Defensoria Pública vai pedir indenização às famílias das vítimas da Chacina das Cajazeiras

DESAMPARO

Defensoria Pública vai pedir indenização às famílias das vítimas da Chacina das Cajazeiras

As famílias dos presos mortos na cadeia de Itapajé, nesta semana, também receberão apoio dos advogados da Defensoria

Por Crisneive Silveira em Segurança Pública

1 de Fevereiro de 2018 às 14:00

Há 10 meses
Chacina de 18 pessoas, neste sábado (27), foi a maior na história do Ceará (FOTO: Eumar Lima/TV Jangadeiro)

Sobreviventes e familiares da Chacina das Cajazeiras e da matança de Itapajé receberão apoio da Defensoria Pública. (FOTO: Eumar Lima/TV Jangadeiro)

As famílias das vítimas da Chacina das Cajazeiras e dos presos mortos em Itapajé vão receber auxílio da Defensoria Pública, que pretende entrar com ações na Justiça contra o Estado para que sejam indenizados. Além disso, vão garantir apoio psicológico e todo o apoio jurídico.

De acordo com a defensora Gina Moura, a decisão foi tomada após visitas aos familiares dos detentos mortos na cadeia pública na última segunda-feira.

“O foco da Defensoria Pública é a pessoa, da vítima e seus familiares. A preocupação é saber, num primeiro momento, se essas pessoas estão bem no ponto de vista físico e mental. Estamos nos articulando internamente para que essa assistência seja feita no município, que seja prestada de forma igualmente plena inclusive, no que diz respeito às ações indenizatórias”, explicou a defensora.

Dez presos foram assassinados em uma briga de facções no último dia 29 de janeiro. Os crimes aconteceram na Cadeia Pública de Itapajé, que mantinha 113 detentos, mas tinha capacidade apenas para 25. Depois da chacina, 44 presos foram transferidos para o Complexo Penitenciário de Itaitinga.

A Defensoria Pública também está atuando para garantir os direitos dos sobreviventes e dos familiares das vítimas da Chacina das Cajazeiras, oferecendo apoio psicológico e jurídico.

“A gente mobiliza uma equipe psicosocial que vai ao encontro dessas pessoas e tenta agir em articulação com toda a rede de serviços do município e do estado que possa prestar assistência a essas pessoas. Num segundo momento, a gente procura fazer um esclarecimento dos direitos que essas pessoas têm, e aí a gente mobiliza todos os setores da defensoria, seja assistência jurídica ou outros setores ”, disse a defensora.

A Chacina das Cajazeiras ocorreu no sábado, quando 14 pessoas foram assassinadas a tiros em uma casa de forró do bairro.

Confira a reportagem de Juliana Marques, da Rádio Tribuna BandNews FM:

Acompanhe o caso:

1/2 – Você se sente seguro em Fortaleza? De 10 entrevistados, todos disseram “não”

31/1 – Casa de shows onde aconteceu chacina tem o nome retirado da fachada

31/1 – Casa de show onde ocorreu chacina pode ser fechada por crime ambiental, avisa delegado

31/1 – Mãe de vendedora de lanches morta em chacina já havia perdido outros 2 filhos

30/1 – Temer aprova criação de grupo especializado da PF para combater crime organizado no Ceará

30/1 – Manifestantes bloqueiam BR-116 de novo e prometem que protesto vai durar 18 dias

30/1 – Secretaria da Justiça identifica responsáveis pelo massacre em cadeia de Itapajé

30/1 – Facções ganharam força no Ceará nos últimos 5 anos, reconhece chefe de gabinete do Governo

30/1 – Média diária de homicídios já supera a marca de 2017, ano que registrou recorde no Ceará

30/1 – Secretário de Segurança descarta entregar o cargo: “De forma alguma!”

