Já ouviu falar em ginástica cerebral? Método é utilizado para melhorar a memória

APRENDIZADO

Já ouviu falar em ginástica cerebral? Método é utilizado para melhorar a memória

Através do método Supera, especialista explica que é possível cuidar da memória. A técnica é recomendada para todas as idades, inclusive crianças.

Por Tribuna Bandnews FM em Saúde

2 de setembro de 2018 às 07:15

Há 3 meses
cerebro

Ginástica cerebral promete melhorar a memória. (FOTO: Freepik)

Tudo mundo sabe que cuidar da memória é importante. Mas como fazer isso? Já ouviu falar em ginástica cerebral? O método tem atraído cada vez mais atenção de quem busca deixar a cuca em dia. A Tribuna Band News FM conversou com um especialista para falar da técnica.

“Esse método é indicado para pessoas de todas as idades. Para as crianças, por exemplo, facilita o aprendizado. Para os concurseiros também é bastante importante, e o público da terceira idade. Então, é indicado para todas as idades e cada uma tem um benefício específico”, disse o especialista Gabriel de Lima.

O método, conhecido como Supera, surgiu a partir de uma situação doméstica, na família de um brasileiro do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

“O método Supera surgiu há mais de dez anos. Ele foi fundado por um brasileiro formado no ITA, o Antônio Carlos. Ele tinha um filho que tinha dificuldade de se concentrar. Então, ele começou a buscar algumas ferramentas que poderiam ajudá-lo na educação do filho e encontrou o ábaco e agregou a ele mais algumas ferramentas que estimulam nosso cérebro”, explicou o especialista.

Na prática, o método é semelhante ao exercício físico para desenvolver o corpo, como afirma Gabriel Lima.

“A gente costuma falar que o exercício para o cérebro é semelhante ao exercício para o corpo. Alguns exercícios que a gente indica para os nossos alunos são feitos em casa, são as neuróbicas, que é tirar o nosso cérebro da zona de conforto. Por exemplo, todo mundo acorda e vai para o trabalho pelo mesmo caminho, escova os dentes com a mão não dominante, ou não escrever com a mão não dominante… São pequenos exercícios que tiram nosso cérebro da zona de conforto”, pontuou.

Quem tiver interesse, a unidade “Supera, Ginástica para o Cérebro” fica na rua rua Professor Lino da Encarnação, 431, no bairro Parquelândia. Mais informações (85) 2180.4651 ou (85) 98954,1363.

Confira a entrevista completa para a Tribuna Band News FM.

Publicidade

Dê sua opinião

APRENDIZADO

Já ouviu falar em ginástica cerebral? Método é utilizado para melhorar a memória

Através do método Supera, especialista explica que é possível cuidar da memória. A técnica é recomendada para todas as idades, inclusive crianças.

Por Tribuna Bandnews FM em Saúde

2 de setembro de 2018 às 07:15

Há 3 meses
cerebro

Ginástica cerebral promete melhorar a memória. (FOTO: Freepik)

Tudo mundo sabe que cuidar da memória é importante. Mas como fazer isso? Já ouviu falar em ginástica cerebral? O método tem atraído cada vez mais atenção de quem busca deixar a cuca em dia. A Tribuna Band News FM conversou com um especialista para falar da técnica.

“Esse método é indicado para pessoas de todas as idades. Para as crianças, por exemplo, facilita o aprendizado. Para os concurseiros também é bastante importante, e o público da terceira idade. Então, é indicado para todas as idades e cada uma tem um benefício específico”, disse o especialista Gabriel de Lima.

O método, conhecido como Supera, surgiu a partir de uma situação doméstica, na família de um brasileiro do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

“O método Supera surgiu há mais de dez anos. Ele foi fundado por um brasileiro formado no ITA, o Antônio Carlos. Ele tinha um filho que tinha dificuldade de se concentrar. Então, ele começou a buscar algumas ferramentas que poderiam ajudá-lo na educação do filho e encontrou o ábaco e agregou a ele mais algumas ferramentas que estimulam nosso cérebro”, explicou o especialista.

Na prática, o método é semelhante ao exercício físico para desenvolver o corpo, como afirma Gabriel Lima.

“A gente costuma falar que o exercício para o cérebro é semelhante ao exercício para o corpo. Alguns exercícios que a gente indica para os nossos alunos são feitos em casa, são as neuróbicas, que é tirar o nosso cérebro da zona de conforto. Por exemplo, todo mundo acorda e vai para o trabalho pelo mesmo caminho, escova os dentes com a mão não dominante, ou não escrever com a mão não dominante… São pequenos exercícios que tiram nosso cérebro da zona de conforto”, pontuou.

Quem tiver interesse, a unidade “Supera, Ginástica para o Cérebro” fica na rua rua Professor Lino da Encarnação, 431, no bairro Parquelândia. Mais informações (85) 2180.4651 ou (85) 98954,1363.

Confira a entrevista completa para a Tribuna Band News FM.