Agosto tem queda em número de homicídios no Ceará, mas mortes já ultrapassam 3 mil em 2018

CRIMES NO CEARÁ

Agosto tem queda em número de homicídios no Ceará, mas mortes já ultrapassam 3 mil em 2018

Mesmo com essa redução de homicídios na Capital e Interior Sul de 11,3%, o Ceará já registra mais de 3 mil homicídios este ano

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

5 de setembro de 2018 às 16:42

Há 8 meses
Crimes violentos tiveram uma redução em Fortaleza (FOTO: Reprodução)

Crimes violentos tiveram uma redução em Fortaleza (FOTO: Reprodução)

O número de homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza e Interior Norte cresceu no acumulado de janeiro a agosto desse ano se comparado ao mesmo período de 2017. Na RMF, o crescimento foi de 5,8%; e, no interior, de 23%, segundo dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nesta quarta-feira (5).

Na Região Metropolitana, foram 846 mortes violentas este ano, contra 800 homicídios que aconteceram no período de 2017. Já no Interior Norte, o número era de 539 ano passado e subiu para 663 em 2018.

Fortaleza registrou redução no número dos homicídios em 17,6%. Nos oito primeiros meses do ano, foram 1.037 crimes contra 1.258 do mesmo período de 2017. No Interior Sul do estado, também houve queda de 11,3%. Este ano, foram 564 mortes, contra 636.

Mesmo com a redução na capital e interior sul de 11,3%, o Ceará já registra 3.110 homicídios este ano.

Capital mais violenta do País

No dia 9 de agosto, foram divulgados dados alarmantes pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O número de homicídios dolosos foram duplicados de 2016 para 2017. Segundo o levantamento, 1.931 assassinatos foram registrados em 2017, enquanto, em 2016, a capital cearense contabilizou 965 casos. O crescimento de 98% colocou Fortaleza em 1º lugar do ranking de homicídio doloso, tornando-se a cidade mais violenta do País.  

De acordo com o Fórum, Fortaleza “ganha” com “folga” da cidade do Rio de Janeiro. A capital carioca ocupa o segundo lugar no ranking com 1.492 homicídios, uma diferença de 439 casos. Apesar do alto número, o crescimento registrado no Rio corresponde a 12%, enquanto em Fortaleza a variação foi de 98,8%, a maior de todas as capitais brasileiras. Logo depois vem a cidade de Salvador e Manaus, com 1.325 e 961 casos de homicídio doloso, respectivamente.

O aumento expressivo também foi registrado em Fortaleza nos casos de mortes violentas letais (MVI). De acordo com os dados, de 2016 a 2017, o número de MVI cresceu 94%. A capital cearense fica atrás apenas da cidade do Rio de Janeiro na lista. Entretanto, ao contrário dos casos de homicídio doloso, a diferença entre as capitais é de 100 assassinatos.

Publicidade

Dê sua opinião

CRIMES NO CEARÁ

Agosto tem queda em número de homicídios no Ceará, mas mortes já ultrapassam 3 mil em 2018

Mesmo com essa redução de homicídios na Capital e Interior Sul de 11,3%, o Ceará já registra mais de 3 mil homicídios este ano

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

5 de setembro de 2018 às 16:42

Há 8 meses
Crimes violentos tiveram uma redução em Fortaleza (FOTO: Reprodução)

Crimes violentos tiveram uma redução em Fortaleza (FOTO: Reprodução)

O número de homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza e Interior Norte cresceu no acumulado de janeiro a agosto desse ano se comparado ao mesmo período de 2017. Na RMF, o crescimento foi de 5,8%; e, no interior, de 23%, segundo dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nesta quarta-feira (5).

Na Região Metropolitana, foram 846 mortes violentas este ano, contra 800 homicídios que aconteceram no período de 2017. Já no Interior Norte, o número era de 539 ano passado e subiu para 663 em 2018.

Fortaleza registrou redução no número dos homicídios em 17,6%. Nos oito primeiros meses do ano, foram 1.037 crimes contra 1.258 do mesmo período de 2017. No Interior Sul do estado, também houve queda de 11,3%. Este ano, foram 564 mortes, contra 636.

Mesmo com a redução na capital e interior sul de 11,3%, o Ceará já registra 3.110 homicídios este ano.

Capital mais violenta do País

No dia 9 de agosto, foram divulgados dados alarmantes pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O número de homicídios dolosos foram duplicados de 2016 para 2017. Segundo o levantamento, 1.931 assassinatos foram registrados em 2017, enquanto, em 2016, a capital cearense contabilizou 965 casos. O crescimento de 98% colocou Fortaleza em 1º lugar do ranking de homicídio doloso, tornando-se a cidade mais violenta do País.  

De acordo com o Fórum, Fortaleza “ganha” com “folga” da cidade do Rio de Janeiro. A capital carioca ocupa o segundo lugar no ranking com 1.492 homicídios, uma diferença de 439 casos. Apesar do alto número, o crescimento registrado no Rio corresponde a 12%, enquanto em Fortaleza a variação foi de 98,8%, a maior de todas as capitais brasileiras. Logo depois vem a cidade de Salvador e Manaus, com 1.325 e 961 casos de homicídio doloso, respectivamente.

O aumento expressivo também foi registrado em Fortaleza nos casos de mortes violentas letais (MVI). De acordo com os dados, de 2016 a 2017, o número de MVI cresceu 94%. A capital cearense fica atrás apenas da cidade do Rio de Janeiro na lista. Entretanto, ao contrário dos casos de homicídio doloso, a diferença entre as capitais é de 100 assassinatos.