Número de fumantes cai pela metade em Fortaleza, aponta pesquisa

REDUÇÃO

Número de fumantes cai pela metade em Fortaleza, aponta pesquisa

A pesquisa identificou que apesar da redução do número de fumantes, Fortaleza é uma das capitais com o maior número de pessoas obesas

Por Tribuna do Ceará em Saúde

20 de Janeiro de 2018 às 07:00

Há 7 meses
Para a especialista, os jovens e mulheres já estão fumando menos (FOTO: Reprodução: Freepick)

Para a especialista, os jovens e mulheres já estão fumando menos (FOTO: Reprodução: Freepick)

Nos últimos oito anos, o número de fumantes caiu em 50% de acordo com a pesquisa Vigitel 2016 divulgada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. A redução foi maior que a média nacional, que caiu de 12,4% para 7,3% no mesmo período. A reportagem é da Tribuna BandNews FM.

De acordo com a pneumologista e membro da liga do Pulmão e Medicina Intensiva da Universidade Federal do Ceará (UFC), Valéria Goes, as campanhas antitabagismo foram o fator essencial para essa redução.

“A Secretária de Saúde tinha um comitê anti-tabagismo que trabalhou muito na conscientização da população fazendo campanhas, envolvendo ações nas unidades de saúde, ambulatórios para o tabagismo”.

Para a especialista, os jovens e mulheres já estão fumando menos por conta do conhecimento das consequências que o cigarro traz. Ainda afirma que, para a população de mais idade, o fumo tem que ser trabalhado com mais rigor, pois nas décadas de 50 e 60 ele era muito estimulado.

A pesquisa identificou que apesar da redução do número de fumantes, Fortaleza é uma das capitais com o maior número de pessoas obesas. O registro é de 17,3% de moradores da cidade que estão incluídos no grupo de obesidade. Além disso, 56,6% estão com excesso de peso. Índice é o sétimo no ranking nacional.

Confira trecho da entrevista concedida a Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

REDUÇÃO

Número de fumantes cai pela metade em Fortaleza, aponta pesquisa

A pesquisa identificou que apesar da redução do número de fumantes, Fortaleza é uma das capitais com o maior número de pessoas obesas

Por Tribuna do Ceará em Saúde

20 de Janeiro de 2018 às 07:00

Há 7 meses
Para a especialista, os jovens e mulheres já estão fumando menos (FOTO: Reprodução: Freepick)

Para a especialista, os jovens e mulheres já estão fumando menos (FOTO: Reprodução: Freepick)

Nos últimos oito anos, o número de fumantes caiu em 50% de acordo com a pesquisa Vigitel 2016 divulgada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. A redução foi maior que a média nacional, que caiu de 12,4% para 7,3% no mesmo período. A reportagem é da Tribuna BandNews FM.

De acordo com a pneumologista e membro da liga do Pulmão e Medicina Intensiva da Universidade Federal do Ceará (UFC), Valéria Goes, as campanhas antitabagismo foram o fator essencial para essa redução.

“A Secretária de Saúde tinha um comitê anti-tabagismo que trabalhou muito na conscientização da população fazendo campanhas, envolvendo ações nas unidades de saúde, ambulatórios para o tabagismo”.

Para a especialista, os jovens e mulheres já estão fumando menos por conta do conhecimento das consequências que o cigarro traz. Ainda afirma que, para a população de mais idade, o fumo tem que ser trabalhado com mais rigor, pois nas décadas de 50 e 60 ele era muito estimulado.

A pesquisa identificou que apesar da redução do número de fumantes, Fortaleza é uma das capitais com o maior número de pessoas obesas. O registro é de 17,3% de moradores da cidade que estão incluídos no grupo de obesidade. Além disso, 56,6% estão com excesso de peso. Índice é o sétimo no ranking nacional.

Confira trecho da entrevista concedida a Tribuna BandNews FM: