Governador do Ceará tem expectativa de chapa com Ciro Gomes e Lula em 2018
DOBRADINHA

Camilo Santana tem expectativa de chapa com Ciro Gomes e Lula em 2018

Camilo Santana tem evitado falar sobre perspectivas para a eleição de 2018, principalmente se buscará a reeleição

Por Jéssica Welma em Política

14 de março de 2017 às 12:30

Há 4 meses
Lula esteve com Cid, Ciro e Camilo em visita a Fortaleza em 2016. (Foto: Instituto Lula)

Lula esteve com Cid, Ciro e Camilo em visita a Fortaleza em 2016. (Foto: Instituto Lula)

O governador Camilo Santana (PT) afirmou nesta terça-feira (14) que tem expectativa de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) sejam aliados na disputa presidencial em 2018. Camilo concedeu entrevista após participar de programa na rádio Jangadeiro FM.

O chefe do Executivo estadual evita tratar sobre estratégias para as eleições do próximo ano, principalmente no que diz respeito a sua reeleição ao Governo do Estado. Além disso, há rumores de que Camilo pode deixar o PT para se filiar à sigla mais alinhada com a estratégias dos irmãos Ciro e Cid Gomes, padrinhos políticos do governador na campanha de 2014.

Questionado sobre qual posicionamento deve adotar com o lançamento das pré-candidaturas de Lula e Ciro, Camilo fez referência à possibilidade de ambos comporem a mesma chapa, sem especificar quem seria o candidato a presidente ou a vice.

O lançamento oficial da candidatura de Ciro Gomes está previsto para o dia 18 de maio na convenção nacional do PDT. Ele também deve assumir a vice-presidência do partido para fortalecer seu poder de articulação. Apesar do desejo de aliados de ver Ciro e Lula na mesma chapa, o ex-governador do Ceará já chegou a dizer que “seria um desserviço ao Brasil o Lula candidato”.

A pré-candidatura de Lula também é aguardada para breve. Houve especulações de que o ex-presidente anunciasse a posição no próximo dia 20, mas a informação foi desmentida pela assessoria do PT. No início de março, cerca de 400 artistas assinaram manifesto pedindo a candidatura do petista. O presidente do PT, Rui Falcão, tem afirmado que o candidato do partido é Lula e “não há plano B”.

Publicidade

Dê sua opinião

DOBRADINHA

Camilo Santana tem expectativa de chapa com Ciro Gomes e Lula em 2018

Camilo Santana tem evitado falar sobre perspectivas para a eleição de 2018, principalmente se buscará a reeleição

Por Jéssica Welma em Política

14 de março de 2017 às 12:30

Há 4 meses
Lula esteve com Cid, Ciro e Camilo em visita a Fortaleza em 2016. (Foto: Instituto Lula)

Lula esteve com Cid, Ciro e Camilo em visita a Fortaleza em 2016. (Foto: Instituto Lula)

O governador Camilo Santana (PT) afirmou nesta terça-feira (14) que tem expectativa de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) sejam aliados na disputa presidencial em 2018. Camilo concedeu entrevista após participar de programa na rádio Jangadeiro FM.

O chefe do Executivo estadual evita tratar sobre estratégias para as eleições do próximo ano, principalmente no que diz respeito a sua reeleição ao Governo do Estado. Além disso, há rumores de que Camilo pode deixar o PT para se filiar à sigla mais alinhada com a estratégias dos irmãos Ciro e Cid Gomes, padrinhos políticos do governador na campanha de 2014.

Questionado sobre qual posicionamento deve adotar com o lançamento das pré-candidaturas de Lula e Ciro, Camilo fez referência à possibilidade de ambos comporem a mesma chapa, sem especificar quem seria o candidato a presidente ou a vice.

O lançamento oficial da candidatura de Ciro Gomes está previsto para o dia 18 de maio na convenção nacional do PDT. Ele também deve assumir a vice-presidência do partido para fortalecer seu poder de articulação. Apesar do desejo de aliados de ver Ciro e Lula na mesma chapa, o ex-governador do Ceará já chegou a dizer que “seria um desserviço ao Brasil o Lula candidato”.

A pré-candidatura de Lula também é aguardada para breve. Houve especulações de que o ex-presidente anunciasse a posição no próximo dia 20, mas a informação foi desmentida pela assessoria do PT. No início de março, cerca de 400 artistas assinaram manifesto pedindo a candidatura do petista. O presidente do PT, Rui Falcão, tem afirmado que o candidato do partido é Lula e “não há plano B”.