Adolescente que confessou morte de juiz em Fortaleza cometia crimes desde os 10 anos


Adolescente que confessou morte de juiz em Fortaleza cometia crimes desde os 10 anos

Três adolescentes estão envolvidos no latrocínio ocorrido no Cocó. Dois deles haviam saído de centro socioeducativo há duas semanas

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

9 de Março de 2016 às 10:42

Há 2 anos
Primeiro adolescente apreendido seria o piloto de fuga da ação (FOTO: Reprodução Barra Pesada / TV Jangadeiro / SBT)

Primeiro adolescente apreendido seria o piloto de fuga da ação (FOTO: Reprodução Barra Pesada/TV Jangadeiro/SBT)

Um dos adolescentes acusados de participação na morte do juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques, de 77 anos, nesta terça-feira (8), cometia crimes desdes os 10 anos e tinha saído do Centro Socioeducativo há duas semanas.

Segundo o delegado do 15º Distrito Policial, Hélio Marques, o primeiro adolescente apreendido confessou o crime e já confirmou a identificação dos outros dois que tiveram participação. “Nós já identificamos os outros dois menores que participaram do crime, e esse adolescente que apreendemos já confessou e confirmou a identidade dos outros. Todos são menores de idade”, conta o delegado.

Ainda conforme os policiais do 15º DP, responsável pelas investigações do caso, o adolescente foi apreendido dentro da sua casa vestindo a mesma roupa que teria cometido o crime. De acordo com o delegado, o jovem apreendido seria o “piloto de fuga” para os outros adolescentes.

Nesta manhã, a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE), Iracema Vale, lançou uma nota de pesar sobre o acontecimento. De acordo com a nota, o Tribunal presta solidariedade a familiares e amigos e aguarda que todos os envolvidos no crime sejam detidos pela polícia. Confira a nota na íntegra: 

“O Judiciário cearense recebeu com tristeza a notícia da morte do juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques Batista, de 77 anos, na noite dessa terça-feira (08/03), vítima de latrocínio no bairro Cocó, em Fortaleza. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) presta solidariedade a familiares e amigos, e aguarda que todos os envolvidos no crime sejam detidos pela polícia e respondam pelo ato. Espera ainda que a violência que tanto amedronta nossa gente arrefeça para termos novamente uma cidade com espaços possíveis de serem melhor ocupados. A esse desejo de todos os fortalezenses, o TJCE está aliado ao Governo e a diversas outras instituições no “Pacto por um Ceará Pacífico”, Iracema Vale.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), até o momento, somente um adolescente suspeito de ter cometido o crime foi apreendido. O suspeito, que não teve o nome revelado, tem passagem pelo centro socioeducativo por roubo de veículo. Ainda conforme a secretaria, um dos adolescentes foragidos possui mais de 10 crimes cometidos.

O crime

Por volta das 16h50, o juiz aposentado Edvalson Florêncio caminhava na praça Engenheiro Pedro Felipe Borges, na Rua Bento Albuquerque, no Bairro Cocó, quando foi vítima de um assalto.

Ele foi abordado por três adolescentes que exigiram o celular da vítima enquanto caminhava ao lado da esposa. Segundo a Polícia Militar, um deles efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a perna e a artéria da coxa. O magistrado aposentado recebeu o atendimento pelo Samu, contudo não resistiu ao ferimento e morreu ainda no local.

Publicidade

Dê sua opinião

Adolescente que confessou morte de juiz em Fortaleza cometia crimes desde os 10 anos

Três adolescentes estão envolvidos no latrocínio ocorrido no Cocó. Dois deles haviam saído de centro socioeducativo há duas semanas

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

9 de Março de 2016 às 10:42

Há 2 anos
Primeiro adolescente apreendido seria o piloto de fuga da ação (FOTO: Reprodução Barra Pesada / TV Jangadeiro / SBT)

Primeiro adolescente apreendido seria o piloto de fuga da ação (FOTO: Reprodução Barra Pesada/TV Jangadeiro/SBT)

Um dos adolescentes acusados de participação na morte do juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques, de 77 anos, nesta terça-feira (8), cometia crimes desdes os 10 anos e tinha saído do Centro Socioeducativo há duas semanas.

Segundo o delegado do 15º Distrito Policial, Hélio Marques, o primeiro adolescente apreendido confessou o crime e já confirmou a identificação dos outros dois que tiveram participação. “Nós já identificamos os outros dois menores que participaram do crime, e esse adolescente que apreendemos já confessou e confirmou a identidade dos outros. Todos são menores de idade”, conta o delegado.

Ainda conforme os policiais do 15º DP, responsável pelas investigações do caso, o adolescente foi apreendido dentro da sua casa vestindo a mesma roupa que teria cometido o crime. De acordo com o delegado, o jovem apreendido seria o “piloto de fuga” para os outros adolescentes.

Nesta manhã, a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE), Iracema Vale, lançou uma nota de pesar sobre o acontecimento. De acordo com a nota, o Tribunal presta solidariedade a familiares e amigos e aguarda que todos os envolvidos no crime sejam detidos pela polícia. Confira a nota na íntegra: 

“O Judiciário cearense recebeu com tristeza a notícia da morte do juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques Batista, de 77 anos, na noite dessa terça-feira (08/03), vítima de latrocínio no bairro Cocó, em Fortaleza. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) presta solidariedade a familiares e amigos, e aguarda que todos os envolvidos no crime sejam detidos pela polícia e respondam pelo ato. Espera ainda que a violência que tanto amedronta nossa gente arrefeça para termos novamente uma cidade com espaços possíveis de serem melhor ocupados. A esse desejo de todos os fortalezenses, o TJCE está aliado ao Governo e a diversas outras instituições no “Pacto por um Ceará Pacífico”, Iracema Vale.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), até o momento, somente um adolescente suspeito de ter cometido o crime foi apreendido. O suspeito, que não teve o nome revelado, tem passagem pelo centro socioeducativo por roubo de veículo. Ainda conforme a secretaria, um dos adolescentes foragidos possui mais de 10 crimes cometidos.

O crime

Por volta das 16h50, o juiz aposentado Edvalson Florêncio caminhava na praça Engenheiro Pedro Felipe Borges, na Rua Bento Albuquerque, no Bairro Cocó, quando foi vítima de um assalto.

Ele foi abordado por três adolescentes que exigiram o celular da vítima enquanto caminhava ao lado da esposa. Segundo a Polícia Militar, um deles efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a perna e a artéria da coxa. O magistrado aposentado recebeu o atendimento pelo Samu, contudo não resistiu ao ferimento e morreu ainda no local.