pastores e seguranças do local de agressão, em Fortaleza. A nota oficial nega que o homem tenha sido agredido, e acusa ele de ter entrado nu e transtornado no prédio e de ter causado desordem.

O caso foi noticiado pelo programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, nesta quarta-feira (26), e republicado pelo Tribuna do Ceará. A família disse que o homem estaria pedindo ajuda para “tirar um espírito do corpo”, e que teria sido agredido sem motivo.

A igreja nega a versão de agressão, e apresenta um vídeo de 2min50 para endossar seu esclarecimento. Na gravação, que tem início do lado de fora da igreja, localizada no bairro João XXIII, o homem sai do carro pela janela e sobe no teto do veículo. Ele pula e parece gritar com alguém, enquanto o amigo e a companheira tentam acalmá-lo.

Depois, os dois homens entram na igreja. Alterado, o rapaz aparece como se estivesse gritando e depois tira a roupa. Ele dá um tapa em um dos dois seguranças que aparecem nas imagens. 

Os seguranças não reagiram, e tentam acalmar o rapaz. Ainda descontrolado, ele tira a roupa e fica nu. As pessoas pedem que ele se vista, mas o homem continua gritando. O amigo tenta impedi-lo de agredir outra pessoa, que deixa o local falando ao celular. Depois, o homem tenta agredir o próprio amigo e começa a chutar as cadeiras.

Foi aí que dois dos funcionários da igreja seguraram o rapaz e o imobilizaram no chão. O vídeo termina com essa ação.

Palavra da família

A família do homem reclama que o rapaz teve os pés e as mãos amarradas. Na ocasião, ele foi algemado e encaminhado para exame de corpo de delito, ainda como criminoso, e autuado por dano ao patrimônio. Exame constatou que o homem sofreu agressões, então ele acabou liberado pelo 10º Distrito Policial.

Veja a nota da Igreja Universal do Reino de Deus:

Com referência à reportagem exibida nesta quarta-feira (25) pelo “Programa Barra Pesada”, sobre uma ocorrência em um templo da Igreja Universal do Reino de Deus em Fortaleza, deploramos, com veemência, o tratamento dispensado pelo Jornalismo da TV Jangadeiro à Universal.

Vamos aos fatos:

1 – Exatamente às 14h43 do dia 24/4, um homem visivelmente transtornado saiu pela janela de um veículo estacionado em frente ao templo da Universal. Ele subiu no teto do carro, de onde gritou e gesticulou.
2 – Descontrolado, o homem entrou no templo da Universal e se despiu completamente.
3 – Pessoas presentes no local tentaram acalmá-lo.
4 – Quando o homem começou a se debater sobre as poltronas do templo, colocando em risco a própria integridade física, ele foi contido sem violência.
5 – A  Universal chamou as autoridades para que o homem fosse retirado do local em segurança.

O relato acima está baseado nas imagens de câmeras de segurança que seguem anexo. Não houve agressões. A história contada pela reportagem é completamente fantasiosa e um atentado ao Jornalismo, e não deveria ter sido exibida pela TV Jangadeiro. Solicitamos que estes esclarecimentos sejam exibidos com igual destaque e no mesmo horário da matéria veiculada. Também é necessário que se corrija o texto publicado no Tribuna do Ceará.