Criança expulsa de casa por facção escreve carta pedindo a Deus para voltar a morar no local

COMOVENTE

Criança expulsa de casa por facção escreve carta pedindo a Deus para voltar a morar no local

Cinco famílias foram expulsas de casa há um ano, no bairro Canindezinho, em Fortaleza, e agora pediram ajuda a polícia para poder retomar a posse

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

13 de dezembro de 2018 às 12:05

Há 6 meses
criança, carta

Criança escreve carta pedindo para voltar a morar na própria casa, invadida por facção. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Há um ano,  cinco famílias foram expulsas de suas casas por facções criminosas no bairro Canindezinho, em Fortaleza. Muitas delas ainda vivem o trauma. Tanto que uma das crianças, de apenas 10 anos, chegou a escrever uma carta para Deus pedindo para voltar ao local onde morava.

As residências foram ocupadas por outras famílias e até criminosos, que faziam o local de ponto de drogas. A informação é do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Na carta, a criança faz um apelo a Deus e diz estar sofrendo por não morar mais no local, nem frequentar a antiga escola. Ela também fez um desenho do imóvel.

“Por que, Deus, minha casa tá na mão de bandido? Eu sofro. Meu Deus, eu nunca mais vou ser feliz na minha casa grande? Deus, dê uma oportunidade para voltar para minha casa e meu colégio, por favor. Eu amo minha casa”, escreve a criança, de 10 anos, expulsa de casa por facções criminosas.

Os proprietários registraram Boletim de Ocorrência na época e, desta vez, acionaram a polícia, que prendeu um suspeito nesta quarta-feira (12). Os casos ocorreram na rua Luzia Pereira da Costa. Felipe “Guabiru” estava em uma das casas, portando droga, quando foi abordado pelos agentes de segurança. A mãe da criança conta que a família foi expulsa há um ano e desabafa.

“Fiz B.O. e achei esse papel aqui. Minha filha escreveu que queria voltar para casa, mas não podia. Eles disseram que a gente tinha que sair. A gente saiu porque tinha medo de ficar, né? Fui morar em outro local. Vivo trancada em casa, só vou deixar e buscar meus filhos no colégio. Meu marido é pedreiro, comprei o terreno, ele construiu e eu que era a servente. Não foi duma hora pra outra que fiz essa casa pra perder para pilantra”, desabafou a mãe da criança.

A casa ficou um tempo fechada, mas a mulher soube que o imóvel havia sido invadido e acionou a polícia. O local estava sendo usado como ponto de drogas.

“O Felipe Guabiru estaria aqui com indivíduos da GDE na tentativa de dominar a área com o tráfico. Viemos até o local. São várias casas. Muitos deles correram, mas o Felipe não percebeu nossa chegada e foi flagrado traficando, de posse de droga. Aqui nós não vamos permitir que as facções expulsem moradores”, disse o policial Rodrigo Miaggi.

Também nesta semana, uma família foi expulsa de casa por nove bandidos, no bairro Conjunto Palmeiras. Poucas horas depois, os suspeitos foram presos. Ao todo, já foram 19 pessoas envolvidas neste tipo de crime capturadas pelos agentes de segurança.

Veja matéria do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

http://mais.uol.com.br/view/16582276

Publicidade

Dê sua opinião

COMOVENTE

Criança expulsa de casa por facção escreve carta pedindo a Deus para voltar a morar no local

Cinco famílias foram expulsas de casa há um ano, no bairro Canindezinho, em Fortaleza, e agora pediram ajuda a polícia para poder retomar a posse

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

13 de dezembro de 2018 às 12:05

Há 6 meses
criança, carta

Criança escreve carta pedindo para voltar a morar na própria casa, invadida por facção. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Há um ano,  cinco famílias foram expulsas de suas casas por facções criminosas no bairro Canindezinho, em Fortaleza. Muitas delas ainda vivem o trauma. Tanto que uma das crianças, de apenas 10 anos, chegou a escrever uma carta para Deus pedindo para voltar ao local onde morava.

As residências foram ocupadas por outras famílias e até criminosos, que faziam o local de ponto de drogas. A informação é do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Na carta, a criança faz um apelo a Deus e diz estar sofrendo por não morar mais no local, nem frequentar a antiga escola. Ela também fez um desenho do imóvel.

“Por que, Deus, minha casa tá na mão de bandido? Eu sofro. Meu Deus, eu nunca mais vou ser feliz na minha casa grande? Deus, dê uma oportunidade para voltar para minha casa e meu colégio, por favor. Eu amo minha casa”, escreve a criança, de 10 anos, expulsa de casa por facções criminosas.

Os proprietários registraram Boletim de Ocorrência na época e, desta vez, acionaram a polícia, que prendeu um suspeito nesta quarta-feira (12). Os casos ocorreram na rua Luzia Pereira da Costa. Felipe “Guabiru” estava em uma das casas, portando droga, quando foi abordado pelos agentes de segurança. A mãe da criança conta que a família foi expulsa há um ano e desabafa.

“Fiz B.O. e achei esse papel aqui. Minha filha escreveu que queria voltar para casa, mas não podia. Eles disseram que a gente tinha que sair. A gente saiu porque tinha medo de ficar, né? Fui morar em outro local. Vivo trancada em casa, só vou deixar e buscar meus filhos no colégio. Meu marido é pedreiro, comprei o terreno, ele construiu e eu que era a servente. Não foi duma hora pra outra que fiz essa casa pra perder para pilantra”, desabafou a mãe da criança.

A casa ficou um tempo fechada, mas a mulher soube que o imóvel havia sido invadido e acionou a polícia. O local estava sendo usado como ponto de drogas.

“O Felipe Guabiru estaria aqui com indivíduos da GDE na tentativa de dominar a área com o tráfico. Viemos até o local. São várias casas. Muitos deles correram, mas o Felipe não percebeu nossa chegada e foi flagrado traficando, de posse de droga. Aqui nós não vamos permitir que as facções expulsem moradores”, disse o policial Rodrigo Miaggi.

Também nesta semana, uma família foi expulsa de casa por nove bandidos, no bairro Conjunto Palmeiras. Poucas horas depois, os suspeitos foram presos. Ao todo, já foram 19 pessoas envolvidas neste tipo de crime capturadas pelos agentes de segurança.

Veja matéria do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

http://mais.uol.com.br/view/16582276