#Conjunturas: Transferência de recursos do Nordeste para Fies é criticada por parlamentares do Ceará

DEBATE

#Conjunturas: Transferência de recursos do Nordeste para Fies é criticada por parlamentares do Ceará

O Governo Federal quer transferir R$ 2 bilhões do FNE para o Fies

Por Tribuna do Ceará em Política

9 de agosto de 2017 às 09:43

Há 4 meses
fies-2017

(FOTO: Site Fies)

A transferência de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (9). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

O Governo Federal quer transferir R$ 2 bilhões do FNE para o Fies. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

De acordo com Sabino, depois da medida que determinava o teto dos gastos, o governo adotou a estratégia para bater a meta fiscal e não ser responsabilizado por crime de responsabilidade administrativa. “Começa a descobrir um santo para cobrir outro. Entendemos que o Fies não pode parar, mas tirar do Nordeste? Umas das regiões que precisa ser desenvolvida”.

Guilherme aponta que essa medida faz parte “duma agenda que ganha muita força depois do golpe”. Além disso, destacou que existe uma “elite que sempre governou e nunca ligou para o desenvolvimento do Nordeste”.

Segundo Carlos Matos, mesmo a causa sendo nobre, não justifica “esfacelar” os fundos regionais. “Nós temos ainda muita pobreza. São mais de 15 anos que não se tem política regional. Esse governo não vai fazer, porque é de transição. E é um absurdo esfacelar”.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino:

Publicidade

Dê sua opinião

DEBATE

#Conjunturas: Transferência de recursos do Nordeste para Fies é criticada por parlamentares do Ceará

O Governo Federal quer transferir R$ 2 bilhões do FNE para o Fies

Por Tribuna do Ceará em Política

9 de agosto de 2017 às 09:43

Há 4 meses
fies-2017

(FOTO: Site Fies)

A transferência de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (9). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

O Governo Federal quer transferir R$ 2 bilhões do FNE para o Fies. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

De acordo com Sabino, depois da medida que determinava o teto dos gastos, o governo adotou a estratégia para bater a meta fiscal e não ser responsabilizado por crime de responsabilidade administrativa. “Começa a descobrir um santo para cobrir outro. Entendemos que o Fies não pode parar, mas tirar do Nordeste? Umas das regiões que precisa ser desenvolvida”.

Guilherme aponta que essa medida faz parte “duma agenda que ganha muita força depois do golpe”. Além disso, destacou que existe uma “elite que sempre governou e nunca ligou para o desenvolvimento do Nordeste”.

Segundo Carlos Matos, mesmo a causa sendo nobre, não justifica “esfacelar” os fundos regionais. “Nós temos ainda muita pobreza. São mais de 15 anos que não se tem política regional. Esse governo não vai fazer, porque é de transição. E é um absurdo esfacelar”.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino: