Homem é suspeito de atear fogo em casa e matar companheira e seus três filhos

TRAGÉDIA

Homem é suspeito de atear fogo em casa e matar companheira e seus três filhos

Companheiro da vítima é o principal suspeito de provocar o fogo. A Polícia realiza buscas na região, mas, até o momento, ele segue foragido

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

4 de dezembro de 2017 às 18:17

Há 2 semanas

Crianças de 10, 8 e 5 anos teriam sido as vítimas do crime, junto à mãe deles (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Uma mulher e três crianças foram mortas em um incêndio que atingiu a casa onde moravam, na localidade de Pai Mané, em Ipueiras, a 304 quilômetros de Fortaleza. O suspeito do suposto incêndio criminoso é o companheiro e padrasto das vítimas. O caso ocorreu por volta das 10h desta segunda-feira (4).

O fogo foi apagado pelos próprios moradores da região, de acordo com informações do Destacamento da Polícia Militar no Município. Em seguida, quatro corpos foram encontrados.

Somente após a perícia, a PM confirmará a identidade das vítimas, que não puderam ser reconhecidas devido às condições nas quais os corpos foram encontrados.

Oficialmente, a PM trata a família como desaparecida. A mulher tem 30 anos, e os filhos 10, 8 e 5 anos. A PM apurou que a Antônia ameaçava romper o relacionamento com o suspeito. Até o momento, ele não foi localizado pela Polícia, apesar das buscas.

Publicidade

Dê sua opinião

TRAGÉDIA

Homem é suspeito de atear fogo em casa e matar companheira e seus três filhos

Companheiro da vítima é o principal suspeito de provocar o fogo. A Polícia realiza buscas na região, mas, até o momento, ele segue foragido

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

4 de dezembro de 2017 às 18:17

Há 2 semanas

Crianças de 10, 8 e 5 anos teriam sido as vítimas do crime, junto à mãe deles (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Uma mulher e três crianças foram mortas em um incêndio que atingiu a casa onde moravam, na localidade de Pai Mané, em Ipueiras, a 304 quilômetros de Fortaleza. O suspeito do suposto incêndio criminoso é o companheiro e padrasto das vítimas. O caso ocorreu por volta das 10h desta segunda-feira (4).

O fogo foi apagado pelos próprios moradores da região, de acordo com informações do Destacamento da Polícia Militar no Município. Em seguida, quatro corpos foram encontrados.

Somente após a perícia, a PM confirmará a identidade das vítimas, que não puderam ser reconhecidas devido às condições nas quais os corpos foram encontrados.

Oficialmente, a PM trata a família como desaparecida. A mulher tem 30 anos, e os filhos 10, 8 e 5 anos. A PM apurou que a Antônia ameaçava romper o relacionamento com o suspeito. Até o momento, ele não foi localizado pela Polícia, apesar das buscas.