Após quatro anos, homem que atirou em via pública em vídeo ainda não foi julgado

PAPOCA, MENINO

Homem que gravou vídeo atirando em via pública ainda não foi julgado 4 anos depois

O caso aconteceu no mês de janeiro de 2014. No vídeo, Ronald David Teixeira de Lima aparece com uma arma na mão e realiza um disparo em via pública

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

10 de Janeiro de 2018 às 07:15

Há 9 meses

O caso aconteceu no mês de janeiro de 2014 (Foto: Reprodução)

O julgamento do homem que gravou vídeo atirando em via pública de Fortaleza foi adiado para o dia 29 de outubro às 15h. A nova data corresponde a mais de quatro anos do ocorrido.

Anteriormente, a audiência estava marcada para o dia 21 de julho de 2016. Entretanto, segundo o Tribunal de Justiça do Ceará, a audiência não aconteceu por falta de comparecimento das testemunhas de defesa.

O caso aconteceu no mês de janeiro de 2014, quando Ronald David Teixeira de Lima aparece com uma arma na mão e sem cinto de segurança. Ao ser veiculado nas redes sociais, o vídeo de 25 segundos atingiu grande repercussão.

No momento, o rapaz afirma que está “doido” e que “vai meter bala” em alguém. “Tô doido. Vou meter bala agora não sei quem. Bora simbora, menino. Papoca, menino”, diz Ronald David. O disparo aconteceu em rua residencial.

O rapaz foi preso e encaminhado à Divisão de Homicídios após quatro dias da publicação do vídeo. Segundo a polícia, Ronald deveria responder por porte ilegal de armas, apologia ao crime, embriaguez ao volante e disparo em via pública. Duas semanas detido, o rapaz conseguiu um alvará de soltura e foi liberado da delegacia.

Conforme o TJ/CE, o processo do rapaz ingressou no dia 17 de maio de 2014 na 1ª Vara Criminal, mas o julgamento foi marcado apenas para 21 de julho de 2016, às 13h30, no Fórum Clóvis Beviláqua.

Veja vídeo

Publicidade

Dê sua opinião

PAPOCA, MENINO

Homem que gravou vídeo atirando em via pública ainda não foi julgado 4 anos depois

O caso aconteceu no mês de janeiro de 2014. No vídeo, Ronald David Teixeira de Lima aparece com uma arma na mão e realiza um disparo em via pública

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

10 de Janeiro de 2018 às 07:15

Há 9 meses

O caso aconteceu no mês de janeiro de 2014 (Foto: Reprodução)

O julgamento do homem que gravou vídeo atirando em via pública de Fortaleza foi adiado para o dia 29 de outubro às 15h. A nova data corresponde a mais de quatro anos do ocorrido.

Anteriormente, a audiência estava marcada para o dia 21 de julho de 2016. Entretanto, segundo o Tribunal de Justiça do Ceará, a audiência não aconteceu por falta de comparecimento das testemunhas de defesa.

O caso aconteceu no mês de janeiro de 2014, quando Ronald David Teixeira de Lima aparece com uma arma na mão e sem cinto de segurança. Ao ser veiculado nas redes sociais, o vídeo de 25 segundos atingiu grande repercussão.

No momento, o rapaz afirma que está “doido” e que “vai meter bala” em alguém. “Tô doido. Vou meter bala agora não sei quem. Bora simbora, menino. Papoca, menino”, diz Ronald David. O disparo aconteceu em rua residencial.

O rapaz foi preso e encaminhado à Divisão de Homicídios após quatro dias da publicação do vídeo. Segundo a polícia, Ronald deveria responder por porte ilegal de armas, apologia ao crime, embriaguez ao volante e disparo em via pública. Duas semanas detido, o rapaz conseguiu um alvará de soltura e foi liberado da delegacia.

Conforme o TJ/CE, o processo do rapaz ingressou no dia 17 de maio de 2014 na 1ª Vara Criminal, mas o julgamento foi marcado apenas para 21 de julho de 2016, às 13h30, no Fórum Clóvis Beviláqua.

Veja vídeo