Saiba o que fazer para reduzir os efeitos da insônia

NOITE MAL DORMIDA

Saiba o que fazer para reduzir os efeitos da insônia

Algumas pessoas, mesmo com técnicas, não conseguem obter resultado e precisam recorrer a opções terapêuticas

Por Tribuna do Ceará em Saúde

12 de Fevereiro de 2018 às 07:15

Há 3 meses

A insônia causa grandes impactos sociais e individuais (FOTO:Freepick)

A insônia atrapalha a rotina de quem sofre com a doença. A falta de concentração nas tarefas diárias, no trabalho e nos relacionamentos interpessoais viram comuns. De acordo com o neurologista Samir Magalhães, a maior parcela da população sofre de insônia fisiológica, causada por uma noite mal dormida.

“Se a gente olhar o impacto dela na sociedade, ela age principalmente na diminuição da capacidade produtiva, aquelas pessoas que dormem mal não conseguem se concentrar muito adequadamente nas tarefas diárias, no trabalho, nos relacionamentos interpessoais, às vezes ficam até sonolentas durante o dia, com riscos de acidente principalmente naqueles que operam máquinas em veículos. Aparentemente é um sintoma simples, entretanto causa um impacto social e individual muito grande”, explica o neurologista.

Já na insônia crônica, como tratamento ideal é preciso conhecer a origem do problema. As causas do problema são variáveis e podem ser por problemas físicos, artrite, insuficiência cardíaca ou até psicológicos como estresse, depressão e ansiedade. Como todas as medicações, os remédios para insônia podem causar danos, por isso é preciso ficar atento e jamais se automedicar.

Samir fala da importância de organizar a rotina e utilizar técnicas para melhorar a indução do sono, conhecida como higiene do sono. Algumas pessoas, mesmo com técnicas, não conseguem obter resultado e precisam recorrer a opções terapêuticas como medicação ou até mesmo terapia psicológica, cognitiva e comportamental.

Confira reportagem de Karla Moura para Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

NOITE MAL DORMIDA

Saiba o que fazer para reduzir os efeitos da insônia

Algumas pessoas, mesmo com técnicas, não conseguem obter resultado e precisam recorrer a opções terapêuticas

Por Tribuna do Ceará em Saúde

12 de Fevereiro de 2018 às 07:15

Há 3 meses

A insônia causa grandes impactos sociais e individuais (FOTO:Freepick)

A insônia atrapalha a rotina de quem sofre com a doença. A falta de concentração nas tarefas diárias, no trabalho e nos relacionamentos interpessoais viram comuns. De acordo com o neurologista Samir Magalhães, a maior parcela da população sofre de insônia fisiológica, causada por uma noite mal dormida.

“Se a gente olhar o impacto dela na sociedade, ela age principalmente na diminuição da capacidade produtiva, aquelas pessoas que dormem mal não conseguem se concentrar muito adequadamente nas tarefas diárias, no trabalho, nos relacionamentos interpessoais, às vezes ficam até sonolentas durante o dia, com riscos de acidente principalmente naqueles que operam máquinas em veículos. Aparentemente é um sintoma simples, entretanto causa um impacto social e individual muito grande”, explica o neurologista.

Já na insônia crônica, como tratamento ideal é preciso conhecer a origem do problema. As causas do problema são variáveis e podem ser por problemas físicos, artrite, insuficiência cardíaca ou até psicológicos como estresse, depressão e ansiedade. Como todas as medicações, os remédios para insônia podem causar danos, por isso é preciso ficar atento e jamais se automedicar.

Samir fala da importância de organizar a rotina e utilizar técnicas para melhorar a indução do sono, conhecida como higiene do sono. Algumas pessoas, mesmo com técnicas, não conseguem obter resultado e precisam recorrer a opções terapêuticas como medicação ou até mesmo terapia psicológica, cognitiva e comportamental.

Confira reportagem de Karla Moura para Tribuna BandNews FM: