Empresária fecha loja de coxinhas em Fortaleza por trauma após assalto

REFLEXO DA VIOLÊNCIA

Empresária fecha loja de coxinhas em Fortaleza por trauma após assalto

O caso repercutiu porque o bandido chegou a ligar o ar condicionado e fritar as coxinhas para levá-las quentinhas

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

4 de agosto de 2017 às 06:45

Há 4 meses
A loja foi fechada por tempo indeterminado (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A loja foi fechada por tempo indeterminado (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Duas semanas após sofrer um assalto dentro da loja de salgados, em que o ladrão entrou, ligou o ar-condicionado e ainda fritou coxinhas, a proprietária traumatizada resolveu fechar o comércio, localizado no Bairro Parquelândia, em Fortaleza.

Sem querer se identificar, a empresária afirma que infelizmente optou por fechar a loja e rescindir o contrato com a funcionária que trabalha com ela. “Pelo menos por tempo indeterminado eu ficarei com a loja fechada. Ainda estou pensando se volto ou não”, relata a vítima.

Ela não saiu do ramo de salgadinhos, continua fazendo seus quitutes, mas de outra forma. “Não saí do ramo totalmente e continuo trabalhando sim, mas apenas por encomenda, como fazia antes que tinha a loja. A loja está fechada, mas meu trabalho continua”, relata a vítima.

A empresária reitera que, além de ter furtado muitas coisas da loja, ela se revolta quando lembra a bagunça que o homem fez e a audácia de ter comido dentro do comércio. “Foi muito triste, ele deixou tudo bagunçado, comeu as coisas, sujou tudo, refrigerante aberto, sem falar de tudo que roubou”, lamenta.

Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança. Uma televisão, um aparelho de DVD, um ventilador, a gaveta do caixa e salgadinhos foram levados pelo criminoso. Além de furtar itens do local, ainda parou para fritar e comer as coxinhas no estabelecimento.

Relembre a ação do assaltante:

Publicidade

Dê sua opinião

REFLEXO DA VIOLÊNCIA

Empresária fecha loja de coxinhas em Fortaleza por trauma após assalto

O caso repercutiu porque o bandido chegou a ligar o ar condicionado e fritar as coxinhas para levá-las quentinhas

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

4 de agosto de 2017 às 06:45

Há 4 meses
A loja foi fechada por tempo indeterminado (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A loja foi fechada por tempo indeterminado (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Duas semanas após sofrer um assalto dentro da loja de salgados, em que o ladrão entrou, ligou o ar-condicionado e ainda fritou coxinhas, a proprietária traumatizada resolveu fechar o comércio, localizado no Bairro Parquelândia, em Fortaleza.

Sem querer se identificar, a empresária afirma que infelizmente optou por fechar a loja e rescindir o contrato com a funcionária que trabalha com ela. “Pelo menos por tempo indeterminado eu ficarei com a loja fechada. Ainda estou pensando se volto ou não”, relata a vítima.

Ela não saiu do ramo de salgadinhos, continua fazendo seus quitutes, mas de outra forma. “Não saí do ramo totalmente e continuo trabalhando sim, mas apenas por encomenda, como fazia antes que tinha a loja. A loja está fechada, mas meu trabalho continua”, relata a vítima.

A empresária reitera que, além de ter furtado muitas coisas da loja, ela se revolta quando lembra a bagunça que o homem fez e a audácia de ter comido dentro do comércio. “Foi muito triste, ele deixou tudo bagunçado, comeu as coisas, sujou tudo, refrigerante aberto, sem falar de tudo que roubou”, lamenta.

Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança. Uma televisão, um aparelho de DVD, um ventilador, a gaveta do caixa e salgadinhos foram levados pelo criminoso. Além de furtar itens do local, ainda parou para fritar e comer as coxinhas no estabelecimento.

Relembre a ação do assaltante: