Agricultor é morto com mais de 160 tiros em São João do Jaguaribe

EXECUÇÃO SUMÁRIA

Agricultor é morto com mais de 160 tiros em São João do Jaguaribe

A vítima, de 56 anos, não tinha antecedentes criminais. Ao lado dele foram encontradas 166 cápsulas de três armas

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

20 de novembro de 2017 às 11:51

Há 2 meses

As cápsulas apreendidas pela Polícia no local do crime: três calibres diferentes (FOTO: Enviado por leitor via Whatsapp)

Um homem de 56 anos foi assassinado a tiros, na noite dessa sexta-feira (17), no sítio Várzea Alegre, localidade da Zona Rural de São João do Jaguaribe, a 218 quilômetros de Fortaleza.

No local do crime, a Polícia Militar encontrou 166 cápsulas, de três armas diferentes: 28 de escopeta calibre 12 e três de pistola calibre 380 e 135 de pistola calibre .40.

A vítima foi identificada como Francisco Maciel Chaves, agricultor residente na mesma localidade onde o crime aconteceu. Moradores da região informaram à PM terem visto que os executores estavam em dois carros, um modelo Toyota Corolla, de cor preta; e outro, uma caminhonete Toyota Hilux, prata. Eles estavam encapuzados e usavam colete balístico.

Conforme relatório do 1º Batalhão da PM, Francisco Maciel não tinha antecedentes criminais. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Publicidade

Dê sua opinião

EXECUÇÃO SUMÁRIA

Agricultor é morto com mais de 160 tiros em São João do Jaguaribe

A vítima, de 56 anos, não tinha antecedentes criminais. Ao lado dele foram encontradas 166 cápsulas de três armas

Por Lucas Barbosa em Segurança Pública

20 de novembro de 2017 às 11:51

Há 2 meses

As cápsulas apreendidas pela Polícia no local do crime: três calibres diferentes (FOTO: Enviado por leitor via Whatsapp)

Um homem de 56 anos foi assassinado a tiros, na noite dessa sexta-feira (17), no sítio Várzea Alegre, localidade da Zona Rural de São João do Jaguaribe, a 218 quilômetros de Fortaleza.

No local do crime, a Polícia Militar encontrou 166 cápsulas, de três armas diferentes: 28 de escopeta calibre 12 e três de pistola calibre 380 e 135 de pistola calibre .40.

A vítima foi identificada como Francisco Maciel Chaves, agricultor residente na mesma localidade onde o crime aconteceu. Moradores da região informaram à PM terem visto que os executores estavam em dois carros, um modelo Toyota Corolla, de cor preta; e outro, uma caminhonete Toyota Hilux, prata. Eles estavam encapuzados e usavam colete balístico.

Conforme relatório do 1º Batalhão da PM, Francisco Maciel não tinha antecedentes criminais. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.