Ceará é único estado a atingir meta de vacinação contra o sarampo

IMUNIZAÇÃO

Ceará é único estado do país a atingir meta de vacinação contra o sarampo

Os estudos realizados pela Secretaria de Saúde do Ceará impulsionaram a campanha e servem de exemplo para outros locais que enfrentam a doença

Por Tribuna do Ceará em Saúde

15 de julho de 2018 às 07:00

Há 5 meses
A vacina será aplicada para o público geral (FOTO: Divulgação)

A vacina será aplicada para o público geral (FOTO: Divulgação)

O Ceará é o único estado do Brasil a atingir a meta de vacinas contra o sarampo. Por aqui, a cobertura chegou a 96,05% no ano passado, a meta era de 95%.

O resultado positivo veio através de uma estratégia da Secretaria de Saúde diante do surto de anos anteriores. Após surto em Roraima e Amazonas, as atenções cercam novamente a doença. As informações da Tribuna BandNews FM.

Dor nos músculos, tosse forte ou seca, febre, mal-estar, perde de apetite, vermelhidão, erupções ou manchas vermelhas são alguns dos sintomas do sarampo.

“Fomos um estado acometido pelo sarampo. Nós tivemos um surto de sarampo que durou de 2013 até 2105. Então, esse enfrentamento serviu de experiência e nos anos posteriores, 2016 e 2017, a gente veio trabalhando bastante as estratégias para evitar que o sarampo retorne. Uma delas, fundamental e principal, é a vacinação”, disse a coordenadora de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, Daniele Queiroz.

No geral, o Brasil fechou a campanha de vacina contra sarampo de 2017 com 71,5% da população imunizada, sendo superado pelos resultados no Ceará. O estudo feito no estado está com uma repercussão internacional e servindo de exemplo para outros lugares no país e no mundo.

“Alguns estados estão com casos de sarampo, mas também países da América. Nós estamos recebendo uma equipe do Centro de Controle de Doenças de Atlanta, nos Estados Unidos. É um centro que vem estudando, combatendo e recomendando estratégias a nível mundial para enfrentar doenças infecciosas, para que essa experiência possa ser disseminada na Américas e também no mundo, e que isso possa colaborar para outros países que estão enfrentando surto de sarampo”, explicou Danielle Queiros.

As atenções voltam novamente para a doença com o aparecimento em Roraima e Amazonas que, segundo o Ministério da Saúde, enfrentam um surto. Até o dia 27 de junho, foram confirmados 265 e 200 casos, respectivamente em cada estado.

Confira a reportagem de Daniella de Lavor, na Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

IMUNIZAÇÃO

Ceará é único estado do país a atingir meta de vacinação contra o sarampo

Os estudos realizados pela Secretaria de Saúde do Ceará impulsionaram a campanha e servem de exemplo para outros locais que enfrentam a doença

Por Tribuna do Ceará em Saúde

15 de julho de 2018 às 07:00

Há 5 meses
A vacina será aplicada para o público geral (FOTO: Divulgação)

A vacina será aplicada para o público geral (FOTO: Divulgação)

O Ceará é o único estado do Brasil a atingir a meta de vacinas contra o sarampo. Por aqui, a cobertura chegou a 96,05% no ano passado, a meta era de 95%.

O resultado positivo veio através de uma estratégia da Secretaria de Saúde diante do surto de anos anteriores. Após surto em Roraima e Amazonas, as atenções cercam novamente a doença. As informações da Tribuna BandNews FM.

Dor nos músculos, tosse forte ou seca, febre, mal-estar, perde de apetite, vermelhidão, erupções ou manchas vermelhas são alguns dos sintomas do sarampo.

“Fomos um estado acometido pelo sarampo. Nós tivemos um surto de sarampo que durou de 2013 até 2105. Então, esse enfrentamento serviu de experiência e nos anos posteriores, 2016 e 2017, a gente veio trabalhando bastante as estratégias para evitar que o sarampo retorne. Uma delas, fundamental e principal, é a vacinação”, disse a coordenadora de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, Daniele Queiroz.

No geral, o Brasil fechou a campanha de vacina contra sarampo de 2017 com 71,5% da população imunizada, sendo superado pelos resultados no Ceará. O estudo feito no estado está com uma repercussão internacional e servindo de exemplo para outros lugares no país e no mundo.

“Alguns estados estão com casos de sarampo, mas também países da América. Nós estamos recebendo uma equipe do Centro de Controle de Doenças de Atlanta, nos Estados Unidos. É um centro que vem estudando, combatendo e recomendando estratégias a nível mundial para enfrentar doenças infecciosas, para que essa experiência possa ser disseminada na Américas e também no mundo, e que isso possa colaborar para outros países que estão enfrentando surto de sarampo”, explicou Danielle Queiros.

As atenções voltam novamente para a doença com o aparecimento em Roraima e Amazonas que, segundo o Ministério da Saúde, enfrentam um surto. Até o dia 27 de junho, foram confirmados 265 e 200 casos, respectivamente em cada estado.

Confira a reportagem de Daniella de Lavor, na Tribuna BandNews FM: