#Conjunturas: Parlamentares comentam sobre alto índice de estupro de vulneráveis no Ceará

DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares comentam sobre alto índice de estupro de vulneráveis no Ceará

Até agora, foram registrados 1,3 mil casos no estado. Para Cabo Sabino, os criminosos precisam ser acompanhados com tornozeleira eletrônica

Por Tribuna do Ceará em Política

22 de novembro de 2017 às 14:18

Há 3 semanas
conjunturas-tribuna-bandnews

(FOTO: Tribuna do Ceará)

Estupro de vulnerável foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (22). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

Até agora, foram registrados 1,3 mil casos no Ceará. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Segundo Cabo Sabino, é necessário repudiar e denunciar esse tipo de ato. Além disso, ele acredita que os criminosos precisam ser acompanhados com tornozeleira eletrônica. “E por mim sofreria a castração química”.

Carlos Matos considerou que os casos têm se agravado porque as pessoas estão distantes de Deus. “Isso não vai acontecendo do dia pra noite”, explica. Ele contextualiza os dados com os altos índices de criminalidade no estadio, além da taxa de crime entre jovens.

Para Guilherme, é necessário principalmente combater a impunidade. Além disso, ele pontua que é importante estimular as mulheres a denunciar crimes.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino:

Publicidade

Dê sua opinião

DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares comentam sobre alto índice de estupro de vulneráveis no Ceará

Até agora, foram registrados 1,3 mil casos no estado. Para Cabo Sabino, os criminosos precisam ser acompanhados com tornozeleira eletrônica

Por Tribuna do Ceará em Política

22 de novembro de 2017 às 14:18

Há 3 semanas
conjunturas-tribuna-bandnews

(FOTO: Tribuna do Ceará)

Estupro de vulnerável foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (22). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

Até agora, foram registrados 1,3 mil casos no Ceará. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Segundo Cabo Sabino, é necessário repudiar e denunciar esse tipo de ato. Além disso, ele acredita que os criminosos precisam ser acompanhados com tornozeleira eletrônica. “E por mim sofreria a castração química”.

Carlos Matos considerou que os casos têm se agravado porque as pessoas estão distantes de Deus. “Isso não vai acontecendo do dia pra noite”, explica. Ele contextualiza os dados com os altos índices de criminalidade no estadio, além da taxa de crime entre jovens.

Para Guilherme, é necessário principalmente combater a impunidade. Além disso, ele pontua que é importante estimular as mulheres a denunciar crimes.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino: