Saiba como se precaver contra o vírus H1N1, semelhante ao da gripe

CEARÁ EM ALERTA

Saiba como se precaver contra o vírus H1N1, semelhante ao da gripe

Secretaria de Saúde do Estado vai divulgar, ainda nesta terça-feira, dados referentes a presença do vírus no Ceará

Por Tribuna do Ceará em Saúde

17 de Abril de 2018 às 13:51

Há 6 meses
A vacina será aplicada para o público geral (FOTO: Divulgação)

Doença tem sintomas semelhantes ao da gripe comum. (FOTO: Divulgação)

A população brasileira volta a lidar com os vírus de influenza. No país, circulam o influenza A/H1N1pdm09, A/H3N2 e influenza B, segundo portal do Ministério da Saúde. Apesar de a campanha de vacinação ter começado nesta semana, é importante ficar atento a prevenção e ao modo de transmissão. A Secretaria de Saúde do Ceará divulgará, ainda nesta terça-feira (17), informações sobre registros da doença no Ceará.

Foram registrados 286 casos de influenza no Brasil até 7 de abril deste ano. No total, foram 41 óbitos. Entre os do tipo H1N1, 116 registrados com 16 óbitos. As informações são do Ministério da Saúde.

Gestantes, idosos acima de 60 anos, crianças de até 2 anos, obesos com IMC acima de 40 (adultos), pessoas com alguma doença hematológica, distúrbios metabólicos e transtornos neurológicos são o grupo de risco.

A pessoa infectada pode demorar de 1 a 4 dias para apresentar os sintomas, que são muito parecidos com os de resfriado ou gripe comum. Mas é importante ficar atento a intensidade de cada um: febre alta, dor no corpo, dor de cabeça, dor de garganta, coriza, tosse, vômito e diarréia.

Além dos sintomas parecidos, a transmissão também é semelhante a da gripe. Pode ocorrer por meio das mãos, quando o vírus pode ser levado a boca, nariz e olhos.

O tempo para que o vírus seja transmitido para outra pessoa pode variar entre 1 e 7 dias. Para se prevenir, basta ficar atento a cuidados simples, mas que passam despercebidos durante a rotina.

– Lave sempre as mãos com água e sabão. Evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca;
– Tenha sempre um frasco de álcool-gel para garantir que as mãos estejam sempre limpas;
– Se necessário, use máscara para evitar infecção pelo ar;
– Não compartilhar utensílios de uso pessoal como toalhas, copos, talheres e travesseiros;
– Verificar com o médico se há necessidade de tomar a vacina que já tá disponível contra a gripe H1N1;
– Manter hábitos saudáveis, como alimentar-se com bastante frutas e verduras. Além de beber muita água.

Publicidade

Dê sua opinião

CEARÁ EM ALERTA

Saiba como se precaver contra o vírus H1N1, semelhante ao da gripe

Secretaria de Saúde do Estado vai divulgar, ainda nesta terça-feira, dados referentes a presença do vírus no Ceará

Por Tribuna do Ceará em Saúde

17 de Abril de 2018 às 13:51

Há 6 meses
A vacina será aplicada para o público geral (FOTO: Divulgação)

Doença tem sintomas semelhantes ao da gripe comum. (FOTO: Divulgação)

A população brasileira volta a lidar com os vírus de influenza. No país, circulam o influenza A/H1N1pdm09, A/H3N2 e influenza B, segundo portal do Ministério da Saúde. Apesar de a campanha de vacinação ter começado nesta semana, é importante ficar atento a prevenção e ao modo de transmissão. A Secretaria de Saúde do Ceará divulgará, ainda nesta terça-feira (17), informações sobre registros da doença no Ceará.

Foram registrados 286 casos de influenza no Brasil até 7 de abril deste ano. No total, foram 41 óbitos. Entre os do tipo H1N1, 116 registrados com 16 óbitos. As informações são do Ministério da Saúde.

Gestantes, idosos acima de 60 anos, crianças de até 2 anos, obesos com IMC acima de 40 (adultos), pessoas com alguma doença hematológica, distúrbios metabólicos e transtornos neurológicos são o grupo de risco.

A pessoa infectada pode demorar de 1 a 4 dias para apresentar os sintomas, que são muito parecidos com os de resfriado ou gripe comum. Mas é importante ficar atento a intensidade de cada um: febre alta, dor no corpo, dor de cabeça, dor de garganta, coriza, tosse, vômito e diarréia.

Além dos sintomas parecidos, a transmissão também é semelhante a da gripe. Pode ocorrer por meio das mãos, quando o vírus pode ser levado a boca, nariz e olhos.

O tempo para que o vírus seja transmitido para outra pessoa pode variar entre 1 e 7 dias. Para se prevenir, basta ficar atento a cuidados simples, mas que passam despercebidos durante a rotina.

– Lave sempre as mãos com água e sabão. Evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca;
– Tenha sempre um frasco de álcool-gel para garantir que as mãos estejam sempre limpas;
– Se necessário, use máscara para evitar infecção pelo ar;
– Não compartilhar utensílios de uso pessoal como toalhas, copos, talheres e travesseiros;
– Verificar com o médico se há necessidade de tomar a vacina que já tá disponível contra a gripe H1N1;
– Manter hábitos saudáveis, como alimentar-se com bastante frutas e verduras. Além de beber muita água.