Senador Tasso Jereissati confirma que será candidato à presidência do PSDB

REPRESENTANTE CEARENSE

Senador Tasso Jereissati confirma que será candidato à presidência do PSDB

O senador cearense se diz mais centrado sobre a saída do partido da base de apoio do governo no Congresso

Por Tribuna do Ceará em Política

7 de novembro de 2017 às 19:15

Há 1 mês

Declaração foi dada nesta terça-feira (FOTO: Reprodução/Facebook)

O senador Tasso Jereissati confirmou, nesta terça-feira (7), que será candidato à presidência do PSDB, em disputa contra o governador de Goiás, Marconi Perillo. Durante um almoço com o governante goiano e a bancada do partido no Senado, Tasso ressaltou que existe diferença entre as duas candidaturas.

O senador cearense se diz mais centrado sobre a saída do partido da base de apoio do governo no Congresso. “Eu sou mais enfático, o Marconi é mais hábil que eu. Acho que a gente tem que deixar determinadas posições bem marcadas diante da opinião pública”, revela Tasso.

O político cearense confirmou que existem pensamentos diferentes dentro do partido, e que ele possui um compromisso com algumas alas. “Eu tenho um compromisso com uma parcela do partido que defende alguns pontos de vista que não são os mesmos defendidos por outra parcela. A conversa e o debate são fundamentais. O que nós estamos fazendo é o que foi anunciado no famoso programa do partido, fazer uma mea culpa e um debate”, relata.

Tasso Jereissatti ainda criticou o fato de o governo federal não conseguir aprovar a reforma da previdência em 2017. “Naquela primeira denúncia tinha mais probabilidade de passar. Nós já estamos no meio de novembro, no dia 15 de dezembro encerram as atividades no congresso. Não há a menor possibilidade de passar a reforma agora. Um governo que está politicamente enfraquecido, com um desgaste popular gigantesco, não tem condições de levar reformas realmente profundas que o país precisa”, conta Tasso.

A posição de Tasso para que o PSDB deixe a base do Governo Federal foi defendida pelo ex-presidente da republica Fernando Henrique Cardoso. O manifesto defende ainda que o senador cearense seja o candidato à presidência nacional do partido, na eleição marcada para 9 de dezembro.

Confira o depoimento do Senador Tasso Jereissati:

Publicidade

Dê sua opinião

REPRESENTANTE CEARENSE

Senador Tasso Jereissati confirma que será candidato à presidência do PSDB

O senador cearense se diz mais centrado sobre a saída do partido da base de apoio do governo no Congresso

Por Tribuna do Ceará em Política

7 de novembro de 2017 às 19:15

Há 1 mês

Declaração foi dada nesta terça-feira (FOTO: Reprodução/Facebook)

O senador Tasso Jereissati confirmou, nesta terça-feira (7), que será candidato à presidência do PSDB, em disputa contra o governador de Goiás, Marconi Perillo. Durante um almoço com o governante goiano e a bancada do partido no Senado, Tasso ressaltou que existe diferença entre as duas candidaturas.

O senador cearense se diz mais centrado sobre a saída do partido da base de apoio do governo no Congresso. “Eu sou mais enfático, o Marconi é mais hábil que eu. Acho que a gente tem que deixar determinadas posições bem marcadas diante da opinião pública”, revela Tasso.

O político cearense confirmou que existem pensamentos diferentes dentro do partido, e que ele possui um compromisso com algumas alas. “Eu tenho um compromisso com uma parcela do partido que defende alguns pontos de vista que não são os mesmos defendidos por outra parcela. A conversa e o debate são fundamentais. O que nós estamos fazendo é o que foi anunciado no famoso programa do partido, fazer uma mea culpa e um debate”, relata.

Tasso Jereissatti ainda criticou o fato de o governo federal não conseguir aprovar a reforma da previdência em 2017. “Naquela primeira denúncia tinha mais probabilidade de passar. Nós já estamos no meio de novembro, no dia 15 de dezembro encerram as atividades no congresso. Não há a menor possibilidade de passar a reforma agora. Um governo que está politicamente enfraquecido, com um desgaste popular gigantesco, não tem condições de levar reformas realmente profundas que o país precisa”, conta Tasso.

A posição de Tasso para que o PSDB deixe a base do Governo Federal foi defendida pelo ex-presidente da republica Fernando Henrique Cardoso. O manifesto defende ainda que o senador cearense seja o candidato à presidência nacional do partido, na eleição marcada para 9 de dezembro.

Confira o depoimento do Senador Tasso Jereissati: