#Conjunturas: Parlamentares trocam farpas sobre crise no sistema penitenciário
DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares trocam farpas sobre crise no sistema penitenciário

Uma nota pública divulgada pelo Conselho Penitenciário do Ceará (Copen) foi tema do Conjunturas desta quarta

Por Tribuna do Ceará em Política

26 de julho de 2017 às 14:19

Há 3 meses
motim-cppl-pcc-1

Presídios registram rebeliões, motins, fugas e mortes com “frequência inédita”, critica Copen (FOTO: Reprodução Whatsapp)

Uma nota pública divulgada pelo Conselho Penitenciário do Ceará (Copen) foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (26). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

Com duras críticas à gestão do Governo do Estado nos presídios, para o Copen, a incapacidade do poder público em garantir mínimos direitos humanos aos presos alimenta a influência de facções e a reincidência criminal, o que favorece os altos índices de crimes. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto que terminou em troca de farpas.

Guilherme fala que a nota denuncia claramente, e de forma muito grave, a situação de caos no sistema prisional. Ele se preocupa com a “política de encarceramento”, que aponta a resolução do problema como apenas a ação de encarcerar.

Carlos Matos criticou a ação do governo do Estado chamado de Ceará Pacífico. Para ele, o número de crimes cresceu assustadoramente. Além disso, criticou a atual gestão sobre o bloqueio de celulares. “Não faz porque não quer ou não tem coragem”.

Sabino ressalta que as secretarias de Justiça e Segurança Pública precisam ter ações conjuntas. “O colapso do sistema penitenciário produz os números da violência aqui fora”. Ao fim, Carlos Matos e Guilherme Sampaio trocaram farpas.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino:

Publicidade

Dê sua opinião

DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares trocam farpas sobre crise no sistema penitenciário

Uma nota pública divulgada pelo Conselho Penitenciário do Ceará (Copen) foi tema do Conjunturas desta quarta

Por Tribuna do Ceará em Política

26 de julho de 2017 às 14:19

Há 3 meses
motim-cppl-pcc-1

Presídios registram rebeliões, motins, fugas e mortes com “frequência inédita”, critica Copen (FOTO: Reprodução Whatsapp)

Uma nota pública divulgada pelo Conselho Penitenciário do Ceará (Copen) foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (26). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

Com duras críticas à gestão do Governo do Estado nos presídios, para o Copen, a incapacidade do poder público em garantir mínimos direitos humanos aos presos alimenta a influência de facções e a reincidência criminal, o que favorece os altos índices de crimes. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto que terminou em troca de farpas.

Guilherme fala que a nota denuncia claramente, e de forma muito grave, a situação de caos no sistema prisional. Ele se preocupa com a “política de encarceramento”, que aponta a resolução do problema como apenas a ação de encarcerar.

Carlos Matos criticou a ação do governo do Estado chamado de Ceará Pacífico. Para ele, o número de crimes cresceu assustadoramente. Além disso, criticou a atual gestão sobre o bloqueio de celulares. “Não faz porque não quer ou não tem coragem”.

Sabino ressalta que as secretarias de Justiça e Segurança Pública precisam ter ações conjuntas. “O colapso do sistema penitenciário produz os números da violência aqui fora”. Ao fim, Carlos Matos e Guilherme Sampaio trocaram farpas.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino: