#Conjunturas: Parlamentares analisam novo programa nacional do PSDB
DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares analisam novo programa nacional do PSDB

Conjunturas vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição

Por Tribuna do Ceará em Política

21 de agosto de 2017 às 13:12

Há 4 semanas
conjunturas-tribuna-bandnewsconjunturas-tribuna-bandnews

Parlamentares participam do quadro Conjunturas (FOTO: Arquivo Tribuna do Ceará)

O recém-lançado programa do PSDB no rádio e na TV foi tema do Conjunturas desta segunda-feira (21). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

O programa abriu um racha entre os integrantes do partido. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Carlos matos, integrante do PSDB, analisou a novidade como uma ousadia do partido. Segundo ele, o tema do fisiologismo é matriz do relacionamento, que o PSDB propôs romper. “Tasso mostra que é um homem de rupturas. Ele fez isso no Ceará”, explica ao concordar com a atual posição do partido.

Guilherme pontua o novo programa com duas verdades. A primerai seria o reconhecimento do próprio PSDB em ter errado. “Demorou a reconhecer isso, mas não explicou onde errou”. A segunda seria a denúncia do fisiologismo, “com o mérito de colocar isso como uma questão”. Mas ressaltou que há uma contradição, pois o PSDB é a principal sustentação do Governo Temer.

Cabo Sabino espera que os partidos que pensam da mesma forma também ajam. “[Chega de] discurso apenas de proGrama político ou de palanque. Tem que acabar com a cooptação”. Ela ainda cita uma suposta disputa da presidência do PSDB entre Tasso e Aécio.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino:

Publicidade

Dê sua opinião

DEBATE

#Conjunturas: Parlamentares analisam novo programa nacional do PSDB

Conjunturas vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição

Por Tribuna do Ceará em Política

21 de agosto de 2017 às 13:12

Há 4 semanas
conjunturas-tribuna-bandnewsconjunturas-tribuna-bandnews

Parlamentares participam do quadro Conjunturas (FOTO: Arquivo Tribuna do Ceará)

O recém-lançado programa do PSDB no rádio e na TV foi tema do Conjunturas desta segunda-feira (21). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

O programa abriu um racha entre os integrantes do partido. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Carlos matos, integrante do PSDB, analisou a novidade como uma ousadia do partido. Segundo ele, o tema do fisiologismo é matriz do relacionamento, que o PSDB propôs romper. “Tasso mostra que é um homem de rupturas. Ele fez isso no Ceará”, explica ao concordar com a atual posição do partido.

Guilherme pontua o novo programa com duas verdades. A primerai seria o reconhecimento do próprio PSDB em ter errado. “Demorou a reconhecer isso, mas não explicou onde errou”. A segunda seria a denúncia do fisiologismo, “com o mérito de colocar isso como uma questão”. Mas ressaltou que há uma contradição, pois o PSDB é a principal sustentação do Governo Temer.

Cabo Sabino espera que os partidos que pensam da mesma forma também ajam. “[Chega de] discurso apenas de proGrama político ou de palanque. Tem que acabar com a cooptação”. Ela ainda cita uma suposta disputa da presidência do PSDB entre Tasso e Aécio.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino: