Bebês prematuros ganham fantasias de Carnaval em hospital de Sobral

AÇÃO DE HUMANIZAÇÃO

Bebês prematuros ganham fantasias de Carnaval em hospital de Sobral

A ação de humanização faz parte de projeto da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, na UTI Neonatal do hospital

Por Tribuna do Ceará em Saúde

26 de Fevereiro de 2017 às 12:35

Há 9 meses
A ação promove a interação entre bebês, pais, enfermeiros e médicos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

A ação promove a interação entre bebês, pais, enfermeiros e médicos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

A folia de Carnaval aconteceu em um lugar inusitado: uma UTI de hospital, em Sobral. Bebês prematuros ganharam fantasias e máscaras carnavalescas, em ação de humanização realizada na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da Santa Casa de Misericórdia e no abrigo de idosos Sagrado Coração de Jesus, também mantido pelo hospital.

De acordo com a coordenadora da UTI Neonatal, Renides Brasil, a recuperação das crianças prematuras é mais rápida com ações de humanização em datas comemorativas, como Carnaval, Páscoa e os dias do Índio, das Crianças e da Independência. “As mães ficam muito felizes porque podem tirar fotos”, conta. 

A atendente de lanchonete Aurilane da Silva, de 20 anos, comemorou a festinha de Carnaval do seu bebê, realizada na quinta (24) e na sexta-feira (25). “Acho que é muito bom ter esses momentos, porque aumenta a proximidade com nossos bebês”.

Bebês que nascem antes de 37 semanas de gestação precisam de cuidados especiais para a respiração e alimentação. Na UTI Neonatal 2 da Santa Casa de Misericórdiade Sobral, há 10 leitos. O tempo médio de internação é de um a dois meses.

Entre outros projetos desenvolvidos no hospital, está a redeterapia, na qual os bebês mais estáveis são colocados em redes produzidas para o tamanho deles para que possam ficar melhor posicionados. Há ainda a hidroterapia, técnica que relaxa o bebê porque simula o ambiente dentro do útero.

Essas ações aproximam a família e aceleram o processo de recuperação. “As mães sempre ficam agradecidas. Tentamos mostrar que a UTI neonatal não é um lugar de sofrimento”, ressaltou Renides.

Ação de Carnaval
1/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

Ação de Carnaval
2/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

Ação de Carnaval
3/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

Ação de Carnaval
4/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

 

Publicidade

Dê sua opinião

AÇÃO DE HUMANIZAÇÃO

Bebês prematuros ganham fantasias de Carnaval em hospital de Sobral

A ação de humanização faz parte de projeto da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, na UTI Neonatal do hospital

Por Tribuna do Ceará em Saúde

26 de Fevereiro de 2017 às 12:35

Há 9 meses
A ação promove a interação entre bebês, pais, enfermeiros e médicos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

A ação promove a interação entre bebês, pais, enfermeiros e médicos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

A folia de Carnaval aconteceu em um lugar inusitado: uma UTI de hospital, em Sobral. Bebês prematuros ganharam fantasias e máscaras carnavalescas, em ação de humanização realizada na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da Santa Casa de Misericórdia e no abrigo de idosos Sagrado Coração de Jesus, também mantido pelo hospital.

De acordo com a coordenadora da UTI Neonatal, Renides Brasil, a recuperação das crianças prematuras é mais rápida com ações de humanização em datas comemorativas, como Carnaval, Páscoa e os dias do Índio, das Crianças e da Independência. “As mães ficam muito felizes porque podem tirar fotos”, conta. 

A atendente de lanchonete Aurilane da Silva, de 20 anos, comemorou a festinha de Carnaval do seu bebê, realizada na quinta (24) e na sexta-feira (25). “Acho que é muito bom ter esses momentos, porque aumenta a proximidade com nossos bebês”.

Bebês que nascem antes de 37 semanas de gestação precisam de cuidados especiais para a respiração e alimentação. Na UTI Neonatal 2 da Santa Casa de Misericórdiade Sobral, há 10 leitos. O tempo médio de internação é de um a dois meses.

Entre outros projetos desenvolvidos no hospital, está a redeterapia, na qual os bebês mais estáveis são colocados em redes produzidas para o tamanho deles para que possam ficar melhor posicionados. Há ainda a hidroterapia, técnica que relaxa o bebê porque simula o ambiente dentro do útero.

Essas ações aproximam a família e aceleram o processo de recuperação. “As mães sempre ficam agradecidas. Tentamos mostrar que a UTI neonatal não é um lugar de sofrimento”, ressaltou Renides.

Ação de Carnaval
1/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

Ação de Carnaval
2/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

Ação de Carnaval
3/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)

Ação de Carnaval
4/4

Ação de Carnaval

Ações de humanização beneficiam bebês e idosos (FOTO: Santa Casa de Sobral/Divulgação)