Corpo deixado na entrada do IJF foi jogado por comparsas

AUDÁCIA

Corpo de criminoso deixado na entrada do IJF foi jogado por comparsas, diz polícia

A entrada do IJF foi palco de uma cena inacreditável: homens pararam carro e arremessaram o corpo de um homem com 5 perfurações a bala

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

26 de julho de 2016 às 10:46

Há 3 anos
Corpo foi abandonado na entrada do hospital (FOTO: Arquivo/Tribuna do Ceará)

Corpo foi abandonado na entrada do hospital (FOTO: Arquivo/Tribuna do Ceará)

O corpo abandonado na entrada do Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, era do suspeito de um crime e foi jogado pelos próprios comparsas, na tarde desta segunda-feira (25). O caso chamou atenção pela audácia dos criminosos.

Segundo a Polícia Civil do Ceará, a ação aconteceu após tiroteio registrado no cruzamento das Ruas Vasco da Gama com Desembargador Praxedes, no Bairro Damas, que resultou em dois homens mortos e uma mulher ferida. “Os suspeitos chegaram em um veículo de cor cinza e efetuaram disparos contra um casal de irmãos que estava em uma oficinal mecânica. Houve troca de tiros, e um dos ocupantes do carro também foi lesionado”, explica a nota.

Os irmãos, ambos com antecedentes criminais, foram socorridos no IJF, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu. O outro homem ferido, um dos autores do crime, foi levado pelos comparsas ao IJF na intenção de receber socorro.

No entanto, ele foi deixado no asfalto, já sem vida, na entrada do hospital, com acesso pelo cruzamento das Ruas Senador Pompeu e Antônio Pompeu, no Centro da cidade. Conforme a Perícia Forense, o homem possuía cinco perfurações de arma de fogo. Com o corpo, foram encontrados R$ 380.

“O carro utilizado no delito foi apreendido pela polícia. O veículo, com queixa de roubo, foi abandonado na Rua Apolo, no Bairro Damas. Há suspeitas de que três pessoas estavam no automóvel e que, após o abandonarem, fugiram em outro carro que dava apoio. As investigações sobre o caso prosseguem no intuito de identificar os envolvidos bem como de apurar a motivação do crime”, concluiu a nota. O Instituto Doutor José Frota é o maior hospital de urgência e emergência do Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

AUDÁCIA

Corpo de criminoso deixado na entrada do IJF foi jogado por comparsas, diz polícia

A entrada do IJF foi palco de uma cena inacreditável: homens pararam carro e arremessaram o corpo de um homem com 5 perfurações a bala

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

26 de julho de 2016 às 10:46

Há 3 anos
Corpo foi abandonado na entrada do hospital (FOTO: Arquivo/Tribuna do Ceará)

Corpo foi abandonado na entrada do hospital (FOTO: Arquivo/Tribuna do Ceará)

O corpo abandonado na entrada do Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, era do suspeito de um crime e foi jogado pelos próprios comparsas, na tarde desta segunda-feira (25). O caso chamou atenção pela audácia dos criminosos.

Segundo a Polícia Civil do Ceará, a ação aconteceu após tiroteio registrado no cruzamento das Ruas Vasco da Gama com Desembargador Praxedes, no Bairro Damas, que resultou em dois homens mortos e uma mulher ferida. “Os suspeitos chegaram em um veículo de cor cinza e efetuaram disparos contra um casal de irmãos que estava em uma oficinal mecânica. Houve troca de tiros, e um dos ocupantes do carro também foi lesionado”, explica a nota.

Os irmãos, ambos com antecedentes criminais, foram socorridos no IJF, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu. O outro homem ferido, um dos autores do crime, foi levado pelos comparsas ao IJF na intenção de receber socorro.

No entanto, ele foi deixado no asfalto, já sem vida, na entrada do hospital, com acesso pelo cruzamento das Ruas Senador Pompeu e Antônio Pompeu, no Centro da cidade. Conforme a Perícia Forense, o homem possuía cinco perfurações de arma de fogo. Com o corpo, foram encontrados R$ 380.

“O carro utilizado no delito foi apreendido pela polícia. O veículo, com queixa de roubo, foi abandonado na Rua Apolo, no Bairro Damas. Há suspeitas de que três pessoas estavam no automóvel e que, após o abandonarem, fugiram em outro carro que dava apoio. As investigações sobre o caso prosseguem no intuito de identificar os envolvidos bem como de apurar a motivação do crime”, concluiu a nota. O Instituto Doutor José Frota é o maior hospital de urgência e emergência do Ceará.