Geladeira com livros compartilháveis é furtada após um dia de exposição no Benfica
VANDALISMO

Geladeira com livros compartilháveis é furtada após um dia de exposição no Benfica

No projeto que estimula a leitura usuários podem pegar livros, devolvê-los e doar exemplares

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

20 de maio de 2016 às 12:02

Há 11 meses
Equipamento foi instalado na Avenida 13 de Maio (FOTO: Facebook/Felipe Carvalho)

Equipamento foi instalado na Avenida 13 de Maio (FOTO: Facebook/Felipe Carvalho)

Uma geladeira com livros compartilháveis foi furtada após um dia de exposição. A instalação ocorreu na tarde da última quarta-feira (18), na Avenida 13 de Maio, próximo à Avenida da Universidade, no Bairro Benfica, em Fortaleza. Nesta quinta-feira (19), a geladeira foi levada, para a decepção dos idealizadores do projeto.

A ação faz parte de uma parceria do Instituto Politizar com o projeto Plantando O Bem. “Colocamos no Benfica, mas não ‘benficou’. O que chama a atenção é que fizemos uma estrutura de cimento no chão. A gente coloca o cimento na base para que não movimentem ela, não tirem do lugar, e também funciona como uma maneira de coibir o vandalismo; mas, mesmo assim, levaram a geladeira”, conta a idealizadora do Plantando O Bem, Lúcia Silveira.

Os participantes da iniciativa souberam do furto por meio das redes sociais. Em mensagem publicada no perfil do Facebook, os voluntários lamentam o ocorrido.

“Um projeto lindo, onde nos empenhamos em fazer algo significativo para a população. Mesmo tendo a consciência de que nossos direitos enquanto cidadãos não são assegurados pelo Estado, acreditamos que somente com a força do bem teremos condições de conquistar uma democracia de fato e não de fachada! Mas, para isso, toda a sociedade tem que estar articulada no mesmo propósito do bem comum e da criticidade”.

Segundo Lúcia, o episódio não interferirá na continuidade do projeto. Outra geladeira será instalada no local, repleta de livros obtidos graças à doação. O primeiro eletrodoméstico colocado na Avenida 13 de Maio foi deixado com 20 livros dentro. “Não vamos desistir. A ideia foi muito bem assimilada ali, soubemos que muita gente gostou, comentou e assimilou. Acreditamos que o exercício da cidadania tem que ser um investimento constante, até que seja assimilado por todos”, conclui.

Ainda não há data exata para instalação, mas Lúcia garante que já foi recebida uma nova doação de geladeira. “Imediatamente após a notícia, uma pessoa já doou uma geladeira para nós. Vamos avaliar de que forma colocaremos, com um pouco mais de segurança, mas não tão protegida assim. Porque as pessoas têm que entender que é um bem público”, complementa.

Projeto

A primeira geladeira reutilizada repleta de livros compartilháveis foi colocada na Avenida Washington Soares, próximo à Universidade de Fortaleza, em abril. O objetivo é estimular a leitura junto ao desejo de preservar o meio ambiente. Os usuários podem pegar livros, devolvê-los ao final da leitura e também doar exemplares. É bem fácil: basta abastecer a geladeira.

BIBLIOTECA COMPARTILHADA
1/3

BIBLIOTECA COMPARTILHADA

A instalação foi feita no dia 18 de maio, no Benfica (FOTO: Reprodução/Plantando o Bem)

BIBLIOTECA COMPARTILHADA
2/3

BIBLIOTECA COMPARTILHADA

A instalação foi feita no dia 18 de maio, no Benfica (FOTO: Reprodução/Plantando o Bem)

BIBLIOTECA COMPARTILHADA
3/3

BIBLIOTECA COMPARTILHADA

A instalação foi feita no dia 18 de maio, no Benfica (FOTO: Reprodução/Plantando o Bem)

Publicidade

Dê sua opinião

VANDALISMO

Geladeira com livros compartilháveis é furtada após um dia de exposição no Benfica

No projeto que estimula a leitura usuários podem pegar livros, devolvê-los e doar exemplares

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

20 de maio de 2016 às 12:02

Há 11 meses
Equipamento foi instalado na Avenida 13 de Maio (FOTO: Facebook/Felipe Carvalho)

Equipamento foi instalado na Avenida 13 de Maio (FOTO: Facebook/Felipe Carvalho)

Uma geladeira com livros compartilháveis foi furtada após um dia de exposição. A instalação ocorreu na tarde da última quarta-feira (18), na Avenida 13 de Maio, próximo à Avenida da Universidade, no Bairro Benfica, em Fortaleza. Nesta quinta-feira (19), a geladeira foi levada, para a decepção dos idealizadores do projeto.

A ação faz parte de uma parceria do Instituto Politizar com o projeto Plantando O Bem. “Colocamos no Benfica, mas não ‘benficou’. O que chama a atenção é que fizemos uma estrutura de cimento no chão. A gente coloca o cimento na base para que não movimentem ela, não tirem do lugar, e também funciona como uma maneira de coibir o vandalismo; mas, mesmo assim, levaram a geladeira”, conta a idealizadora do Plantando O Bem, Lúcia Silveira.

Os participantes da iniciativa souberam do furto por meio das redes sociais. Em mensagem publicada no perfil do Facebook, os voluntários lamentam o ocorrido.

“Um projeto lindo, onde nos empenhamos em fazer algo significativo para a população. Mesmo tendo a consciência de que nossos direitos enquanto cidadãos não são assegurados pelo Estado, acreditamos que somente com a força do bem teremos condições de conquistar uma democracia de fato e não de fachada! Mas, para isso, toda a sociedade tem que estar articulada no mesmo propósito do bem comum e da criticidade”.

Segundo Lúcia, o episódio não interferirá na continuidade do projeto. Outra geladeira será instalada no local, repleta de livros obtidos graças à doação. O primeiro eletrodoméstico colocado na Avenida 13 de Maio foi deixado com 20 livros dentro. “Não vamos desistir. A ideia foi muito bem assimilada ali, soubemos que muita gente gostou, comentou e assimilou. Acreditamos que o exercício da cidadania tem que ser um investimento constante, até que seja assimilado por todos”, conclui.

Ainda não há data exata para instalação, mas Lúcia garante que já foi recebida uma nova doação de geladeira. “Imediatamente após a notícia, uma pessoa já doou uma geladeira para nós. Vamos avaliar de que forma colocaremos, com um pouco mais de segurança, mas não tão protegida assim. Porque as pessoas têm que entender que é um bem público”, complementa.

Projeto

A primeira geladeira reutilizada repleta de livros compartilháveis foi colocada na Avenida Washington Soares, próximo à Universidade de Fortaleza, em abril. O objetivo é estimular a leitura junto ao desejo de preservar o meio ambiente. Os usuários podem pegar livros, devolvê-los ao final da leitura e também doar exemplares. É bem fácil: basta abastecer a geladeira.

BIBLIOTECA COMPARTILHADA
1/3

BIBLIOTECA COMPARTILHADA

A instalação foi feita no dia 18 de maio, no Benfica (FOTO: Reprodução/Plantando o Bem)

BIBLIOTECA COMPARTILHADA
2/3

BIBLIOTECA COMPARTILHADA

A instalação foi feita no dia 18 de maio, no Benfica (FOTO: Reprodução/Plantando o Bem)

BIBLIOTECA COMPARTILHADA
3/3

BIBLIOTECA COMPARTILHADA

A instalação foi feita no dia 18 de maio, no Benfica (FOTO: Reprodução/Plantando o Bem)