Governo Federal envia força-tarefa policial ao Ceará

APOIO NACIONAL

Governo Federal envia força-tarefa policial ao Ceará

O objetivo do Governo Federal é dar apoio no combate ao crime organizado, tendo em vista os últimos acontecimentos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

18 de Fevereiro de 2018 às 16:52

Há 7 meses

Michel Temer determinou apoio federal ao Ceará (FOTO: Alan Santos/Presidência da República)

O presidente Michel Temer determinou o envio de uma força-tarefa policial ao Estado do Ceará, neste domingo (18). Segundo o Governo Federal, a decisão aconteceu após os últimos acontecimentos no estado.

O destacamento será composto por 36 homens, sendo 26 da Polícia Federal e 10 da Força Nacional de Segurança Pública, e será chefiado pelo almirante Alexandre Mota, secretário-adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, embarcará o grupo às 22h deste domingo, na Base Aérea de Brasília com destino a Fortaleza.

Após a chacina na Cajazeiras, ocorrida em janeiro de 2018, quando deixou 14 mortos, o governador Camilo Santana procurou o presidente para solicitar apoio federal. A assessoria do Governo do Estado confirmou que o apoio que vem é relacionado ao pedido que o Camilo tinha feito ao presidente.

No mesmo mês, apenas dois dias depois da chacina, um conflito entre facções criminosas resultou 10 mortos e seis feridos, segundo a Secretaria de Justiça. No último dia 15, lideranças do PCC teriam sido mortas também no Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

APOIO NACIONAL

Governo Federal envia força-tarefa policial ao Ceará

O objetivo do Governo Federal é dar apoio no combate ao crime organizado, tendo em vista os últimos acontecimentos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

18 de Fevereiro de 2018 às 16:52

Há 7 meses

Michel Temer determinou apoio federal ao Ceará (FOTO: Alan Santos/Presidência da República)

O presidente Michel Temer determinou o envio de uma força-tarefa policial ao Estado do Ceará, neste domingo (18). Segundo o Governo Federal, a decisão aconteceu após os últimos acontecimentos no estado.

O destacamento será composto por 36 homens, sendo 26 da Polícia Federal e 10 da Força Nacional de Segurança Pública, e será chefiado pelo almirante Alexandre Mota, secretário-adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, embarcará o grupo às 22h deste domingo, na Base Aérea de Brasília com destino a Fortaleza.

Após a chacina na Cajazeiras, ocorrida em janeiro de 2018, quando deixou 14 mortos, o governador Camilo Santana procurou o presidente para solicitar apoio federal. A assessoria do Governo do Estado confirmou que o apoio que vem é relacionado ao pedido que o Camilo tinha feito ao presidente.

No mesmo mês, apenas dois dias depois da chacina, um conflito entre facções criminosas resultou 10 mortos e seis feridos, segundo a Secretaria de Justiça. No último dia 15, lideranças do PCC teriam sido mortas também no Ceará.