Guarda municipal é executado durante folga, dentro de casa, em Maracanaú

PERIGO

Guarda municipal é executado durante folga, dentro de casa, em Maracanaú

Morte ocorreu em Maracanaú, onde residia a vítima. A Divisão de Homicídios investiga o caso ainda sem motivação conhecida

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

15 de junho de 2018 às 11:38

Há 5 meses
upa

O agente de segurança foi levado para UPA da Pajuçara, mas não resistiu aos ferimentos. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Um funcionário da  Guarda Municipal da cidade de Acarape, a 61km de Fortaleza, foi morto na noite desta quinta-feira (14), após suposta invasão a sua residência. Identificado apenas como Silveira, o agente de segurança estava de folga quando foi executado na própria casa, no bairro Jardim Bandeirantes, em Maracanaú. A vítima também trabalhava como cabeleireiro.

O assassino teria invadido o local e efetuado os disparos. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. As informações são do Barra Pesada/TV Jangadeiro.

Conhecido por Silveira, o homem teria sido socorrido pelo irmão e levado à UPA da Pajuçara, em Maracanaú. No entanto, não resistiu aos tiros. Segundo vizinhos, a vítima morava no local há bastante tempo e era considerado uma boa pessoa.

Segundo familiares, o agente estava dentro de casa quando um homem, de aproximadamente 45 anos, chegou em uma motocicleta e perguntou se a moto do lado de fora da residência da vítima estava à venda. A esposa respondeu que não, mas o homem insistiu para que chamasse o marido dela. Daí, Silveira teria sido executado.

Outra versão seria de que o assassino teria invadido a residência e cometido o crime enquanto a vítima ainda dormia. Depois, teria saído rapidamente do local.

Além de familiares, o coordenador da Guarda Municipal e outros colegas estiveram na UPA para prestar solidariedade. No entanto, assim como os parentes, se negaram a dar entrevistas para não atrapalhar as investigações. O assassino teria subtraído um celular e, através dele, a Polícia espera rastrear a localização do autor do crime. O agente também era cabeleireiro e trabalhava como segurança na Ceasa.

Veja a matéria completa no Barra Pesada, às 12h10, na TV Jangadeiro/SBT.

Publicidade

Dê sua opinião

PERIGO

Guarda municipal é executado durante folga, dentro de casa, em Maracanaú

Morte ocorreu em Maracanaú, onde residia a vítima. A Divisão de Homicídios investiga o caso ainda sem motivação conhecida

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

15 de junho de 2018 às 11:38

Há 5 meses
upa

O agente de segurança foi levado para UPA da Pajuçara, mas não resistiu aos ferimentos. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Um funcionário da  Guarda Municipal da cidade de Acarape, a 61km de Fortaleza, foi morto na noite desta quinta-feira (14), após suposta invasão a sua residência. Identificado apenas como Silveira, o agente de segurança estava de folga quando foi executado na própria casa, no bairro Jardim Bandeirantes, em Maracanaú. A vítima também trabalhava como cabeleireiro.

O assassino teria invadido o local e efetuado os disparos. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. As informações são do Barra Pesada/TV Jangadeiro.

Conhecido por Silveira, o homem teria sido socorrido pelo irmão e levado à UPA da Pajuçara, em Maracanaú. No entanto, não resistiu aos tiros. Segundo vizinhos, a vítima morava no local há bastante tempo e era considerado uma boa pessoa.

Segundo familiares, o agente estava dentro de casa quando um homem, de aproximadamente 45 anos, chegou em uma motocicleta e perguntou se a moto do lado de fora da residência da vítima estava à venda. A esposa respondeu que não, mas o homem insistiu para que chamasse o marido dela. Daí, Silveira teria sido executado.

Outra versão seria de que o assassino teria invadido a residência e cometido o crime enquanto a vítima ainda dormia. Depois, teria saído rapidamente do local.

Além de familiares, o coordenador da Guarda Municipal e outros colegas estiveram na UPA para prestar solidariedade. No entanto, assim como os parentes, se negaram a dar entrevistas para não atrapalhar as investigações. O assassino teria subtraído um celular e, através dele, a Polícia espera rastrear a localização do autor do crime. O agente também era cabeleireiro e trabalhava como segurança na Ceasa.

Veja a matéria completa no Barra Pesada, às 12h10, na TV Jangadeiro/SBT.