Programa de atendimento a pessoas que pensam em suicídio ganha setor para surdos

SAÚDE

Programa de atendimento a pessoas que pensam em suicídio ganha setor para surdos

Sem especialização em Libras, deficientes auditivos não dispunham de assistência anti-suicídio

Por Tribuna Bandnews FM em Saúde

21 de outubro de 2017 às 07:00

Há 1 mês

O mês de setembro é marcado pela luta contra o suicídio (FOTO: Senado Federal/Flickr)

O programa de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC) voltado a pessoas com tendências suicidas ganhou um novo setor que atender exclusivamente surdos. O Programa de Apoio à Vida (Pravida) destinado a surdos, criado em 2017, atende com uma equipe multidisciplinar, toda quinta-feira, a partir do meio-dia, em um consultório do Hospital Universitário Walter Cantídio, no bairro Rodolfo Teófilo, em Fortaleza.

A Coordenadora do “Pravida dos Surdos”, a psicóloga Talita Alves Estrela, lembra que, antes, da iniciativa, os cerca de 7 mil surdos de Fortaleza não tinham serviço de assistência para a prevenção ao suicídio, uma vez não havia o domínio da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

No Pravida, estão acadêmicos e profissionais de diversos cursos, como Medicina, Psicologia e Serviço Social. Para agendamento de consultas ou outras informações, é possível entrar em contato com o projeto através dos telefones 3366.8149 e 9.9738.7244. O Pravida ainda dispõe de uma página no Facebook

Saiba mais na entrevista que a psicóloga Talita Alves Estrela concedeu à Rádio Tribuna Bandnews:

Publicidade

Dê sua opinião

SAÚDE

Programa de atendimento a pessoas que pensam em suicídio ganha setor para surdos

Sem especialização em Libras, deficientes auditivos não dispunham de assistência anti-suicídio

Por Tribuna Bandnews FM em Saúde

21 de outubro de 2017 às 07:00

Há 1 mês

O mês de setembro é marcado pela luta contra o suicídio (FOTO: Senado Federal/Flickr)

O programa de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC) voltado a pessoas com tendências suicidas ganhou um novo setor que atender exclusivamente surdos. O Programa de Apoio à Vida (Pravida) destinado a surdos, criado em 2017, atende com uma equipe multidisciplinar, toda quinta-feira, a partir do meio-dia, em um consultório do Hospital Universitário Walter Cantídio, no bairro Rodolfo Teófilo, em Fortaleza.

A Coordenadora do “Pravida dos Surdos”, a psicóloga Talita Alves Estrela, lembra que, antes, da iniciativa, os cerca de 7 mil surdos de Fortaleza não tinham serviço de assistência para a prevenção ao suicídio, uma vez não havia o domínio da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

No Pravida, estão acadêmicos e profissionais de diversos cursos, como Medicina, Psicologia e Serviço Social. Para agendamento de consultas ou outras informações, é possível entrar em contato com o projeto através dos telefones 3366.8149 e 9.9738.7244. O Pravida ainda dispõe de uma página no Facebook

Saiba mais na entrevista que a psicóloga Talita Alves Estrela concedeu à Rádio Tribuna Bandnews: