Projeto de lei prevê proteção a grafite em espaços públicos de Fortaleza
ARTE URBANA

Projeto de lei prevê proteção a grafite em espaços públicos de Fortaleza

Segundo o projeto da vereadora Larissa Gaspar (PPL), a regulamentação seria válida em espaços públicos e privados como postes, túneis, muros e paredes

Por Matheus Ribeiro em Política

28 de janeiro de 2017 às 06:45

Há 8 meses

Vereadora Larissa Gaspar foi a autora do projeto na Câmara (FOTO: Divulgação)

Um projeto de lei que reconhece o grafite como manifestação artística e regulamenta sua produção em espaços públicos e privados de Fortaleza foi apresentado na Câmara nesta quinta-feira (26). De acordo com o projeto, que tem como autoria a vereadora Larissa Gaspar (PPL), a regulamentação seria válida em espaços públicos e privados como postes, túneis, muros, paredes cegas, bancas de jornal e tapumes de obras na capital.

A proposta foi uma adaptação do projeto apresentado na capital paulista, em 2013, pelo vereador Nabil Bonduki. O projeto garante também a proteção de grafites já produzidos para que não sejam danificados por ação pública ou privada. 

Em entrevista à rádio Tribuna Bandnews FM, a vereadora afirmou que o projeto tenta incentivar a arte. “Nessa perspectiva procura-se firmar as intervenções que ocorrem na cidade. Além disso, a gente institui também o dia municipal do grafite, no dia 27 de março, e a semana municipal do grafite como forma de fomentar ainda mais a intervenção artística em Fortaleza”, explicou.

Recentemente várias obras dessa linguagem foram destruídas na capital paulista, cidade pioneira do país nesse tipo de arte. A proposta foi adaptada de projeto apresentado na capital paulista, em 2013, pelo vereador Nabil Bonduki e garante também a proteção de grafites já produzidos para que não sejam danificados por ação pública ou privada.

Semana Municipal do Grafite

O Projeto de Lei de Larissa Gaspar propõe a criação da Semana Municipal do Grafite, definindo o dia 27 de março como Dia Municipal do Grafite. Nesse dia é celebrado o Dia Nacional do Grafite. A Semana e o Dia passariam a integrar o Calendário Oficial de Eventos de Fortaleza.

Com um histórico de grande produção de grafites, Fortaleza tem ficado cada vez mais colorida depois de eventos como o Festival Concreto, realizado em 2015 e 2016. Artistas de várias partes do mundo deixaram suas artes nas ruas da cidade. E é de um grupo local, o Acidum, um grafite considerado pelo site Street Art Brasil, como um dos 30 mais bonitos do Brasil

Publicidade

Dê sua opinião

ARTE URBANA

Projeto de lei prevê proteção a grafite em espaços públicos de Fortaleza

Segundo o projeto da vereadora Larissa Gaspar (PPL), a regulamentação seria válida em espaços públicos e privados como postes, túneis, muros e paredes

Por Matheus Ribeiro em Política

28 de janeiro de 2017 às 06:45

Há 8 meses

Vereadora Larissa Gaspar foi a autora do projeto na Câmara (FOTO: Divulgação)

Um projeto de lei que reconhece o grafite como manifestação artística e regulamenta sua produção em espaços públicos e privados de Fortaleza foi apresentado na Câmara nesta quinta-feira (26). De acordo com o projeto, que tem como autoria a vereadora Larissa Gaspar (PPL), a regulamentação seria válida em espaços públicos e privados como postes, túneis, muros, paredes cegas, bancas de jornal e tapumes de obras na capital.

A proposta foi uma adaptação do projeto apresentado na capital paulista, em 2013, pelo vereador Nabil Bonduki. O projeto garante também a proteção de grafites já produzidos para que não sejam danificados por ação pública ou privada. 

Em entrevista à rádio Tribuna Bandnews FM, a vereadora afirmou que o projeto tenta incentivar a arte. “Nessa perspectiva procura-se firmar as intervenções que ocorrem na cidade. Além disso, a gente institui também o dia municipal do grafite, no dia 27 de março, e a semana municipal do grafite como forma de fomentar ainda mais a intervenção artística em Fortaleza”, explicou.

Recentemente várias obras dessa linguagem foram destruídas na capital paulista, cidade pioneira do país nesse tipo de arte. A proposta foi adaptada de projeto apresentado na capital paulista, em 2013, pelo vereador Nabil Bonduki e garante também a proteção de grafites já produzidos para que não sejam danificados por ação pública ou privada.

Semana Municipal do Grafite

O Projeto de Lei de Larissa Gaspar propõe a criação da Semana Municipal do Grafite, definindo o dia 27 de março como Dia Municipal do Grafite. Nesse dia é celebrado o Dia Nacional do Grafite. A Semana e o Dia passariam a integrar o Calendário Oficial de Eventos de Fortaleza.

Com um histórico de grande produção de grafites, Fortaleza tem ficado cada vez mais colorida depois de eventos como o Festival Concreto, realizado em 2015 e 2016. Artistas de várias partes do mundo deixaram suas artes nas ruas da cidade. E é de um grupo local, o Acidum, um grafite considerado pelo site Street Art Brasil, como um dos 30 mais bonitos do Brasil