29/1 – Senador Tasso Jereissati afirma que “as autoridades devem assumir suas responsabilidade”, sobre violência no Ceará

29/1 – Moradores bloqueiam BR-116 com fogo em manifestação após maior chacina no Ceará

29/1 – Sete homens são presos com armas em velório de vítima da Chacina das Cajazeiras

29/1 – “Facções parecem não acreditar que exista governo”, comenta Nonato Albuquerque

29/1 – Jornal Jangadeiro mostra todos os detalhes da chacina em Fortaleza; confira na íntegra

29/1 – Mais um ministro rebate críticas de Camilo: “Quem não tem competência, que não se estabeleça”

29/1 – 50% dos 5 mil mortos em 2017 faziam parte de facções, aponta secretário de Segurança

29/1 – Grande Fortaleza teve fim de semana mais violento do ano, com pelo menos 47 assassinatos

29/1 – “Governos não pedem apoio federal por questão política”, diz ministro da Justiça após fala de Camilo

29/1 – Garota de 19 anos havia ido comprar lanche quando foi morta em chacina

29/1 – 8 dos 14 mortos em chacina tinham até 25 anos. Veja os nomes das vítimas

28/1 – Cinco suspeitos de chacina já foram identificados, anuncia Camilo Santana

28/1 – “Preto e pobre vira estatística quando morre”, lamenta sobrinha de vendedor morto em chacina

28/1 – “Violência no Ceará não é caso isolado”, afirma sociólogo após maior chacina no estado

27/1 – Mãe da vendedora de lanches morta em chacina decide doar órgãos

27/1 – Motorista de Uber levava passageiro quando foi atingido por tiros na Chacina das Cajazeiras

27/1 – Facção assume autoria de Chacina das Cajazeiras; Facção rival promete revanche

27/1 – Sobrevivente detalha momentos de terror durante maior chacina do Ceará

27/1 – Preso o 1º suspeito de chacina que deixou pelo menos 14 mortos em Fortaleza

27/1 – “Não há motivo para pânico”, declara secretário da Segurança Pública após maior chacina no Ceará

27/1 – Número de homicídios no Ceará saltou 545% nos últimos 20 anos

27/1 – Presidente do Sinpol culpa Governo por chacina: “Governo negou existência de facções por muito tempo”

27/1 – Chacina das Cajazeiras deixa pelo menos 14 mortos durante festa

Publicidade

Dê sua opinião

DESAMPARO

Defensoria Pública vai pedir indenização às famílias das vítimas da Chacina das Cajazeiras

As famílias dos presos mortos na cadeia de Itapajé, nesta semana, também receberão apoio dos advogados da Defensoria

Por Crisneive Silveira em Segurança Pública

1 de Fevereiro de 2018 às 14:00

Há 10 meses
Chacina de 18 pessoas, neste sábado (27), foi a maior na história do Ceará (FOTO: Eumar Lima/TV Jangadeiro)

Sobreviventes e familiares da Chacina das Cajazeiras e da matança de Itapajé receberão apoio da Defensoria Pública. (FOTO: Eumar Lima/TV Jangadeiro)

As famílias das vítimas da Chacina das Cajazeiras e dos presos mortos em Itapajé vão receber auxílio da Defensoria Pública, que pretende entrar com ações na Justiça contra o Estado para que sejam indenizados. Além disso, vão garantir apoio psicológico e todo o apoio jurídico.

De acordo com a defensora Gina Moura, a decisão foi tomada após visitas aos familiares dos detentos mortos na cadeia pública na última segunda-feira.

“O foco da Defensoria Pública é a pessoa, da vítima e seus familiares. A preocupação é saber, num primeiro momento, se essas pessoas estão bem no ponto de vista físico e mental. Estamos nos articulando internamente para que essa assistência seja feita no município, que seja prestada de forma igualmente plena inclusive, no que diz respeito às ações indenizatórias”, explicou a defensora.

Dez presos foram assassinados em uma briga de facções no último dia 29 de janeiro. Os crimes aconteceram na Cadeia Pública de Itapajé, que mantinha 113 detentos, mas tinha capacidade apenas para 25. Depois da chacina, 44 presos foram transferidos para o Complexo Penitenciário de Itaitinga.

A Defensoria Pública também está atuando para garantir os direitos dos sobreviventes e dos familiares das vítimas da Chacina das Cajazeiras, oferecendo apoio psicológico e jurídico.

