Tasso diz que eleição de Alcolumbre é momento de "reconstrução da credibilidade"

PRESIDÊNCIA DO SENADO

Tasso diz que eleição de Alcolumbre é momento de “reconstrução da credibilidade”

Davi Alcolumbre derrotou o senador Renan Calheiros, com 42 votos, e será o presidente do Senado pelos próximos dois anos

Por Tribuna do Ceará em Política

3 de fevereiro de 2019 às 14:22

Há 3 meses
Tasso comemorou vitória de Alcolumbre. (Foto: Pedro França/Agência Senado)

Tasso comemorou vitória de Alcolumbre. (Foto: Pedro França/Agência Senado)

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou que a eleição do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a presidência do Senado é uma “vitória” que “muda a história do Senado dos últimos 20 anos”. Alcolumbre foi eleito no sábado (2), com 42 votos.

“Acredito que a gente vai começar, agora, um novo momento para reconstruir toda credibilidade, dignidade e respeito que o Senado merece e precisa ter, por sua história, por sua tradição e, principalmente, pelo papel que ele vai ter no futuro desse país”, disse.

Tasso foi pré-candidato ao cargo, mas anunciou que não disputaria ainda na sexta-feira (1º) após a posse dos senadores.

Davi Alcolumbre foi eleito após processo tumultuado no Senado. O principal opositor de Alcolumbre, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que tentava o quinto mandato na função, retirou a candidatura após o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador Flávio Bolsonaro (PSL), revelar voto no adversário.

Renan Calheiros teve 5 votos. Espiridião Amin (PP-SC) ficou com 13 votos, Ângelo Coronel (PSD-BA) teve 8 votos, Reguffe recebeu (sem partido-DF) 6 votos e Fernando Collor (Pros-AL) ficou com 3 votos.

Os demais integrantes da Mesa Diretora serão escolhidos na próxima quarta-feira (6).

Publicidade

Dê sua opinião

PRESIDÊNCIA DO SENADO

Tasso diz que eleição de Alcolumbre é momento de “reconstrução da credibilidade”

Davi Alcolumbre derrotou o senador Renan Calheiros, com 42 votos, e será o presidente do Senado pelos próximos dois anos

Por Tribuna do Ceará em Política

3 de fevereiro de 2019 às 14:22

Há 3 meses
Tasso comemorou vitória de Alcolumbre. (Foto: Pedro França/Agência Senado)

Tasso comemorou vitória de Alcolumbre. (Foto: Pedro França/Agência Senado)

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou que a eleição do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a presidência do Senado é uma “vitória” que “muda a história do Senado dos últimos 20 anos”. Alcolumbre foi eleito no sábado (2), com 42 votos.

“Acredito que a gente vai começar, agora, um novo momento para reconstruir toda credibilidade, dignidade e respeito que o Senado merece e precisa ter, por sua história, por sua tradição e, principalmente, pelo papel que ele vai ter no futuro desse país”, disse.

Tasso foi pré-candidato ao cargo, mas anunciou que não disputaria ainda na sexta-feira (1º) após a posse dos senadores.

Davi Alcolumbre foi eleito após processo tumultuado no Senado. O principal opositor de Alcolumbre, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que tentava o quinto mandato na função, retirou a candidatura após o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador Flávio Bolsonaro (PSL), revelar voto no adversário.

Renan Calheiros teve 5 votos. Espiridião Amin (PP-SC) ficou com 13 votos, Ângelo Coronel (PSD-BA) teve 8 votos, Reguffe recebeu (sem partido-DF) 6 votos e Fernando Collor (Pros-AL) ficou com 3 votos.

Os demais integrantes da Mesa Diretora serão escolhidos na próxima quarta-feira (6).