Fortaleza já registrou em 2017 quase o dobro de assassinatos ocorridos no ano passado

VIOLÊNCIA

Fortaleza já registrou em 2017 quase o dobro de assassinatos ocorridos no ano passado

Foram contabilizados 1.800 crimes do tipo entre janeiro e novembro deste ano na capital. Ao todo, o Ceará já registrou 4.681 assassinatos somente neste ano

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

15 de dezembro de 2017 às 18:26

Há 10 meses

Ano de 2017 é o mais violento já registrado no Ceará (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Até dezembro deste ano, Fortaleza registrou 1.800 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O número é quase o dobro do contabilizado no mesmo período em 2016. Naquele ano, haviam sido mortas 920 pessoas, ou seja, 95% a menos que em 2017.

Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (15), em entrevista coletiva realizada pela SSPDS. Conforme a pasta, o Ceará já registrou 4681 neste ano, até 31 de novembro, o que faz de 2017 o ano mais violento já registrado no Estado, conforme adiantado por Tribuna do Ceará. O número é 51,6% maior que o registrado em 2016, quando 3087 pessoas foram vítimas de CVLIs.

Na comparação entre novembro deste ano e o do ano passado, o maior aumento no número de CVLIs foi registrado nos municípios que compõem a Grande Fortaleza. Ali, o aumento foi de 100%: saiu de 62 para 124. O único território do Estado que não registrou aumento nesse período foi o Interior Sul, que apresentou os mesmos 86 assassinatos registrados em novembro de 2016.

Ao todo, no Ceará, esse aumento foi de 57,7%, saindo de 298 para 470. São 46 crimes a menos que o registrado em outubro último, o mês mais violento da história do Estado.

CVLIs englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

Publicidade

Dê sua opinião

VIOLÊNCIA

Fortaleza já registrou em 2017 quase o dobro de assassinatos ocorridos no ano passado

Foram contabilizados 1.800 crimes do tipo entre janeiro e novembro deste ano na capital. Ao todo, o Ceará já registrou 4.681 assassinatos somente neste ano

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

15 de dezembro de 2017 às 18:26

Há 10 meses

Ano de 2017 é o mais violento já registrado no Ceará (FOTO: Reprodução/Barra Pesada)

Até dezembro deste ano, Fortaleza registrou 1.800 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O número é quase o dobro do contabilizado no mesmo período em 2016. Naquele ano, haviam sido mortas 920 pessoas, ou seja, 95% a menos que em 2017.

Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (15), em entrevista coletiva realizada pela SSPDS. Conforme a pasta, o Ceará já registrou 4681 neste ano, até 31 de novembro, o que faz de 2017 o ano mais violento já registrado no Estado, conforme adiantado por Tribuna do Ceará. O número é 51,6% maior que o registrado em 2016, quando 3087 pessoas foram vítimas de CVLIs.

Na comparação entre novembro deste ano e o do ano passado, o maior aumento no número de CVLIs foi registrado nos municípios que compõem a Grande Fortaleza. Ali, o aumento foi de 100%: saiu de 62 para 124. O único território do Estado que não registrou aumento nesse período foi o Interior Sul, que apresentou os mesmos 86 assassinatos registrados em novembro de 2016.

Ao todo, no Ceará, esse aumento foi de 57,7%, saindo de 298 para 470. São 46 crimes a menos que o registrado em outubro último, o mês mais violento da história do Estado.

CVLIs englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.