#Conjunturas: Parlamentares discutem sobre caso de imunidade parlamentar no RJ

DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares discutem sobre caso de imunidade parlamentar no RJ

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) decidiu revogar as prisões dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi

Por Tribuna do Ceará em Política

20 de novembro de 2017 às 14:27

Há 3 semanas
conjunturas-tribuna-bandnews

(FOTO: Tribuna do Ceará)

A imunidade parlamentar foi tema do Conjunturas desta segunda-feira (20). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) decidiu revogar as prisões dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, acusados de corrupção.

O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Para Guilherme, a AL repercutiu a “desmoralização já vivenciada pelo Senado Federal”. “Uma coisa é a imunidade, ter a liberdade de expressar livremente suas declarações. Outra coisa é o cidadão cometer um crime comum e ser acobertado pelos seus pares”.

Para Cabo Sabino, a Assembleia Legislativa foi rápida para colocar os parlamentares em liberdade. “A população começa a se perguntar: será que houve fatiamento desses milhões?”.

Carlos Matos considera que o fato retrata a podridão da política, que seria comandada por uma rede de criminosos. Além disso, ele considera que os partidos poderiam interferir, “se eles existissem”. “Hoje os partidos têm dono”.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino:

Publicidade

Dê sua opinião

DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares discutem sobre caso de imunidade parlamentar no RJ

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) decidiu revogar as prisões dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi

Por Tribuna do Ceará em Política

20 de novembro de 2017 às 14:27

Há 3 semanas
conjunturas-tribuna-bandnews

(FOTO: Tribuna do Ceará)

A imunidade parlamentar foi tema do Conjunturas desta segunda-feira (20). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) decidiu revogar as prisões dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, acusados de corrupção.

O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Para Guilherme, a AL repercutiu a “desmoralização já vivenciada pelo Senado Federal”. “Uma coisa é a imunidade, ter a liberdade de expressar livremente suas declarações. Outra coisa é o cidadão cometer um crime comum e ser acobertado pelos seus pares”.

Para Cabo Sabino, a Assembleia Legislativa foi rápida para colocar os parlamentares em liberdade. “A população começa a se perguntar: será que houve fatiamento desses milhões?”.

Carlos Matos considera que o fato retrata a podridão da política, que seria comandada por uma rede de criminosos. Além disso, ele considera que os partidos poderiam interferir, “se eles existissem”. “Hoje os partidos têm dono”.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino: