Adolescente canta música que exalta facção criminosa em festa em condomínio

VEJA O VÍDEO

Adolescente canta música que exalta facção criminosa em festa em condomínio

No vídeo, o adolescente reverencia a facção Guardiões do Estado (GDE) em festa na área de lazer de condomínio supostamente do Ancuri

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de junho de 2018 às 10:18

Há 3 semanas
Vídeo de adolescente cantando RAP

Na letra, o adolescente reverencia uma facção criminosa (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Atualizado às 11h50 desta quarta-feira (6)

Um vídeo enviado para a produção do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, mostra um adolescente cantando uma música de rap em uma festa, em Fortaleza. A letra reverencia uma facção criminosa e faz alusão ao crime organizado.

As imagens foram registradas supostamente no residencial Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, em Fortaleza. No conteúdo, é possível perceber a presença de pessoas com armas e de crianças e outros adolescentes no evento.

“Então, deixa eu te falar. Então, deixa eu te explicar. Bota a cara para tu ver que fuzil nós tem cá”, canta o garoto, rodeado por moradores no espaço de lazer do residencial, que ficam animados com o repertório.

No decorrer do vídeo, o adolescente cita a facção criminosa Guardião do Estado (GDE) e faz alusão a violência ao comentar sobre armas e disparos de arma de fogo. “Nós só dá tiro para o alto. Pode crer nós tá bolado. É o 745. É o Guardião do Estado”, diz o garoto.

A Polícia Militar do Ceará informou que o vídeo foi realizado antes da ocupação pela Polícia Militar do Ceará no dia 21 de fevereiro em 2018 e que não houve registro de roubo ou homicídio no local após esta data. A PM acrescentou também que o bairro é atendido pelo 16º Batalhão Policial Militar e o policiamento é realizado com ações ostensivas por meio de viaturas e com trincas de motos no local.

“Ressalta-se que o bairro conta ainda com o apoio do Grupo de Apoio à Vítima de Violência – GAVV e do Grupo de Segurança Comunitário – GSC, que fazem parte da Unidade Integrada de Segurança – UNISEG, que trabalha no sentido de atender as vítimas de violência em casa e através de fundamentos do policiamento comunitário”, informa a nota.

Já a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou que investigações estão sendo feitas para identificar e responsabilizar os suspeitos envolvidos com a produção e divulgação do vídeo. “Equipes do 6º Distrito Policial (DP) analisam as imagens, tendo em vista informações de que a gravação teria acontecido na Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, Área Integrada de Segurança 03 (AIS 03), região de responsabilidade daquela distrital”, informou a nota.

O Tribuna do Ceará aguarda nota da Secretaria de Segurança Pública (SSPDS) e também da Polícia Militar sobre o vídeo.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta quarta-feira (6).

 

Publicidade

Dê sua opinião

VEJA O VÍDEO

Adolescente canta música que exalta facção criminosa em festa em condomínio

No vídeo, o adolescente reverencia a facção Guardiões do Estado (GDE) em festa na área de lazer de condomínio supostamente do Ancuri

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de junho de 2018 às 10:18

Há 3 semanas
Vídeo de adolescente cantando RAP

Na letra, o adolescente reverencia uma facção criminosa (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Atualizado às 11h50 desta quarta-feira (6)

Um vídeo enviado para a produção do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, mostra um adolescente cantando uma música de rap em uma festa, em Fortaleza. A letra reverencia uma facção criminosa e faz alusão ao crime organizado.

As imagens foram registradas supostamente no residencial Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, em Fortaleza. No conteúdo, é possível perceber a presença de pessoas com armas e de crianças e outros adolescentes no evento.

“Então, deixa eu te falar. Então, deixa eu te explicar. Bota a cara para tu ver que fuzil nós tem cá”, canta o garoto, rodeado por moradores no espaço de lazer do residencial, que ficam animados com o repertório.

No decorrer do vídeo, o adolescente cita a facção criminosa Guardião do Estado (GDE) e faz alusão a violência ao comentar sobre armas e disparos de arma de fogo. “Nós só dá tiro para o alto. Pode crer nós tá bolado. É o 745. É o Guardião do Estado”, diz o garoto.

A Polícia Militar do Ceará informou que o vídeo foi realizado antes da ocupação pela Polícia Militar do Ceará no dia 21 de fevereiro em 2018 e que não houve registro de roubo ou homicídio no local após esta data. A PM acrescentou também que o bairro é atendido pelo 16º Batalhão Policial Militar e o policiamento é realizado com ações ostensivas por meio de viaturas e com trincas de motos no local.

“Ressalta-se que o bairro conta ainda com o apoio do Grupo de Apoio à Vítima de Violência – GAVV e do Grupo de Segurança Comunitário – GSC, que fazem parte da Unidade Integrada de Segurança – UNISEG, que trabalha no sentido de atender as vítimas de violência em casa e através de fundamentos do policiamento comunitário”, informa a nota.

Já a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou que investigações estão sendo feitas para identificar e responsabilizar os suspeitos envolvidos com a produção e divulgação do vídeo. “Equipes do 6º Distrito Policial (DP) analisam as imagens, tendo em vista informações de que a gravação teria acontecido na Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, Área Integrada de Segurança 03 (AIS 03), região de responsabilidade daquela distrital”, informou a nota.

O Tribuna do Ceará aguarda nota da Secretaria de Segurança Pública (SSPDS) e também da Polícia Militar sobre o vídeo.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta quarta-feira (6).