Estudo sobre transmissão da zika entre macacos e humanos será concluído até março
ESTUDO

Estudo sobre transmissão da zika entre macacos e humanos será concluído até março

A preocupação é com a possibilidade real de que o vírus zika seja transmitido a humanos a partir dos animais silvestres

Por Tribuna Bandnews FM em Saúde

24 de janeiro de 2017 às 06:30

Há 9 meses
virus-zica-macacos

Macacos foram detectados com o vírus da zica(FOTO: Divulgação)

Deve ser concluída até março deste ano a análise laboratorial de oito amostras coletadas em saguis e macacos-pregos no Ceará, onde foram detectados o vírus zika. Os animais foram capturados por pesquisadores de São Paulo e do Ceará entre julho e novembro de 2015 em Fortaleza e em outros municípios do estado, como mostra a reportagem da Tribuna Band News FM.

A ideia inicial do projeto, iniciado em 2014, era estudar a raiva em animais silvestres da região Nordeste, quando foram surpreendidos com a presença do vírus.

Segundo a veterinária do Núcleo de Controle de Vetores da Secretaria Estadual de Saúde, Naylê Holanda, os macacos e saguis foram capturados em áreas com notificação de zika e ocorrência de microcefalia.

“Não podemos ainda afirmar o que isso significa em relação a dispersão do vírus da doença, porque nós temos que concluir outros estudos em relação aos humanos, porque estamos pesquisando apenas o vírus nos animais, então temos que fazer coleta de material em seres humanos, vamos dar início a esse projeto”, afirma a médica.

A preocupação agora é com a possibilidade real de que o vírus zika seja transmitido a humanos a partir dos animais silvestres, como ocorre com a febre amarela. Para consolidar a pesquisa, Naylê Holanda afirma que até o fim desse ano devem ser iniciados os testes em humanos.

“A gente vai dar andamento na parte de coleta de sangue em seres humanos, onde foi positivo e isolou os zica vírus nos macacos. Por exemplo: município de Limoeiro do Norte lá teve positividade em sagui, então a ideia é coletar sangue de seres humanos que estavam vivendo próximos aqueles animais”, finaliza.

Ao longo do estudo foram coletadas 180 amostras, em 19 municípios cearenses. No total, foram capturados 15 soíns e nove macacos-prego.

Ouça mais na reportagem de Juliana Marques da Tribuna Band News FM:

Publicidade

Dê sua opinião

ESTUDO

Estudo sobre transmissão da zika entre macacos e humanos será concluído até março

A preocupação é com a possibilidade real de que o vírus zika seja transmitido a humanos a partir dos animais silvestres

Por Tribuna Bandnews FM em Saúde

24 de janeiro de 2017 às 06:30

Há 9 meses
virus-zica-macacos

Macacos foram detectados com o vírus da zica(FOTO: Divulgação)

Deve ser concluída até março deste ano a análise laboratorial de oito amostras coletadas em saguis e macacos-pregos no Ceará, onde foram detectados o vírus zika. Os animais foram capturados por pesquisadores de São Paulo e do Ceará entre julho e novembro de 2015 em Fortaleza e em outros municípios do estado, como mostra a reportagem da Tribuna Band News FM.

A ideia inicial do projeto, iniciado em 2014, era estudar a raiva em animais silvestres da região Nordeste, quando foram surpreendidos com a presença do vírus.

Segundo a veterinária do Núcleo de Controle de Vetores da Secretaria Estadual de Saúde, Naylê Holanda, os macacos e saguis foram capturados em áreas com notificação de zika e ocorrência de microcefalia.

“Não podemos ainda afirmar o que isso significa em relação a dispersão do vírus da doença, porque nós temos que concluir outros estudos em relação aos humanos, porque estamos pesquisando apenas o vírus nos animais, então temos que fazer coleta de material em seres humanos, vamos dar início a esse projeto”, afirma a médica.

A preocupação agora é com a possibilidade real de que o vírus zika seja transmitido a humanos a partir dos animais silvestres, como ocorre com a febre amarela. Para consolidar a pesquisa, Naylê Holanda afirma que até o fim desse ano devem ser iniciados os testes em humanos.

“A gente vai dar andamento na parte de coleta de sangue em seres humanos, onde foi positivo e isolou os zica vírus nos macacos. Por exemplo: município de Limoeiro do Norte lá teve positividade em sagui, então a ideia é coletar sangue de seres humanos que estavam vivendo próximos aqueles animais”, finaliza.

Ao longo do estudo foram coletadas 180 amostras, em 19 municípios cearenses. No total, foram capturados 15 soíns e nove macacos-prego.

Ouça mais na reportagem de Juliana Marques da Tribuna Band News FM: