Bandidos são condenados por morte de ciclista atropelado durante fuga em carro roubado

JUSTIÇA FOI CÉLERE

Bandidos são condenados por morte de ciclista atropelado durante fuga em carro roubado

Ao fugir da Polícia, há um ano, os acusados atropelaram e mataram um ciclista na subida da ponte da Barra do Ceará

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

7 de novembro de 2018 às 10:06

Há 1 semana
justiça

Justiça condenou acusados por morte de ciclista. (FOTO: Freepik)

Os réus Duart Alexandre Cordeiro da Silva e Brenno Richard Alves Feitosa foram condenados pelo homicídio do ciclista José Marciano dos Santos Castro e por crimes conexos. O crime ocorreu em 7 de outubro de 2017 quando, em fuga, eles atropelaram a vítima.

O julgamento foi realizado na última quinta-feira (31), no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, apenas um ano e 24 dias depois do homicídio. O processo está incluído no Programa Tempo de Justiça, cuja finalidade é que os casos sejam concluídos (julgados) no prazo médio de um ano.

As penas foram de 22 anos, 5 meses e 3 dias de reclusão (para Duart) e de 20 anos, 5 meses e 3 dias de reclusão (no caso de Brenno). Os jurados aceitaram todas as teses do Ministério Público: homicídio duplamente qualificado (com dolo eventual); roubos (em número de dois) e corrupção de menores.

A sessão foi presidida pelo juiz Eli Gonçalves Junior. A acusação ficou a cargo do promotor de Justiça Marcus Renan Palácio e a defesa contou com a defensora pública Paloma Machado Moreira. O julgamento ocorreu das 10h às 17h55.

Consta nos autos (nº 0175407-82.2017.8.06.0001) que, no dia 7 de outubro de 2017, os acusados, junto a dois adolescentes, subtraíram, mediante grave ameaça exercida por simulacro de arma de fogo, um veículo, um relógio e um anel de duas vítimas. Em seguida, utilizando-se do veículo, abordaram outra vítima e roubaram, do mesmo modo, sua bolsa e dois celulares.

Após isso, conduzindo o veículo em desobediência a uma ordem de parada no trânsito (determinada por autoridade policial), eles empreenderam fuga com excessiva velocidade e atropelaram o ciclista na subida da ponte que liga a Barra do Ceará a Caucaia. A vítima morreu no local.

Publicidade

Dê sua opinião

JUSTIÇA FOI CÉLERE

Bandidos são condenados por morte de ciclista atropelado durante fuga em carro roubado

Ao fugir da Polícia, há um ano, os acusados atropelaram e mataram um ciclista na subida da ponte da Barra do Ceará

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

7 de novembro de 2018 às 10:06

Há 1 semana
justiça

Justiça condenou acusados por morte de ciclista. (FOTO: Freepik)

Os réus Duart Alexandre Cordeiro da Silva e Brenno Richard Alves Feitosa foram condenados pelo homicídio do ciclista José Marciano dos Santos Castro e por crimes conexos. O crime ocorreu em 7 de outubro de 2017 quando, em fuga, eles atropelaram a vítima.

O julgamento foi realizado na última quinta-feira (31), no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, apenas um ano e 24 dias depois do homicídio. O processo está incluído no Programa Tempo de Justiça, cuja finalidade é que os casos sejam concluídos (julgados) no prazo médio de um ano.

As penas foram de 22 anos, 5 meses e 3 dias de reclusão (para Duart) e de 20 anos, 5 meses e 3 dias de reclusão (no caso de Brenno). Os jurados aceitaram todas as teses do Ministério Público: homicídio duplamente qualificado (com dolo eventual); roubos (em número de dois) e corrupção de menores.

A sessão foi presidida pelo juiz Eli Gonçalves Junior. A acusação ficou a cargo do promotor de Justiça Marcus Renan Palácio e a defesa contou com a defensora pública Paloma Machado Moreira. O julgamento ocorreu das 10h às 17h55.

Consta nos autos (nº 0175407-82.2017.8.06.0001) que, no dia 7 de outubro de 2017, os acusados, junto a dois adolescentes, subtraíram, mediante grave ameaça exercida por simulacro de arma de fogo, um veículo, um relógio e um anel de duas vítimas. Em seguida, utilizando-se do veículo, abordaram outra vítima e roubaram, do mesmo modo, sua bolsa e dois celulares.

Após isso, conduzindo o veículo em desobediência a uma ordem de parada no trânsito (determinada por autoridade policial), eles empreenderam fuga com excessiva velocidade e atropelaram o ciclista na subida da ponte que liga a Barra do Ceará a Caucaia. A vítima morreu no local.