Ele foi pagar uma conta em lotérica de Fortaleza e não voltou para casa
VÍTIMA DA VIOLÊNCIA

Ele foi pagar uma conta em lotérica de Fortaleza e não voltou para casa

José Ribeiro Sousa, de 54 anos, estava em lotérica dentro de supermercado quando se viu no meio de troca de tiros entre bandidos e policiais

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

13 de julho de 2017 às 09:22

Há 2 meses

O velório aconteceu na casa da vítima, localizada no bairro Parque Santa Rosa (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O corpo da vítima do confronto entre vigilantes de carro-forte, policiais civis e bandidos em lotérica no bairro Parque São José, em Fortaleza, foi velado na tarde desta quarta-feira (12).

José Ribeiro Sousa, 54 anos, estava na lotérica dentro de um supermercado pagando contas quando foi atingindo pelos disparos e morreu no local.

Amigos e vizinhos de José Ribeiro informaram ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, que José Ribeiro era muito querido no bairro e lamentaram o ocorrido.

O velório aconteceu na casa da vítima, localizada no Parque Santa Rosa, bairro vizinho. Além da morte de Ribeiro, outros três suspeitos foram atingidos pelos disparos.

O crime

Policiais civis surpreenderam um grupo de criminosos e impediram o roubo ao carro-forte na noite desta terça-feira (11). A equipe dos oficiais ficaram de campana em frente ao supermercado à espera da ação dos criminosos. Durante o confronto, quatro pessoas ficaram feridas: dois vigilantes, um cliente e o titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Villarinho.

Os outros suspeitos do crime conseguiram fugir e ainda não foram localizados. De acordo com a polícia, o grupo estava portando um fuzil modelo AK-47 para a ação e andava em dois carros: um Toyota Corolla e um Volkswagen Santana.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não informou detalhes do estado das vítimas dos disparos, mas sinalizou que o delegado está bem e não corre risco de morrer.

Na última quarta-feira (12), o Tribuna do Ceará mostrou um vídeo em que mostra clientes e funcionários do supermercados aflitos durante um confronto. As pessoas tentavam se proteger no fim do estabelecimento. No som das imagens, é possível ver uma mulher gritando a cada disparos.

 

 

Publicidade

Dê sua opinião

VÍTIMA DA VIOLÊNCIA

Ele foi pagar uma conta em lotérica de Fortaleza e não voltou para casa

José Ribeiro Sousa, de 54 anos, estava em lotérica dentro de supermercado quando se viu no meio de troca de tiros entre bandidos e policiais

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

13 de julho de 2017 às 09:22

Há 2 meses

O velório aconteceu na casa da vítima, localizada no bairro Parque Santa Rosa (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O corpo da vítima do confronto entre vigilantes de carro-forte, policiais civis e bandidos em lotérica no bairro Parque São José, em Fortaleza, foi velado na tarde desta quarta-feira (12).

José Ribeiro Sousa, 54 anos, estava na lotérica dentro de um supermercado pagando contas quando foi atingindo pelos disparos e morreu no local.

Amigos e vizinhos de José Ribeiro informaram ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, que José Ribeiro era muito querido no bairro e lamentaram o ocorrido.

O velório aconteceu na casa da vítima, localizada no Parque Santa Rosa, bairro vizinho. Além da morte de Ribeiro, outros três suspeitos foram atingidos pelos disparos.

O crime

Policiais civis surpreenderam um grupo de criminosos e impediram o roubo ao carro-forte na noite desta terça-feira (11). A equipe dos oficiais ficaram de campana em frente ao supermercado à espera da ação dos criminosos. Durante o confronto, quatro pessoas ficaram feridas: dois vigilantes, um cliente e o titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Villarinho.

Os outros suspeitos do crime conseguiram fugir e ainda não foram localizados. De acordo com a polícia, o grupo estava portando um fuzil modelo AK-47 para a ação e andava em dois carros: um Toyota Corolla e um Volkswagen Santana.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não informou detalhes do estado das vítimas dos disparos, mas sinalizou que o delegado está bem e não corre risco de morrer.

Na última quarta-feira (12), o Tribuna do Ceará mostrou um vídeo em que mostra clientes e funcionários do supermercados aflitos durante um confronto. As pessoas tentavam se proteger no fim do estabelecimento. No som das imagens, é possível ver uma mulher gritando a cada disparos.