“A gente mobiliza uma equipe psicosocial que vai ao encontro dessas pessoas e tenta agir em articulação com toda a rede de serviços do município e do estado que possa prestar assistência a essas pessoas. Num segundo momento, a gente procura fazer um esclarecimento dos direitos que essas pessoas têm, e aí a gente mobiliza todos os setores da defensoria, seja assistência jurídica ou outros setores ”, disse a defensora.

A Chacina das Cajazeiras ocorreu no sábado, quando 14 pessoas foram assassinadas a tiros em uma casa de forró do bairro.

Confira a reportagem de Juliana Marques, da Rádio Tribuna BandNews FM:

Acompanhe o caso:

1/2 – Você se sente seguro em Fortaleza? De 10 entrevistados, todos disseram “não”

31/1 – Casa de shows onde aconteceu chacina tem o nome retirado da fachada

31/1 – Casa de show onde ocorreu chacina pode ser fechada por crime ambiental, avisa delegado

31/1 – Mãe de vendedora de lanches morta em chacina já havia perdido outros 2 filhos

30/1 – Temer aprova criação de grupo especializado da PF para combater crime organizado no Ceará

30/1 – Manifestantes bloqueiam BR-116 de novo e prometem que protesto vai durar 18 dias

30/1 – Secretaria da Justiça identifica responsáveis pelo massacre em cadeia de Itapajé

30/1 – Facções ganharam força no Ceará nos últimos 5 anos, reconhece chefe de gabinete do Governo

30/1 – Média diária de homicídios já supera a marca de 2017, ano que registrou recorde no Ceará

30/1 – Secretário de Segurança descarta entregar o cargo: “De forma alguma!”

29/1 – Senador Tasso Jereissati afirma que “as autoridades devem assumir suas responsabilidade”, sobre violência no Ceará

29/1 – Moradores bloqueiam BR-116 com fogo em manifestação após maior chacina no Ceará

29/1 – Sete homens são presos com armas em velório de vítima da Chacina das Cajazeiras

29/1 – “Facções parecem não acreditar que exista governo”, comenta Nonato Albuquerque

29/1 – Jornal Jangadeiro mostra todos os detalhes da chacina em Fortaleza; confira na íntegra

29/1 – Mais um ministro rebate críticas de Camilo: “Quem não tem competência, que não se estabeleça”

29/1 – 50% dos 5 mil mortos em 2017 faziam parte de facções, aponta secretário de Segurança

29/1 – Grande Fortaleza teve fim de semana mais violento do ano, com pelo menos 47 assassinatos

29/1 – “Governos não pedem apoio federal por questão política”, diz ministro da Justiça após fala de Camilo

29/1 – Garota de 19 anos havia ido comprar lanche quando foi morta em chacina

29/1 – 8 dos 14 mortos em chacina tinham até 25 anos. Veja os nomes das vítimas

28/1 – Cinco suspeitos de chacina já foram identificados, anuncia Camilo Santana

28/1 – “Preto e pobre vira estatística quando morre”, lamenta sobrinha de vendedor morto em chacina

28/1 – “Violência no Ceará não é caso isolado”, afirma sociólogo após maior chacina no estado

27/1 – Mãe da vendedora de lanches morta em chacina decide doar órgãos

27/1 – Motorista de Uber levava passageiro quando foi atingido por tiros na Chacina das Cajazeiras

27/1 – Facção assume autoria de Chacina das Cajazeiras; Facção rival promete revanche

27/1 – Sobrevivente detalha momentos de terror durante maior chacina do Ceará

27/1 – Preso o 1º suspeito de chacina que deixou pelo menos 14 mortos em Fortaleza

27/1 – “Não há motivo para pânico”, declara secretário da Segurança Pública após maior chacina no Ceará

27/1 – Número de homicídios no Ceará saltou 545% nos últimos 20 anos

27/1 – Presidente do Sinpol culpa Governo por chacina: “Governo negou existência de facções por muito tempo”

27/1 – Chacina das Cajazeiras deixa pelo menos 14 mortos durante festa