Adolescentes ateiam fogo em ônibus em Fortaleza. Motivo seria a morte de bandido em ação policial
INSEGURANÇA

Adolescentes ateiam fogo em ônibus em Fortaleza. Motivo seria a morte de bandido em ação policial

Ação aconteceu nesta terça-feira. Caso pode ter sido resposta pela morte de um jovem infrator do Bairro Jardim Iracema

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

4 de janeiro de 2017 às 08:40

Há 7 meses

Ônibus foi incendiando no início da noite desta terça-feira (FOTO: Reprodução)

Um coletivo da linha Álvaro Weyne/Centro – 112 foi incendiado durante a noite desta terça-feira (3), no Bairro Jardim Iracema, em Fortaleza.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos 15 homens subiram no coletivo na Rua Amor Perfeito e, após dobrar na Rua Álvaro Garrido, os homens mandaram todos os passageiros descer do coletivo e atearam fogo. Contudo, ninguém ficou ferido com a ação.

Em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, policiais informaram que os homens que participaram do incêndio ao coletivo são adolescentes. “Temos a informação de que todas as pessoas que atearam fogo no ônibus são menores de idade”.

Para o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro-CE), Sérgio Barbosa, a queima do ônibus será um enorme prejuízo para a população. “Viemos aqui para ver se todos os passageiros, o motorista e o cobrados estavam bem. Ainda bem que ninguém se machucou e foi apenas danos materiais. Contudo, essa ação deve ser um grande prejuízo para a população, que ficará sem um transporte coletivo nesta linha”, ressaltou. 

O representante do Sintro-CE alertou que o coletivo era um dos responsáveis da linha por transportar deficientes físicos. “Os deficientes físicos também deverão ser bastante prejudicados, já que o ônibus era um dos que possuía todo o aparato para atender os cadeirantes. São poucos os carros que possuem esse tipo de equipamento”, detalhou.

Possível motivador

Conforme apurado pelo Tribuna do Ceará, o caso teria acontecido em decorrência da morte de um jovem de 17 anos durante a tarde de ontem. Contudo, segundo o Tenente Coronel Solonildo, responsável pela segurança na região, o caso ainda deverá ser investigado.

“Ainda não podemos confirmar se a morte do jovem à tarde tem relação com o incêndio, mas as investigações da polícia devem apontar o motivador dessa ação. Infelizmente o jovem que morreu durante uma troca de tiro já possuía passagem pela polícia por roubo e, durante uma tentativa de assalto, infelizmente, acabou sofrendo as consequências do mundo do crime”, explicou.

O adolescente morto, que não teve o nome divulgado, já tinha cometido diversos assaltos no Jardim Iracema. De acordo com a polícia, o adolescente estava fazendo assaltos em paradas de ônibus do bairro, quando foi surpreendido pelo Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Ao tentar sacar uma arma, que depois foi identificada como uma arma de brinquedo, os policiais atiraram e mataram o jovem.

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
1/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução)

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
2/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução)

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
3/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro/SBT)

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
4/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro/SBT)

 

Publicidade

Dê sua opinião

INSEGURANÇA

Adolescentes ateiam fogo em ônibus em Fortaleza. Motivo seria a morte de bandido em ação policial

Ação aconteceu nesta terça-feira. Caso pode ter sido resposta pela morte de um jovem infrator do Bairro Jardim Iracema

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

4 de janeiro de 2017 às 08:40

Há 7 meses

Ônibus foi incendiando no início da noite desta terça-feira (FOTO: Reprodução)

Um coletivo da linha Álvaro Weyne/Centro – 112 foi incendiado durante a noite desta terça-feira (3), no Bairro Jardim Iracema, em Fortaleza.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos 15 homens subiram no coletivo na Rua Amor Perfeito e, após dobrar na Rua Álvaro Garrido, os homens mandaram todos os passageiros descer do coletivo e atearam fogo. Contudo, ninguém ficou ferido com a ação.

Em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, policiais informaram que os homens que participaram do incêndio ao coletivo são adolescentes. “Temos a informação de que todas as pessoas que atearam fogo no ônibus são menores de idade”.

Para o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro-CE), Sérgio Barbosa, a queima do ônibus será um enorme prejuízo para a população. “Viemos aqui para ver se todos os passageiros, o motorista e o cobrados estavam bem. Ainda bem que ninguém se machucou e foi apenas danos materiais. Contudo, essa ação deve ser um grande prejuízo para a população, que ficará sem um transporte coletivo nesta linha”, ressaltou. 

O representante do Sintro-CE alertou que o coletivo era um dos responsáveis da linha por transportar deficientes físicos. “Os deficientes físicos também deverão ser bastante prejudicados, já que o ônibus era um dos que possuía todo o aparato para atender os cadeirantes. São poucos os carros que possuem esse tipo de equipamento”, detalhou.

Possível motivador

Conforme apurado pelo Tribuna do Ceará, o caso teria acontecido em decorrência da morte de um jovem de 17 anos durante a tarde de ontem. Contudo, segundo o Tenente Coronel Solonildo, responsável pela segurança na região, o caso ainda deverá ser investigado.

“Ainda não podemos confirmar se a morte do jovem à tarde tem relação com o incêndio, mas as investigações da polícia devem apontar o motivador dessa ação. Infelizmente o jovem que morreu durante uma troca de tiro já possuía passagem pela polícia por roubo e, durante uma tentativa de assalto, infelizmente, acabou sofrendo as consequências do mundo do crime”, explicou.

O adolescente morto, que não teve o nome divulgado, já tinha cometido diversos assaltos no Jardim Iracema. De acordo com a polícia, o adolescente estava fazendo assaltos em paradas de ônibus do bairro, quando foi surpreendido pelo Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Ao tentar sacar uma arma, que depois foi identificada como uma arma de brinquedo, os policiais atiraram e mataram o jovem.

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
1/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução)

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
2/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução)

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
3/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro/SBT)

Coletivo fazia a linha 112 - Álvaro Weyne/Centro
4/4

Coletivo fazia a linha 112 – Álvaro Weyne/Centro

(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro/SBT)